Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é o melhor candidato presidencial?
Ana Gomes
André Ventura
João Ferreira
Marcelo Rebelo de Sousa
Marisa Matias
Tiago Mayan Gonçalves
Edição Nº 238 Director: Mário Lopes Sexta, 13 de Novembro de 2020
Além de quatro árvores de Natal gigantes
Caldas da Rainha prepara um Natal digital
mas mantém iluminações de Natal
    
                                 Natal nas Caldas da Rainha
Caldas da Rainha vai reinventar o Natal deste ano e trocar as habituais animações de rua por espetáculos transmitidos pelas plataformas digitais. O projeto ‘Caldas, Rainha do Natal’ é uma parceria da autarquia com a associação comercial da cidade, na qual 75% das iniciativas recorrem à tecnologia. A autarquia aposta este ano em iniciativas transmitidas através das redes sociais e em espetáculos de realidade aumentada. As tradicionais iluminações da cidade são ligadas a 14 de novembro.

   Serão cinco as animações de realidade aumentada em que o público pode descarregar uma aplicação no seu smartphone e interagir com algumas experiências georreferenciadas em cinco pontos da cidade. Após o final do percurso podem ter acesso a um selo de participação. O município aposta, ainda, na transmissão de três concertos de música através das redes sociais. As datas e as horas serão anunciadas em breve.

  Ainda em segredo está o sempre aguardado momento de acender as luzes de Natal nas ruas das Caldas da Rainha. O dia escolhido já se sabe – 14 de novembro -, mas a hora não será revelada para evitar grandes aglomerações de pessoas. Caldas da Rainha contará este ano com quatro árvores, uma de 25 metros, duas de 16 metros e uma de 12 metros.

   A cidade terá oito mil metros de luzes, distribuídas por 47 ruas da cidade, que representam um investimento de 108.600 euros, a maior fatia do orçamento de cerca de 150 mil euros que a Câmara e a Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste (ACCCRO) têm para o Natal de 2020.

   Esta nova realidade permitirá que o público possa começar a viver o espírito do Natal mais cedo, de forma a evitar ajuntamentos e que a comunidade usufrua das animações desta época, de forma individualizada e sem multidões.
 
   Para apoiar o comércio tradicional, que tem sido um dos setores mais afetados desta pandemia, as entidades apostam, ainda, em concursos para a atribuição de vales de compras, no valor total de cinco mil euros, que podem ser utilizados nos estabelecimentos do concelho.

   A autarquia conta, também, com uma verba de 3 mil euros destinada aos pequenos comerciantes, para a produção de sacos de papel alusivos ao projeto “Caldas, Rainha do Natal”, que serão distribuídos pelos compradores durante a época natalícia.

    Fonte: ADBDC
13-11-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Fui ao teatro e ELAS encheram a sala!
Rui Alexandre
Proteja-se da COVID-19. Proteja-se da pneumonia
Dr. Paulo Paixão
Iluminação do Parque Verde, passadiços na Baia de S. Martinho do Porto e lotes para habitação
Carlos Bonifácio
Viver com a demência em tempos de COVID: conselhos para quem cuida
Teresa Castanho
Diabetes: um inimigo silencioso
Dr. Manuel Portela
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o