Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem foi o principal vencedor das eleições para o Parlamento Europeu?
PS
Bloco de Esquerda
PAN
Outro
Edição Nº 70 Director: Mário Lopes Terça, 29 de Agosto de 2006
Com Fingertips e Fun Funk and Blues
Concerto de encerramento do Verão Foz encheu areal e avenida do mar

        
Zé Manuel, vocalista
dos Fingertips

Milhares de pessoas voltaram ao areal da Foz do Arelho para assistirem de forma gratuita ao concerto de encerramento das actividades do Verão Foz 2006. Fingertips, como cabeça-de-cartaz e a banda caldense Fun Funk and Blues, proporcionaram um bom espectáculo, levando ao rubro os milhares que acorreram ao areal. Durante o concerto estiveram ainda presentes, convidados na zona do Bar VIP, no meio do areal.

             As convidadas da autarquia caldense foram Ana Vital Melo, presidente da Federação Portuguesa de Kickboxing, Isabel Nogueira, noiva do Infante D. Henrique, irmão de D. Duarte, Isabel Travanca, Isabel da Franca e José António Santos, proprietário de alguns bares no parque Expo.

          
Fun Funk and Blues
Zé Manuel, vocalista dos Fingertips, revelou que as expectativas da banda para o novo álbum estão ser confirmadas. “O single de apresentação já está na boca das pessoas e acho que vamos continuar a promover este disco. O nosso primeiro disco chegou a disco de ouro, demos mais de 150 concertos ao longo do País. Desde o início desta tournée, já demos 30 concertos e acho que este novo trabalho ainda nos vai reservar muito boas surpresas”, adiantou.

             O cantor explicou que este concerto da Foz iria servir, sobretudo, para promover este segundo álbum, embora mantendo no repertório os êxitos do primeiro trabalho, porque as pessoas que conhecem os Finger Tips estão à espera de os ouvir. Zé Manuel revelou ainda: “Já tivemos concertos na praia, quando fizemos a primeira parte da Nelly Furtado em Albufeira, em 2004, mas os concertos na praia têm sempre um ambiente característico. As pessoas estão à vontade num ambiente descontraído. Acho que isso permite uma maior liberdade às pessoas.

         
Público vibrou no concerto da Foz
Por outro lado, “por ser gratuito, podemos ganhar mais fãs. Quando é pago as pessoas vão porque nos conhecem, ou porque querem ver os Fingertips. Sendo um concerto de entrada livre, as pessoas vão para ver o concerto, e muitas delas não sabem o que esperam, é obvio que isso nos vai render algumas pessoas novas para acompanhar o nosso futuro.

             Fonte: Gabinete de apoio a jornalistas e repórteres de imagem no Verão Foz 2006

 

 

29-08-2006
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O raio
Elsa Proença
O Ordenamento do Território e a Protecção da Natureza
Eugénio Sequeira
Líbano: Uma Guerra sem Solução?
Paulo Batista Santos
O 150º aniversário do nascimento de Marcelino Mesquita
Paulo Caldas
Líbano
Ricardo Miguel
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o