Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 232 Director: Mário Lopes Sábado, 6 de Junho de 2020
Câmara Municipal promove a Biodiversidade
Alcobaça celebra Dia Mundial do Ambiente apelando à redução do consumo
Este ano, o tema do Dia Mundial do Ambiente é a biodiversidade. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), 2020 é um ano crítico para os compromissos das nações de preservar e restaurar a biodiversidade mundial. Esta data, celebrada anualmente a 5 de junho, é a principal data das Nações Unidas para promover a conscientização e a ação a nível mundial em prol do meio ambiente. A Câmara Municipal de Alcobaça junta-se a esta celebração alertando para a necessidade da redução do consumo. Reutilizar e reciclar são comportamentos essenciais nos nossos dias. O lixo que advém da elevada produção, e consumo, de papel e plástico, são um exemplo da ameaça constante às florestas e aos oceanos, fundamentais na manutenção de um ambiente saudável para todos os seres vivos.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Por ocasião do Dia Mundial do Ambiente (5 de junho)
Ativistas ambientais do Ribatejo contestam continuidade da Central Nuclear de Alamaraz
Na semana em que se comemora o DMA - Dia Mundial do Ambiente, ativistas ambientais do Ribatejo - Bacia do Rio Tejo, de forma anónima, deram início à colocação de alertas em árvores e postes junto de edifício marcante, no topo norte da praça central da cidade de Santarém. Este alerta está diretamente relacionado com a posição das autoridades espanholas de terem emitido recentemente uma autorização da continuidade da atividade/prolongar a vida, da Central Nuclear de Alamaraz (construída em 1982 na região de Cáceres), junto à fronteira com Portugal, até 2028.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Ourém
Praia Fluvial do Agroal reabre a 1 de julho
com condicionantes
O Município de Ourém promoveu uma reunião na Praia Fluvial do Agroal para discutir o “regime excecional e temporário para ocupação e utilização de praias no contexto da pandemia Covid-19”, com os vários intervenientes na gestão desta estrutura que todos os anos atrai milhares de visitantes e que pelo quarto ano consecutivo volta a ostentar a Bandeira Azul. A reunião decorreu esta quarta-feira, dia 27 de maio, e, entre vários assuntos, confirmou que a época balnear 2020 na Praia Fluvial do Agroal tem início a 1 de julho e termina a 15 de setembro com várias condicionantes, de acordo com a legislação em vigor.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
APA define capacidade de ocupação nos 17 mil utentes
Câmara recebe com “surpresa e estupefação” limites à ocupação da Praia da Nazaré
A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) publicou as capacidades das praias das regiões do Algarve e Tejo/Oeste, quando faltam poucos dias para o início da época balnear, agendada para 06 de junho na Praia da Nazaré. Segundo as normas definidas, a capacidade potencial de ocupação da praia da Nazaré é de 17.100 utentes. APA define capacidade de ocupação da Praia da Nazaré nos 17 mil utentes. Walter Chicharro considera os valores baixos “face a que é habitual para a Praia da Nazaré”, uma vez que a quantidade de pessoas que se desloca para usufruir da praia “está bem acima desses valores definidos”.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Quercus distingue 110 praias do Centro de Portugal: 68 costeiras, 40 interiores e duas de transição
Centro de Portugal é a região com mais praias de “qualidade de ouro” no País
A região Centro de Portugal é aquela que apresenta este ano mais praias classificadas com “qualidade de ouro” pela associação ambientalista Quercus, à semelhança do que já acontecia no ano passado. No total, são 110 as praias galardoadas na região, entre as 381 zonas balneares nacionais distinguidas com esta classificação. Em 2019, o Centro de Portugal tinha 93 praias selecionadas pela Quercus, pelo que este ano são mais 17, o que comprova a crescente qualidade das águas balneares da região. Há mais 14 praias de interior classificadas em relação ao ano passado.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Pombal
Praia do Osso da Baleia recebe a Bandeira Azul pelo 17º ano consecutivo
