Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
As alterações climáticas são uma ameaça real para a humanidade?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 211 Director: Mário Lopes Terça, 31 de Julho de 2018
80 famílias da Nazaré subsistem da pesca do cerco
Nazaré propõe manutenção da quota para pesca da sardinha em 2019
  
                           Pesca do cerco na Nazaré
A Câmara da Nazaré aprovou, no dia 30 de julho, por unanimidade, uma proposta a entregar à tutela das pescas onde defende a manutenção da quota da sardinha para 2019 nos valores autorizados para este ano.

   No documento, que será enviado a diversas entidades com responsabilidade sobre a definição das políticas de pesca, defende-se a manutenção dos mesmos valores de pesca atribuídos em 2018; o aumento dos apoios ou financiamentos aos pescadores afetados pelos períodos de paragem e redução drástica do volume de capturas; bem como o desenvolvimento de campanhas que permitam a valorização de espécies alternativas, como a cavala ou o carapau, como forma de “revitalizar a pesca do cerco no nosso país”.

   Recorde-se que o Conselho Internacional para a Exploração dos Mares (ICES) defendeu no seu Relatório de 12 de julho de 2018 a suspensão total da pesca da sardinha em Portugal e Espanha face à redução do stock na última década. A concretizar-se, a medida irá afetar 80 famílias da Nazaré que subsistem da pesca do cerco e milhares de pescadores a nível nacional.

   Na proposta aprovada em reunião de Câmara, o executivo refere-se ao esforço da comunidade piscatória local para garantir a sustentabilidade deste recurso, através da paralisação da atividade e redução das capturas nos últimos 5 anos; bem como às diversas iniciativas da Autarquia para alertar a tutela sobre os impactes económicos e sociais negativos de uma redução da quota de pesca.

   A sardinha é considerada um recurso de interesse estratégico para a pesca nacional. A Câmara da Nazaré defende a sustentabilidade ambiental, e deste recurso em particular, e manifesta a sua preocupação com o impacto da proposta que aponta para uma possível nova redução da quota de pesca da sardinha sobre o setor primário, assim como nos serviços (comércio, restauração e turismo).

   Fonte: SML|GC|CMN
31-07-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o