Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O Governo deve tomar medidas mais enérgicas para conter a pandemia?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 236 Director: Mário Lopes Sexta, 30 de Outubro de 2020
ocalidades de Flandres e Ranha de Baixo
Câmara de Pombal investe 700 mil euros
em corredor ribeirinho junto ao rio Arunca
A Câmara Municipal de Pombal vai avançar com a construção de 4,1 km de corredor ribeirinho, ao longo do rio Arunca, ligando as localidades de Flandres e Ranha de Baixo, na freguesia de Pombal. A empreitada vai ser lançada a concurso público com um preço base de 695 mil euros, acrescido de IVA e com um prazo de execução de 210 dias. Com o projeto, a autarquia pretende apresentar uma solução de desenvolvimento de um percurso pedonal que terá diversas valências: de acesso às propriedades agrícolas de forma pedonal, de circuito de manutenção à população, bem como uma pista ciclável, dando continuidade ao corredor ribeirinho já existente ao longo do rio Arunca. Pretende também valorizar a paisagem e a biodiversidade do meio hídrico, contribuindo para uma maior promoção dos recursos naturais junto da população.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Amigos do Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém
Ativistas ambientais promovem ação “Rio Tejo, Património Vivo” na Ribeira de Santarém
Um grupo de cidadãos de forma autónoma com a designação de "Amigos do Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém" organizaram na manhã do dia 26 de Setembro, junto do Padrão da Santa Iria da Ribeira de Santarém uma ação no âmbito das Jornadas Europeias do Património, sobre a relevância do Rio Tejo como Património Vivo. Participaram como comunicantes António Nabais (Museólogo e Historiador) e Paulo Constantino, porta-voz da proTejo - Movimento pelo Rio Tejo. Dada a presente contingência da pandemia da covid-19, participaram nesta iniciativa dez cidadãos.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Candidatura conjunta no âmbito do Portugal Ciclável 2030
Ciclovia intermunicipal com 7 quilómetros vai ligar Batalha a Ourém
Os municípios da Batalha e de Ourém, com o intuito de promoverem junto das populações práticas de mobilidade ativa ciclável com vantagens inequívocas para a Saúde, para a Economia e para o Ambiente, procederam à submissão de uma candidatura conjunta no âmbito do “Portugal Ciclável 2030” (2.º aviso) e que visa a construção de uma ciclovia intermunicipal, que ligará os dois municípios. A referida infraestrutura, com cerca de 7 quilómetros de extensão, apresenta um investimento conjunto superior a meio milhão de euros, ligando as localidades de São Mamede e Fátima.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Relatos indicam que os efluentes são despejados no Rio Lis sem tratamento
Deputados do PS de Leiria questionam Governo sobre descargas poluidoras de ETAR no Rio Lis
Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Leiria questionaram, no dia 22 de setembro, o Governo sobre as descargas poluidoras da ETAR/Norte no Rio Lis, denunciando que esta infraestrutura, que tem como função tratar e preservar o ambiente, "em vez de tratar os efluentes os despeja no Rio Lis sem tratamento". Em duas perguntas dirigidas aos ministros do Ambiente e Ação Climática e da Administração Interna, os parlamentares socialistas apontam que "a poluição do Rio Lis por efluentes suinículas não tratados é um crime ambiental grave e representa um atentado à saúde pública", recordando que "durante muitos anos a revolta (e os prejuízos) das populações não encontrou, ainda, resposta adequada por parte dos poderes públicos e dos suinicultores prevaricadores".
