Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O PS merece ter maioria absoluta nas eleições legislativas?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 84 Director: Mário Lopes Quarta, 17 de Outubro de 2007
Exposição “Cerâmica Contemporânea: 4 Autores Caldenses”
Galeria Municipal Osíris expõe obras de Ana Sobral, Bolota, Carlos Enxuto e Mário Reis

    Depois da conceituada exposição “Cerâmicas para as arquitecturas. Azulejos com autores (1950-2000)”, a Galeria Municipal Osíris volta-se agora para o trabalho de quatro autores caldenses no âmbito da cerâmica contemporânea. Integrada também no conjunto de eventos propostos pela Festa da Cerâmica das Caldas da Rainha, inaugura a 25 de Outubro, às 18 h, a exposição “Cerâmica Contemporânea: Quatro Autores Caldenses”. Patente ao público até 31 de Dezembro, esta iniciativa reúne trabalhos de Ana Sobral, Bolota, Carlos Enxuto e Mário Reis.

 Horário: Segunda a Sexta das 09h às 19h | Sábados/Domingos e Feriados das 10h às 13h e das 15h às 19h

Autores

    Ana Sobral nasceu a 19 de Março de 1957, em Pemba (Moçambique) e desde 1980 reside na Foz do Arelho (Caldas da Rainha). Representada em várias colecções privadas em Portugal e no estrangeiro (Irlanda, França, E.U.A., Alemanha, Bélgica, Rússia e Luxemburgo). Ana Sobral fez vários cursos ligados à Cerâmica, tendo também o Bacharel em Artes Plásticas/Escultura (ESTGAD). Leccionou várias disciplinas em torno da Cerâmica desde 1989 até 2005.

    Bolota é Isabel Claro (1970), ceramista natural da cidade de Caldas da Rainha e fundadora do Atelier Bolota, sediado nesta mesma cidade tão ligada à história e tradição da Cerâmica Portuguesa. Ceramista desde os 16 anos, altura em que inicia a sua formação na área da Cerâmica, Bolota desenvolve a sua actividade na Olaria Contemporânea num equilíbrio entre os métodos tradicionais e a cerâmica artística de autor.

     Carlos Enxuto nasceu nas Caldas da Rainha, em 1963. O fascínio pela olaria e a vontade de criar, levaram-no a iniciar o seu contacto com a cerâmica no CENCAL em 1988. Seguiu-se um processo próprio de investigação e experimentação nas várias áreas da cerâmica de alta temperatura. Todo este estudo tem como base a cerâmica milenar Chinesa e Coreana e mais tarde a cerâmica Japonesa. Dele resultam vidrados, englobes de composição pessoal e formas muito próprias nas suas peças, onde por vezes usa materiais como a pedra, o metal e a madeira.

    Mário Reis (1971) descende de uma família de Oleiros, em que cinco gerações se dedicaram a essa arte, aprendeu as técnicas de olaria tradicional com o seu Tio Armindo Reis. Utiliza geralmente o grés nos seus trabalhos e decora-os usando uma variedade de métodos antes de sofrerem uma primeira cozedura, tais como desenho directo ou a adição de elementos realizados na roda de oleiro como parte integrante do trabalho. São utilizados vidrados e efectuada uma segunda cozedura, formando um jogo de cores que cobrem totalmente ou parcialmente as peças. Em muitas situações combina com a cerâmica outros materiais orgânicos como a madeira e não orgânicos, tais como metais e vidro transformado através de fusão.

 Fonte: Gabinete de Imprensa da CMCR


 

17-10-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A escola da Calçada de Carriche
Mário Lopes
OPINIÃO
Portugal e as Migrações: “Novos e Velhos Desafios”
Henrique Tigo
O Arquitecto Eugénio dos Santos
Luís Rosa
A nova cruz alta de Fátima
D. Serafim Ferreira e Silva
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o