Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a proposta do PS de quotas para negros e ciganos nas universidades?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 221 Director: Mário Lopes Quinta, 16 de Maio de 2019
Iniciativa anual junta na ESTM mais de 150 participantes da academia e do setor alimentar
Politécnico de Leiria debate atuais desafios da inovação e segurança alimentar em conferência
    A Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) do Politécnico de Leiria dinamiza no dia 23 de maio a partir das 9h30, a CISA – Conferência de Inovação e Segurança Alimentar, onde debate os atuais desafios do setor alimentar e da segurança. A iniciativa, que já vai na décima edição, reúne mais de 150 participantes da área académica e profissionais da área alimentar nacional, e «cremos que esta será uma excelente oportunidade para promover a partilha de conhecimento e a interação entre todos os que integram o setor alimentar», sublinha Rui Ganhão, docente da ESTM do Politécnico de Leiria e membro da comissão organizadora da CISA.

   «As empresas do setor alimentar e a comunidade científica têm como principais desafios a melhoria constante da segurança alimentar, da qualidade dos alimentos, e da criação de novos alimentos, visando garantir simultaneamente a saúde e o bem-estar dos consumidores», destaca Rui Ganhão. «A segurança e inovação alimentar impõem, por isso, uma aproximação integrada e responsável, que se estende da produção ao consumidor, de modo coerente, efetivo e dinâmico», acrescenta o docente.

   No período da manhã, o programa da conferência é dedicado às temáticas relacionadas ao setor agroalimentar, nomeadamente com a discussão de casos práticos de fraude e terrorismo na indústria alimentar, o impacto do controlo da ASAE nas indústrias agroalimentares, as estratégias de mitigação dos contaminantes dos alimentos, os novos desafios alimentares com a redução do açúcar e da gordura na pastelaria, e a inovação da cadeia de valor agroalimentar.

   A partir das 15h30 serão apresentados exemplos de projetos na área da alimentação e do pescado, bem como será analisada a segurança alimentar na Delta Cafés. A conferência termina com a atribuição de prémios para os melhores pósteres, e a realização de uma grelhada sustentável, um momento de degustação e de networking entre os participantes.

   «A indústria alimentar tem a responsabilidade de continuar a gerar crescimento e empregos, e para enfrentar este desafio, é necessário formar e interagir com novos técnicos alimentares com formação específica e diferenciada, de modo a tornar ainda mais atraente este setor», salienta Rui Ganhão. «A nossa Escola está inserida numa região com forte componente empresarial no setor e temos apostado bastante na área alimentar quanto à oferta formativa, sendo exemplo a recente formação da licenciatura em Engenharia Alimentar, em parceria entre os Politécnicos de Leiria, de Viana do Castelo e Bragança», remata o docente.

    Fonte: Midlandcom
16-05-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o