Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Lei deve proibir parentes de serem membros do mesmo Governo?
Sim, sempre
Não, critério deve ser a competênca
Não, mas deve haver limites
Não sei / talvez
Edição Nº 218 Director: Mário Lopes Sábado, 12 de Janeiro de 2019
12 ninhos vão ser destruídos por empresa especializada
Detetados ninhos de vespa asiática
no concelho da Marinha Grande
  
                   Vespa asiática
A Câmara Municipal da Marinha Grande identificou a existência de ninhos de Vespa “velutina” ou asiática (“Vespa velutina nigrithorax”), espécie predadora da abelha europeia.

   Até ao momento foram detetados e reportados à Câmara Municipal da Marinha Grande um total de doze ninhos de Vespa velutina ou asiática, 9 dos quais na freguesia da Marinha Grande e 3 na freguesia de Vieira de Leiria, localizados maioritariamente em árvores de grande porte (20 a 25 metros).

   Os cidadãos não devem remover e/ou destruir os ninhos por si identificados. Devem comunicar diretamente com a Câmara Municipal da Marinha Grande ou com as respetivas Juntas de Freguesia. Podem também utilizar a plataforma eletrónica SOS Vespa (www.sosvespa.pt) ou contactar a linha SOS Ambiente (808 200 520).

   Após a comunicação dos casos, é efetuada uma deslocação ao local pelos técnicos do Serviço Municipal de Proteção Civil / Gabinete Técnico Florestal. Caso se confirme trata-se de um ninho de Vespa velutina ou asiática, a situação é comunicada à empresa contratada pela Câmara Municipal para o efeito e agendada a destruição do ninho.

   O controlo da Vespa velutina ou asiática, é efetuado através da remoção e eliminação dos ninhos com a aplicação de um inseticida, por pulverização diretamente nos ninhos.

   A Vespa velutina é uma espécie não-indígena, predadora da abelha europeia (Apis mellifera), proveniente de regiões tropicais e subtropicais do norte da India, do leste da China, da Indochina e do arquipélago da Indonésia.

   Na época da primavera constroem ninhos de grandes dimensões, preferencialmente em pontos altos e isolados. Esta espécie distingue-se da espécie europeia Vespa crabro pela coloração do abdómen (mais escuro na vespa asiática) e das patas (cor amarela na vespa asiática).

   Os principais efeitos da presença desta espécie não indígena manifestam-se em várias vertentes, sendo de realçar: na apicultura - por se tratar de uma espécie carnívora e predadora das abelhas; e para a saúde pública – não sendo mais agressivas que a espécie europeia, no caso de sentirem os ninhos ameaçados reagem de modo bastante agressivo, incluindo perseguições até algumas centenas de metros.

   Podem ser obtidas mais informações em www.sosvespa.pt ou em www.icnf.pt.
12-01-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
O Governo do descaso
Mário Lopes
OPINIÃO
A Hipoteca do Futuro pelos Foguetes do Presente
Tiago Carrão
O novo Programa Estratégico de Reabilitação Urbano (PERU)
Carlos Bonifácio
Mudar Alcobaça, mas para melhor
Luís Guerra Rosa
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o