Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 211 Director: Mário Lopes Sexta, 13 de Julho de 2018
Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros
Geomonumento mais notável do PNSAC recebe concerto “Sons na Fórnea”
  
   Alberto Roque, Filipa Alves, Jorge Vala e Maria de Jesus
                                       Fernandes
A cerimónia de apresentação do concerto “Sons da Fórnea”, na Fórnea, seguida da inauguração da Exposição “Sons da água na Serra”, teve lugar no dia 9 de julho, pelas 17h00, no CISAC – Centro de Interpretação das Serras de Aire e Candeeiros. Estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, a diretora do Departamento de Conservação da Natureza e Florestas de Lisboa e Vale do Tejo, Maria de Jesus Fernandes e a vogal do Conselho de Administração das Águas do Centro Litoral, Filipa Alves.

   O evento teve início com uma pequena tertúlia subordinada aos temas: “Ciclo Urbano da Água no contexto do concelho de Porto de Mós”, “Água e Educação Ambiental para todos” e “Gestão e preservação dos aquíferos em Áreas Protegidas”.

   De seguida foi inaugurada a exposição com o título “Os Sons da Água na Serra”, promovida pelas três entidades, com a colaboração do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental - Universidade do Porto (CIIMAR), com o objetivo de assinalar o arranque do programa “Ciclo Urbano da Água, em Área Protegida”. A exposição estará patente, e aberta ao público, no CISAC (Porto de Mós), até setembro, de terça a sábado, das 10h00 às 17h30.

  
                              Maestro Alberto Roque
Por último, o presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, apresentou o Concerto “Sons na Fórnea” que irá decorrer naquele que é o Geomonumento mais notável do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, a Fórnea, que terá lugar no dia 22 de julho, pelas 17h30. O apontamento musical será realizado pelos Saxofínia, um quarteto de Jazz constituído pelos saxofonistas Alberto Roque José Massarrão, José António Lopes e Mário Marques, o qual será acompanhado pelo percussionista Luís Cascão.

   O dia 22 de julho conta ainda com um percurso pedestre interpretativo, o ponto de encontro será no início do percurso pedestre da Fórnea, em Alcaria.
Porto de Mós aposta na sua maior riqueza, a Natureza e a relação com o Meio Ambiente excecional, que o Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros contempla.

   Fonte: GC|CMPM
13-07-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o