Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem vai vencer as eleições presidenciais no Brasil?
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Segunda, 1 de Outubro de 2018
Apresentação decorreu nas Jornadas Europeias do Património
Carta Arqueológica Municipal de Santarém contém 461 sítios arqueológicos inventariados
  
         António Matias, Ricardo Gonçalves e Inês Barroso
O Jardim Portas do Sol acolheu este sábado, dia 29 de setembro, o lançamento da publicação “Santarém. Carta Arqueológica Municipal”, uma edição do Município de Santarém que assinala as Jornadas Europeias do Património, com o tema “Partilhar memórias”.

   Nesta apresentação estiveram presentes Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém e Inês Barroso, vereadora da Cultura, que enalteceram o trabalho realizado pela equipa de arqueologia coordenada por António Matias.

   Esta publicação é um instrumento determinante para o desenvolvimento sustentável de Santarém e para a definição das suas políticas de ordenamento do território, cujo trabalho de atualização vai continuar nas próximas décadas.

   O conhecimento e a valorização do património arqueológico é de grande importância, tanto mais quando se procura que este sirva de base à criação de um instrumento eficaz de gestão do território (Plano Diretor Municipal) que permita salvaguardar, estudar, valorizar e proteger um traço fundamental da memória e identidade do concelho de Santarém. A elaboração da Carta Arqueológica de Santarém em base informática georreferenciada foi um dos projetos assumidos pela autarquia scalabitana desde 2002, altura do primeiro relatório de progresso.

   No âmbito da atual Revisão do Plano Diretor Municipal, a equipa municipal de arqueologia assegurou a elaboração da Carta de Sensibilidade Arqueológica do Concelho de Santarém. Entre 2013 e 2017, foi possível apresentar, pela primeira vez, a caraterização das referidas Áreas de Sensibilidade Arqueológica e a Carta de Graduação das Restrições Arqueológicas, tendo como base a localização e relocalização de arqueossítios.

   Na primeira parte do livro, apresenta-se a Carta Arqueológica e na segunda algumas sínteses elaboradas por diferentes especialistas. Aqui encontram-se textos sobre os geossítios da área do município, dá-se a conhecer os primeiros elementos da Pré-História Antiga e Recente de Santarém, novos dados sobre a presença romana e visigótica, o castelo medieval de Alcanede e o antigo Convento de S. Domingos e percorre-se mais de duas dezenas de troços muralhados existentes na cidade de Santarém.

   É um livro eclético, que tanto pode ser lido pelo especialista, como pelo simples munícipe que quer elevar o conhecimento patrimonial do seu município. Por outro lado, pretende ser também um manual de boas práticas, para que todos percebam como funciona a arqueologia em Portugal e no próprio concelho de Santarém.

   Esta publicação de referência contou também com os contributos de investigadores convidados, nacionais e estrangeiros, representando instituições como a Direção Geral do Património Cultural, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, Universidade de Lisboa, Universidade do Algarve, Universidade do Minho, Universidade Nova de Lisboa e Simon Fraser University (Vancouver, Canadá).

   A publicação “Santarém. Carta Arqueológica Municipal” traz como anexo um DVD, onde, em suporte digital, podem ser consultadas todas as fichas de cada um dos 461 sítios arqueológicos inventariados.

   No final desta apresentação, o público presente pôde assistir ao concerto do trio PETIT GATÔ. Um clarinetista, um acordeonista e um contrabaixista que abordam vários estilos e sonoridades musicais, que passam pelo cancioneiro francês, o tango, o jazz, a bossa-nova e até mesmo um repertório mais atual.

   Fonte: GRPC|CMS
01-10-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Feira de Santa Iria: que futuro?
Tiago Carrão
Estado da limpeza dos contentores e do Mercado Semanal de Alcobaça
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o