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Serão plantadas espécies arbóreas da fauna portuguesa
Município de Leiria lança projeto de plantação de mais de 10 mil árvores no concelho
O Município de Leiria lançou o projeto “Plantar uma Árvore, Cuidar o Futuro” que prevê a plantação de 11.200 árvores no concelho, uma iniciativa com o objetivo de criar e manter florestas urbanas nativas no território, tal como recuperar as áreas ardidas, degradadas ou subaproveitadas com a plantação de espécies autóctones, sensibilizando, simultaneamente a população para a importância de criar e manter os espaços verdes do concelho. Neste projeto, que é uma das 19 ações preconizadas no Programa Renovar Leiria e irá incluir as Freguesias e Uniões das Freguesias do concelho, serão plantadas espécies arbóreas da fauna portuguesa, sendo que a escolha das espécies depende das características ecológicas de cada local.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Com vasta formação nesta área
João Ribeiro nomeado Coordenador Municipal de Proteção Civil de Torres Novas
João Ribeiro foi nomeado Coordenador Municipal de Proteção Civil de Torres Novas, com efeitos a partir de 1 de setembro. A apresentação foi feita no dia 14 de setembro, através de uma conferência de imprensa, promovida pelo presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira. João José Paiva Ribeiro, 43 anos, natural e residente em Torres Novas, é licenciado em Engenharia Agropecuária pelo Instituto Politécnico de Coimbra, com uma pós-graduação em Proteção Civil pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco e mestrando em Riscos e Proteção Civil no Instituto Superior de Educação e Ciências de Lisboa, possuindo diversas formações gerais e específicas salientando-se o curso de Fogo Controlado e o de Técnico Responsável de Produtos Fitofarmacêuticos.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Promovida pela Ceifacoop
Conferência "Quo Vadis Lourinhã" vai ser dedicada ao tema “Mobilidade”
De 16 a 22 de setembro, o município da Lourinhã associa-se a mais uma conferência "Quo Vadis Lourinhã", a terceira deste ciclo, dedicada ao tema “Mobilidade” e promovida pela Ceifacoop. Tal como nos anteriores eventos, pretende-se estimular o pensamento global para as causas e consequências das alterações climáticas, agindo localmente através de medidas que cada pessoa, empresa e instituições locais possam tomar, no combate ao aquecimento global. Com este evento assinala-se ainda a Semana Europeia da Mobilidade (SEM), que decorre anualmente entre os dias 16 e 22 de setembro e que este ano tem como tema central: “Emissões Zero, Mobilidade para todos”.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Através do Coletivo Regional de Leiria de “Os Verdes”
PEV lamenta grande incêndio no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros
Desde a madrugada de domingo, 06 de setembro, até final da tarde de segunda-feira, lavrou um incêndio de grandes dimensões no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, no concelho de Porto de Mós e que consumiu mais de mil hectares de povoamento florestal deste parque natural. O Partido Ecologista Os Verdes e o seu Coletivo Regional de Leiria lamentam a ocorrência deste fogo, que iniciou com cerca de 5 fontes de ignição distintas e em simultâneo, e cujas causas ainda estão por apurar, havendo no entanto possível ato humano. Este incêndio teve um grande avanço no território, devido às características próprias das Serras com difíceis acessos e aos ventos fortes que se fizeram sentir, dificultando o trabalho dos operacionais.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Após arder cerca de mil hectares de mato no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros
Fogo no concelho de Porto de Mós extinto
ao final da tarde de segunda-feira
O fogo que deflagrou na madrugada de domingo, 6 de setembro, no concelho de Porto de Mós, foi extinto ao final da tarde de segunda-feira. Contudo, o dispositivo de bombeiros irá manter-se no local esta terça-feira para controlar eventuais focos de reacendimentos, face às condições atmosféricas desfavoráveis, prevendo-se uma máxima de 32ºC e a ocorrência de vento fraco. No total, terão ardido cerca de mil hectares de mato no Parque Natural das serras de Aire e Candeeiros.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros
Incêndio no concelho de Porto de Mós lavra há dois dias e continua sem previsão de termo
O incêndio que deflagrou na madrugada deste domingo, dia 6 de agosto, na União de Freguesias de Arrimal e Mendiga, concelho de Porto de Mós, em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, continua ativo, apesar do trabalho dos bombeiros. Na tarde desta segunda-feira, segundo o adjunto João Caria, do CDOS de Leiria, estavam destacados 178 bombeiros, 53 veículos e quatro meios aéreos, não havendo ainda previsão do termo do incêndio, que lavra em zonas montanhosas e de difícil acesso.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Município insiste na classificação de São Mamede como freguesia prioritária
Batalha exige integração de S. Mamede na rede primária de faixas de gestão de combustível
O Município da Batalha exige ao Governo a decisão de considerar a freguesia de São Mamede, no Concelho da Batalha, Distrito de Leiria, freguesia prioritária no âmbito das medidas e ações preventivas a desenvolver no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios (SDFCI), seja na definição de medidas operacionais, seja nas regras aplicáveis à gestão de combustível. Numa semana em que o risco de incêndio é considerado muito alto, o presidente da Câmara Municipal da Batalha, Paulo Batista Santos, em ofício dirigido ao Governo, alerta para a necessidade de revisão do Despacho n.º 2616/2020, de 26/02, que procede à identificação das freguesias prioritárias para efeitos de fiscalização da gestão de combustível no âmbito da prevenção de incêndios rurais.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Pescado apreendido foi entregue a várias instituições de solidariedade
Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreende 355 quilos de pescada juvenil
A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré, apreendeu, no dia 1 de setembro, 355 quilos de pescada, com o valor estimado de 3 550 euros, no concelho da Nazaré. No âmbito de uma ação de fiscalização ao transporte de pescado, os militares da Guarda detetaram um veículo que transportava a pescada, tendo verificado que os espécimes não possuíam a medida estipulada por lei, neste caso, 27 centímetros, o que resultou na sua apreensão. No decorrer das diligências policiais, foi identificado um homem de 43 anos e elaborado respetivo auto por contraordenação, cuja coima pode atingir um valor de 37 500 euros.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Dia Mundial do Coração
Dr. Luís Negrão
Como se preparar para as pandemias pós-pandemia: riscos para a saúde da visão
Dr. Raúl de Sousa
Hepatites crónicas e a importância do diagnóstico precoce
DR. Arsénio Santos
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o