Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual dos partidos vai perder mais deputados nesta eleição para o Parlamento Europeu?
PDR
PS
PSD
BE
CDS
CDU
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Sexta, 15 de Março de 2019
Linhas de defesa protegeram Lisboa da terceira invasão napoleónica
Governo classifica as Linhas de Torres Vedras como Monumento Nacional
   
                                    Circuito do Alqueidão
Fonte oficial do Governo confirmou, no dia 14 de março, que a proposta de classificação das Linhas de Torres Vedras como monumento nacional, apresentada há um ano pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), foi aprovada em Conselho de Ministros.

    A candidatura integrou 128 estruturas militares, como fortes e estradas militares, das primeira e segunda linhas defensivas, dos quais 114 foram classificados, tendo 15 ficado de fora por se encontrarem degradados ou destruídos.

   Além da classificação como património nacional, vai ser criada uma zona especial de proteção em volta de cada uma das estruturas.

   Há vários anos que a Rota Histórica das Linhas de Torres - Associação para o Desenvolvimento Turístico e Patrimonial das Linhas de Torres Vedras, que integra os municípios de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, tem insistido na salvaguarda deste património.

  
                               Forte de São Vicente
A Rota Histórica das Linhas de Torres – Associação para o Desenvolvimento Turístico e Patrimonial das Linhas de Torres Vedras, presidida por José Alberto Quintino e com sede em Sobral de Monte Agraço, tem como missão contribuir para o desenvolvimento sustentado do território, através da salvaguarda, conservação e valorização do património das Linhas de Torres e da sua promoção enquanto produto turístico e cultural.

    Em 2012, o Turismo de Portugal atribuiu à Rota Histórica das Linhas de Torres (RHLT) o Prémio de Melhor Projeto Público de Requalificação, considerando que contribuía para a qualificação do turismo nacional e para a notoriedade de Portugal como destino turístico de excelência.

    Em 2014, foi a vez da União Europeia e da Rede Europa Nostra distinguirem o trabalho realizado pela RHLT, com o prémio Conservação. O projeto foi selecionando entre 169 candidaturas aceites, provenientes de 31 países e representada pela vice-presidente da RHLT, Ana Umbelino na "The Best in Heritage", uma conferência anual onde são apresentados e divulgados projetos premiados, quer a nível nacional quer internacional.

    No mesmo ano, a Assembleia da República deliberou, por unanimidade, instituir o dia 20 de outubro como o Dia Nacional das Linhas de Torres, numa justa homenagem à memória e resistência do povo português aliada à estratégia e engenharia militar.
 
Fonte: GCICMSMA e AC|CMTV
15-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Parque de auto caravanismo e passadiços de S. Martinho do Porto
Carlos Bonifácio
A importância do Exame Médico Desportivo
Dr. Manuel Portela
Liberdade para manifestar opinião
César Santos
Festivais de Verão 2019 – Centro e Sul de Portugal
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o