Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 234 Director: Mário Lopes Terça, 28 de Julho de 2020
Na Mata Nacional do Urso e Jardim da Almuinha Grande
Município de Leiria plantou mais de 24 mil árvores em 2019
   
                                 Jardim da Almuinha Grande
O Município de Leiria efetuou a plantação de 24.337 árvores em 2019 no concelho de Leiria, em ações de reflorestação nas áreas ardidas na Mata Nacional do Urso, junto à Lagoa da Ervedeira, em resultado da gestão de espécies existentes em espaço público municipal e na construção do Jardim da Almuinha Grande.
 
   No que diz respeito à reflorestação das zonas ardidas, foram realizadas duas ações: dia 16 de novembro, em que foram plantadas 12.500 árvores, na Mata Nacional do Urso, junto à Lagoa da Ervedeira, e dia 23 de novembro, com a plantação de mais 11.000 espécimes, na mesma zona.
 
   Estas duas iniciativas, numa área devastada pelos incêndios de outubro de 2017, contaram com a participação de mais de 650 voluntários e o apoio de várias instituições, nomeadamente Associação Páginas de Música, ANEFA - Associação Nacional de Empresas Florestais, Projeto Terra de Esperança, EDP e Fundação Galp.
O ano de 2019 fica também marcado pela inauguração do Jardim da Almuinha Grande, cuja construção envolveu a plantação de 547 árvores, um investimento que oferece um novo espaço verde à população de Leiria.
 
    Quanto à gestão das espécies existentes em espaço público municipal, foram plantadas 290 árvores em 2019, tendo sido necessário proceder ao abate de 54 exemplares.
Refira-se que o Município de Leiria tem tido a preocupação de efetuar um acompanhamento regular às diversas espécies arbóreas do concelho e de avaliar o seu estado fitofarmacêutico.
 
   Esse acompanhamento implica que, em algumas circunstâncias, seja necessário proceder ao abate de algum exemplar, tendo por base a monitorização e respetiva avaliação.
Quando tal se verifica, o Município prevê a sua substituição equilibrada, de forma a manter ou aumentar o mesmo número de árvores e assim manter o equilíbrio urbanístico do espaço.
 
    No ano de 2019, o Município procedeu ao abate de 54 exemplares no concelho, sendo que estes abates foram justificados pelo facto de se tratar de árvores em declínio e nalguns casos por quedas, fruto de intempéries.
 
   Por outro lado, procedeu a ações de plantação de 290 exemplares, tendo ultrapassado o rácio de 5 plantações por cada abate.
 
    As espécies plantadas foram essencialmente tílias, quercus, freixos e pinheiro manso.
 
    Fonte: GRPG|CML
28-07-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o