Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Os espectadores de futebol devem poder regressar aos estádios?
Sim, com restrições
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 233 Director: Mário Lopes Sábado, 20 de Junho de 2020
Segundo a SIBS - empresa que gere a Rede Multibanco
Frequência de consumo no distrito de Leiria regressa aos níveis pré-COVID-19
   
  Dados do SIBS Analytics sobre a semana de 8 a 14 de junho
A SIBS, empresa que gere a Rede Multibanco, decidiu contribuir para a divulgação e esclarecimento do impacto do novo Coronavírus (COVID-19) nos hábitos de consumo dos portugueses, na economia local, por distrito, e sociedade em geral, e nesse sentido divulga um conjunto de indicadores de evolução de consumo relativos às últimas semanas, referente ao distrito de Leiria.

   Como se pode verificar no gráfico acima, e de acordo com os dados do SIBS Analytics relativamente à semana de 8 a 14 de junho, correspondente à sexta semana de desconfinamento em Portugal, a frequência de consumo no distrito de Leiria está neste momento exatamente ao nível registado antes do aparecimento do primeiro caso de COVID-19 em Portugal.

   De facto, no distrito de Leiria tem-se verificado uma evolução positiva da frequência de compras físicas na Rede Multibanco, sendo que, na semana em análise, registaram-se novamente os 100 pontos base – partindo de uma base de index 100, na qual 100 é equivalente à média diária do número de compras antes de ser registado o primeiro caso de infeção.

   É a quarta semana consecutiva de aumento das compras em loja com cartão bancário, depois de o consumo na região ter caído para metade em pleno Estado de Emergência e no período de maior confinamento dos portugueses. Quando comparado ao resto do país, o distrito de Leiria registou, ao longo dos últimos meses, uma frequência de compra em loja ligeiramente acima à média nacional, demarcando-se ainda mais na última semana, em que registou 16 pontos base acima da média do país.

    Quanto ao peso da utilização do MB WAY nas compras físicas no distrito de Leiria, o crescimento registado nas últimas semanas foi muito expressivo: mais que triplicou, comparativamente ao período anterior à pandemia – representando um dos distritos onde a utilização deste serviço mais cresceu nos últimos meses.

   Destacam-se sobretudo os dados da semana em análise, de 8 a 14 de junho, em que a média de compras em loja através do MB WAY registou 354 pontos base, ou seja, 254 pontos acima da média verificada antes do primeiro caso de COVID-19 em Portugal. Face ao resto do país, a utilização do MB WAY no distrito de Leiria está agora 141 pontos base acima da média nacional.

   De lembrar que os pagamentos digitais, nomeadamente o MB WAY é o método de pagamento que melhor cumpre as recomendações das autoridades de saúde neste contexto pandémico, uma vez que permite o pagamento “sem contacto”, qualquer que seja o montante.

   Relativamente aos levantamentos nos caixas automáticos MULTIBANCO, a média das operações continua abaixo do período pré-COVID, mas já bastante próxima dos níveis antes da pandemia. Na semana em análise, e em linha com a semana anterior, os levantamentos neste distrito ficaram 16 pontos base abaixo da média registada antes do primeiro caso de infeção – mas acima da média nacional, com 5 pontos de diferença. Foi no período de Estado de Emergência que o número médio de levantamentos na região atingiu o nível mais baixo, chegando a cair para perto de um terço.

    Por fim, as compras físicas realizadas no distrito de Leiria através de cartões estrangeiros mantêm-se, apesar da evolução positiva, ainda aquém do que se verificava antes do primeiro caso de COVID-19 em Portugal - 40 pontos base abaixo (o que representa que as transações estão agora a cerca de dois terços do total antes da pandemia) -, mas, ainda assim, a registar o dobro da média nacional - 30 pontos de diferença. De destacar que o dinamismo comercial da zona com cartões estrangeiros, nos últimos meses, foi sempre superior à média do país.

   Podem ser analisados outros indicadores considerados pertinentes no anexo. Para mais informações, pode consultar a equipa de Marca e Comunicação pelo endereço comunicacao@sibs.com e consultar regularmente o site www.sibsanalytics.com.

    Gestão da atividade pela SIBS face à pandemia do novo Coronavírus (COVID-19)

   A SIBS tem implementado o seu “Plano de Contingência para a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19)”, com vista a salvaguardar os seus colaboradores e garantir a manutenção dos serviços essenciais da SIBS, considerados estratégicos para o País e que têm particular relevo para a continuidade das rotinas da sociedade em geral.

   Este conjunto de medidas e de processos permite que a SIBS esteja apta a assegurar os serviços identificados como críticos e que podem ter utilizações extraordinárias resultantes do atual ambiente de crise gerado pela pandemia decretada. Entre estes serviços inclui-se, nomeadamente, a Rede Multibanco em todas as suas vertentes, bem como a operação dos sistemas de compensação dos vários sistemas suportados pela SIBS. A SIBS reitera que cada um deve ser responsável por si e pelo impacto dos seus comportamentos na comunidade.

    O alinhamento de todos, particulares e empresas, em prol do cumprimento e respeito pelas boas práticas e recomendações das autoridades de saúde são o alicerce para se ultrapassar este período de crise mundial.
 
    Fonte: LLYC
20-06-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Dia Mundial do Coração
Dr. Luís Negrão
Como se preparar para as pandemias pós-pandemia: riscos para a saúde da visão
Dr. Raúl de Sousa
Hepatites crónicas e a importância do diagnóstico precoce
DR. Arsénio Santos
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o