A Praia do Osso da Baleia, no concelho de Pombal, vai ostentar, na próxima época balnear e pelo 17º ano consecutivo, a Bandeira Azul, que reconhece a qualidade ambiental e o desenvolvimento sustentável que caracteriza esta praia. A Associação Bandeira Azul da Europa, entidade que atribui esta distinção em Portugal, após a avaliação de uma série de critérios, que envolvem a educação ambiental, a qualidade da água balnear, a gestão da praia, serviços e a segurança, adotou na edição deste ano o tema “De Volta ao Mar com a Atitude de Mudar”. Este mote, escolhido a pensar na mudança dos comportamentos sociais associados à prevenção da propagação do SARS-nCov-2, tem também um importante simbolismo na mudança dos comportamentos ambientais e na preservação do património natural.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Deputada Mariana Silva questiona Governo sobre impactos ambientais
Projeto turístico junto a necrópole megalítica em Tomar preocupa Os Verdes
A deputada Mariana Silva do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma pergunta, em que questiona o Governo, através do ministério do Ambiente e da Ação Climática, sobre um projeto de empreendimento turístico com habitação denominado “Costa dos Encantos” na localidade de Casalinho / Vale da Lage, União de Freguesias de Serra e Junceira (Concelho de Tomar), a escassos metros de um importante monumento e necrópole megalítica, com o impactos ambientais naquela zona e na qualidade do meio hídrico do Rio Zêzere.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Estatuto foi perdido em 2008
Monte de S. Bartolomeu inicia reclassificação como Monumento Natural de Interesse Nacional
A Câmara Municipal vai dar início ao processo de reclassificação do Monte de S. Bartolomeu como Monumento Natural de interesse nacional, estatuto que perdeu em 2008. O local esteve classificado pelo seu interesse histórico, pelas ligações à lenda da imagem de Nossa Senhora da Nazaré; Interesse religioso, constituindo local de romagem e peregrinação; Interesse arqueológico, pela provável localização de um castro pré-histórico; e Interesse botânico, pelos elementos de vegetação espontânea que o rodeiam (Decreto-lei nº178/79, de 2 de maio).
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Luís de Sousa foi ouvido na Comissão de Ambiente da Assembleia da República
Presidente da Câmara de Azambuja defende encerramento do aterro da empresa Triaza
O presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Luís de Sousa, esteve, nesta quarta-feira, dia 14 de maio, numa audição na Assembleia da República a propósito do aterro da empresa Triaza instalado junto à vila de Azambuja. O autarca foi ouvido pela Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território perante deputados representantes do PS, do PSD, do Bloco de Esquerda, da CDU e do Partido Ecologista Os Verdes.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Na Ortigosa
Município de Leiria declina responsabilidades no abate de árvores no Parque da Lagoa
Na sequência do recente abate de árvores no Parque da Lagoa na Ortigosa, promovido unicamente pelo Executivo da União de Freguesias do Souto da Carpalhosa e Ortigosa, sem a anuência da Câmara Municipal de Leiria, esclarece que o Parque da Lagoa é propriedade da União de Freguesias do Souto da Carpalhosa e Ortigosa, cabendo ao seu Executivo a responsabilidade exclusiva da sua manutenção e gestão. A exemplo de outros parques de natureza e lazer existentes no concelho, e também propriedade de outras Juntas de Freguesia, cabe a essas entidades a responsabilidade exclusiva da gestão, manutenção e administração, zelando assim pelo seu património.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Sujeita a condições especiais de permanência e utilização definidas pelo ICNF
Mata dos Sete Montes reabre sábado em Tomar mas com muitas restrições
A Mata Nacional dos Sete Montes vai reabrir este sábado, dia 16 de maio mas, devido à pandemia do vírus COVID-19, sujeita a condições especiais de permanência e utilização definidas pelo ICNF, entidade que superintende as matas nacionais. Na prática, será possível passear ou correr nos caminhos do interior da cerca, bem como andar de bicicleta, mas não permanecer parado no seu interior nem utilizar qualquer dos equipamentos ali existentes.
Esta notícia foi comentada 0 vez(es).
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Cuidados a ter com a postura em situação de teletrabalho
Dr. Francisco Oliveira Freitas
A importância do uso racional dos antibióticos
Dr. Ricardo Jorge Silva
Entrar na primavera com bons olhos
Dr. Raúl Sousa
Sugestões de viagem pela nossa região no verão
Por Andrew Balza
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o