Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
A Linha do Oeste deve ser requalificada?
Até Caldas da Rainha
Até Leiria
Em toda a extensão
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Quinta, 13 de Setembro de 2018
Junto ao Mosteiro da Batalha
“Ópera no Património” leva 4 espetáculos gratuitos à Batalha de 20 a 23 de setembro
  
                                    "Ópera no Património"
A 2ª edição do projeto cultural “Ópera no Património”, que envolve os Municípios da Batalha, Leiria, Viseu, Pinhel, Foz Côa e a Universidade de Coimbra, concretizará mais de 90 concertos e diversas ações operáticas nos diversos territórios envolvidos nesta ação.

   A Batalha, à semelhança de 2017, volta a receber diversos espetáculos de grande qualidade, com entrada gratuita, alusiva à conhecida peça “Visitação à Ópera de Eugene Onegin”, do compositor russo Piotr Tchaikovsky.
A programação inicia-se já no dia 20 de setembro, (quinta-feira), às 15h00 e às 17h00, no Claustro Real do Mosteiro, com breves concertos pelo Quarteto de Cordas. No dia seguinte, também às 17h00 e no mesmo local, atua o Grupo de Cordas.

   No dia 22 de setembro, sábado, será apresentada às 21h30, no Largo do Infante D. Henrique, junto às Capelas Imperfeitas, a conhecida obra “Visitação à Ópera de Eugene Onegin”, com a Orquestra da Ópera no Património, sob a direção musical do maestro José Ferreira Lobo.

   O programa encerra no domingo, 23 de setembro, às 19h00, na Igreja Matriz da Batalha, com a execução de “A Criação”, com música da autoria de Haydn e libreto de autor desconhecido, que envolverá mais de 50 músicos com Coro Sinfónico Inês de Castro e a Orquestra da Ópera no Património, sob a direção musical do maestro Artur Pinho. Os ingressos para este concerto, atendendo à limitação do espaço, poderão ser levantados no Município da Batalha e no Posto de Turismo.

   Para o presidente da Câmara Municipal da Batalha, Paulo Santos, “a concretização do projeto Ópera no Património, resulta da forte vontade dos Municípios e demais entidades envolvidas, na democratização da oferta cultural, designadamente através do género musical da ópera”.

   O autarca ressalva ainda que para além dos espetáculos dirigidos ao público em geral, “os alunos da Batalha tomarão contacto ainda em 2018, com este género musical, através de ações pedagógicas, realizadas na Escola por consagrados músicos”.

   Toda a programação pode ser consultada através do endereço: www.operapatrimonio.pt

   Fonte:MB
13-09-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
De que matéria se faz esta cidade?
Jorge Mangorrinha
A Guida fugiu com um rapazola ou o pé da Luizinha Carneiro
Fleming de Oliveira
Peso das mochilas não provoca escoliose
Dr. Nuno Neves
Explosão tecnológica abre a porta à inteligência artificial
Joaquim Vitorino
Não se esforce em demasia: dores nos pés podem ser sinal de fasceíte plantar
Drª Fátima Carvalho
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o