Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
A Linha do Oeste deve ser requalificada?
Até Caldas da Rainha
Até Leiria
Em toda a extensão
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 210 Director: Mário Lopes Sábado, 9 de Junho de 2018
S da Batalha, ES de Figueiró dos Vinhos, Instituto Educativo do Juncal e Externato da Benedita
Programa escolas solidárias da Fundação EDP distingue quatro escolas do distrito de Leiria
  
 Teatro Camões recebeu mais de 800 alunos de todo o País
Mais de 800 alunos e professores de escolas de todo o país celebraram, no Teatro Camões, em Lisboa, um ano letivo dedicado a projetos de solidariedade e de cidadania, no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU. O programa Escolas Solidárias Fundação EDP mobilizou 513 escolas, públicas e privadas, gerais e profissionais, do 2.º ciclo ao ensino secundário, envolvendo mais de 50 mil alunos e professores no ano letivo 2017/18. No distrito de Leiria, a EBS da Batalha e a ES de Figueiró dos Vinhos foram premiadas na categoria Revelação, o Instituto Educativo do Juncal na categoria Distinção e o Externato Cooperativo da Benedita na categoria Super Escolas.

   Num verdadeiro movimento de cidadania, estas escolas criaram 1250 equipas solidárias que desenvolveram mais de 1800 projetos ao longo do ano, com o objetivo de melhorar a vida das suas comunidades, uma vez que mais de 176 mil pessoas foram abrangidas por estas iniciativas. Estes projetos somaram cerca de quatro milhões de horas de cidadania.

   Em Leiria, a EBS da Batalha e a ES de Figueiró dos Vinhos foram premiadas na categoria Revelação, grau atribuído às escolas que participam pela primeira vez e trazem novidade ao Escolas Solidárias da Fundação EDP (até dez escolas). Por sua vez, o Instituto Educativo do Juncal foi premiado na categoria Distinção, grau reservado a escolas que tenham um desempenho de qualidade superior e distintivo (até 20 escolas).

   Por fim, o Externato Cooperativo da Benedita foi premiado na categoria Super Escolas, grau atribuído às escolas que reúnam em simultâneo os atributos: ter, no mínimo, três inscrições no Escolas Solidárias; ter 70% de grau “distinções” (incluindo Revelação) no seu historial de participação; demonstrar elevada performance e uma postura de inovação/melhoria contínua (avaliação feita pelo júri).

   Criado em 2010, o programa Escolas Solidárias Fundação EDP mobiliza anualmente dezenas de milhares de alunos e professores de escolas de todo o País, desafiando-os a tornarem-se agentes de mudança positiva. Neste sentido, as escolas desenvolvem projetos que contribuam para a melhoria de situações identificadas nas suas comunidades em áreas como a Pobreza e Fome, Desemprego/Sustentabilidade Económica, Educação/Literacia, Saúde, População Sénior, Conviver com a Diferença, Sustentabilidade Ambiental e Parceria Global para o Desenvolvimento Humano, em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas.

   Atualmente, o programa conta com o selo oficial da Secretaria de Estado da Educação e da Direção Geral da Educação, bem como com o apoio de diversas personalidades da vida pública local e nacional, envolvidas pelos próprios alunos (padrinhos das escolas), e pela Fundação EDP (patronos do programa). São disso exemplo André Sardet, Aurea, Catarina Furtado, Cláudia Semedo, Eunice Muñoz, Fernanda Freitas, Heitor Lourenço, Jimmy P., Mafalda Ribeiro, Pedro Granger e Pedro Lima.

   Segundo Margarida Pinto Correia, diretora de Inovação Social da Fundação EDP: “Criar nesta camada etária a consciência de que podemos contribuir todos os dias para um mundo melhor, mais sustentável, e de que somos responsáveis por ele, é uma tarefa que este programa estimula intensamente. É uma sementeira de ferramentas para a construção de sustentabilidade nas suas vidas e na forma como participam em comunidade. O Escolas Solidárias tem crescido de ano para ano, e isso deixa-nos muito entusiasmados, mas sobretudo desafiados com o que fica por conquistar. Vamos a caminho!”

   O programa Escolas Solidárias Fundação EDP regressa em setembro para mais um ano letivo.

   43 Escolas destacadas na edição de 2017/18 do Programa Escolas Solidárias Fundação EDP

   Inovação, capacidade de mobilização de parceiros e de voluntários, impacto na comunidade, são alguns dos critérios valorizados pelo Júri.
1) Categoria Revelação
EB de Moura, Beja
EB de Manhente, Barcelos
Colégio Teresiano, Braga
EBS da Batalha, Leiria
ES de Figueiró dos Vinhos, Leiria
Colégio de Apresentação de Maria, Madeira
ES Fernão Mendes Pinto, Pragal, Almada
ES de Sampaio, Sesimbra
EBS de Oliveira De Frades, Viseu
EP de Vouzela, Viseu

2) Categoria Distinção
EB N.º 2 de Vilarinho do Bairro, Anadia
EB Professor João de Meira, Guimarães
ES Fonseca Benevides, Lisboa
EP Vasconcellos Lebre, Mealhada
EB Dr. Alberto Iria, Olhão
Instituto Educativo do Juncal, Leiria
EP Profitecla, Lisboa
EB de Eiriz, Paços de Ferreira
Eb de Ammaia, Portagem, Marvão
Eb de Sobreira, Paredes
Clip - Colégio Luso-Internacional Do Porto
Colégio D. Dinis, Porto
Eb de Rates, Póvoa De Varzim
Es/3 Almeida Garrett, Vila Nova De Gaia
Ebs de Santo António, Barreiro
Ebs de São João da Pesqueira, Viseu
Es Viriato, Abraveses, Viseu
Escolas de Alcanena, Santarém [3 Escolas]
Escolas de Castro Daire, Viseu [3 Escolas]
Escolas de Fajões, Aveiro [2 Escolas]

3) Categoria Super Escolas
EB Dr. Francisco Sanches, Braga
EB Virgínia Moura, Moreira de Cónegos, Guimarães
EB de Abação, Guimarães
Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra
EP Amar Terra Verde, Vila Verde
Externato Cooperativo da Benedita, Leiria
Centro Educativo Alice Nabeiro, Portalegre
EB Santa Bárbara, Fânzeres, Gondomar
Academia de Música de Costa Cabral, Porto
EB D. Afonso, 4º Conde de Ourém, Ourém
Escolas de Ermesinde, Porto [2 Escolas]
Escolas D. Pedro II, Porto [2 Escolas]
Escolas de Carvalhos, Porto [2 Escolas]
 
   Fonte: HKStrategies
09-06-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
De que matéria se faz esta cidade?
Jorge Mangorrinha
A Guida fugiu com um rapazola ou o pé da Luizinha Carneiro
Fleming de Oliveira
Peso das mochilas não provoca escoliose
Dr. Nuno Neves
Explosão tecnológica abre a porta à inteligência artificial
Joaquim Vitorino
Não se esforce em demasia: dores nos pés podem ser sinal de fasceíte plantar
Drª Fátima Carvalho
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o