Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual dos partidos vai perder mais deputados nesta eleição para o Parlamento Europeu?
PDR
PS
PSD
BE
CDS
CDU
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Sábado, 16 de Março de 2019
António Sales cita inquérito da Deco para garantir confiança dos utentes
Deputado do PS congratula-se com reforço
de recursos na Urgência no Hospital de Leiria
      
                          Intervenção de António Sales
O deputado do PS eleito por Leiria António Sales lembrou, no dia 15 de março, na Assembleia da República, que o Hospital de Leiria é “uma organização com uma cultura de gestão e de planeamento bem evidenciada” e por isso acreditada internacionalmente desde 2013.

    O coordenador socialista em matérias de Saúde referiu mesmo “a qualidade de segurança e de confiança dos utentes no hospital”, que ficou bem evidenciada num inquérito da DECO que qualifica o hospital em 13º lugar, em 42 hospitais com 85 pontos em 100 e com a referência de uma boa avaliação no serviço de urgência com 89 pontos em 100.

   António Sales, que falava durante a audição do presidente demissionário do hospital de Leiria, Hélder Roque, na Comissão de Saúde da Assembleia da República, sobre a situação vivida nas urgências, rejeitou o cenário de caos descrito por outras forças políticas. Lembrando a sua condição de médico do Hospital de Leiria, situação que merece “orgulho e reconhecimento”, o parlamentar lembrou os investimentos recentes.

    “O Centro Hospitalar de Leiria nos últimos cinco anos, entre 2013 e 2018, investiu mais de 17 milhões de euros”, afirmou, exemplificando com a reabilitação global do hospital Pombal, a reabilitação global do hospital de Alcobaça, o novo serviço de pneumologia, o hospital de psiquiatria, a nova unidade ambulatória de neurologia, a remodelação serviços farmacêuticos, os novos serviços de endocrinologia, nefrologia e reumatologia, os novos programas assistenciais na área da oncologia, entre outros.

   Apesar disso, o socialista sabe que há lacunas. “Tem obviamente problemas e por isso não escondemos a cabeça na areia”, afirmou. O parlamentar revelou que a situação mudou com a absorção de áreas de influência como Alcobaça, Pombal e Ourém. “A área de influência passou de cerca de 300.000 para 400.000 habitantes, não tendo de alguma forma sido acompanhada esta evolução nem pela dotação instalada de recursos”, reconheceu. Tratando-se de zonas envelhecidas, o problema agravou-se.

    António Sales revelou também ter conhecimento de um reforço de recursos na Urgência parta garantir “um normal funcionamento do serviço” e questionou o presidente demissionário do Hospital sobre se considera que o reforço de contratações e meios é o caminho certo para melhorar a substancialmente a situação no serviço de Urgência.
16-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o