Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O coronavírus COVID-19 vai tornar-se um problema grave em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 228 Director: Mário Lopes Quinta, 16 de Janeiro de 2020
Municípios emitem comunicado conjunto
Alcobaça e Nazaré contestam modernização da Linha do Oeste só até às Caldas da Rainha
  
         Paulo Inácio e Walter Chicharro
Os Municípios de Alcobaça e da Nazaré, tendo tomado conhecimento dos recentes desenvolvimentos relativamente ao projeto de modernização da Linha do Oeste - cujas empreitadas já anunciadas apenas contemplam intervenções no troço entre Mira-Sintra-Meleças e Torres Vedras, e no troço entre Mira-Sintra Meleças e Caldas da Rainha –expressaram conjuntamente, no dia 16 de janeiro, o seu inconformismo pela omissão dos seus concelhos no que diz respeito a esta matéria. “Uma vez mais, verifica-se que Alcobaça e a Nazaré são preteridos relativamente a outros concelhos servidos pela Linha do Oeste”, lamentam.
.
  Deste modo, os dois Municípios enumeram seis pontos essenciais:

   Os Municípios de Alcobaça e da Nazaré consideram urgente a eletrificação dos troços da Linha do Oeste que percorrem os seus territórios, e a modernização das estações ferroviárias de São Martinho do Porto, Valado dos Frades e Pataias-Gare.

  A modernização da Estação Ferroviária de Valado dos Frades, enquanto elo de ligação entre os dois concelhos, constitui uma necessidade estratégica e vital.

  Assim, ambos os Municípios manifestam, desde já, a disponibilidade para a criação de uma rede de transporte de passageiros que contemple a ligação entre a referida Estação e as respetivas sedes de concelho, nomeadamente por recurso a ‘shuttles’ monocarris ou autocarros elétricos numa lógica de mobilidade sustentável.

  Trata-se de um esforço conjunto que, com a devida colaboração do Governo da República, permitirá tornar a estação de Valado dos Frades numa das mais importantes de toda a Linha do Oeste.

   Os dois municípios do distrito de Leiria consideram que o Estado deve encarar esta iniciativa não apenas como uma medida compensatória, mas sobretudo estratégica e essencial para o desenvolvimento social e económico de dois dos mais belos territórios do País.

   Dado que ambas as populações têm lidado com a obrigatoriedade de pagamento de avultadas portagens na autoestrada A8, os Municípios de Alcobaça e da Nazaré consideram serem agora merecedoras deste investimento, mitigando décadas de injustiça.
16-01-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Casino Online continua a evoluir com a chegada de um novo operador a Portugal
Miguel Paulo: “É preciso voltar a página no PS em Rio Maior"
Miguel Paulo
Só a CDU votou contra os Orçamentos 2020 da Câmara e dos Serviços Municipalizados de Alcobaça
Por Luís Crisóstomo e Clementina Henriques
Centro de Negócios de Alcobaça, Feira de São Bernardo e delimitação das novas ARU
Carlos Bonifácio
Mulheres portuguesas, por quem os sinos dobram
Joaquim Vitorino
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o