Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O PS merece ter maioria absoluta nas eleições legislativas?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 84 Director: Mário Lopes Segunda, 8 de Outubro de 2007
Apresentando medidas preventivas
Protecção Civil de Alcobaça preparada
para o início do ano hidrológico

     


Rio Alcoa

Começou, no mês de Outubro, o período denominado: “Ano Hidrológico 2007/2008”, caracterizado pela altura do ano em que as reservas hídricas atingem o seu mínimo, e em que o período mais chuvoso se inicia. Com responsabilidade social e numa acção preventiva, o Serviço Municipal de Protecção Civil de Alcobaça recomenda algumas medidas de precaução, relativamente a inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais, cheias motivadas pelo transbordo do leito de alguns rios e instabilidade de taludes ou deslizamentos motivados pela perda de consistência do solo.

 

      Uma acção de alerta na medida em que todos estes cenários podem ser prevenidos se, atempadamente, forem tomadas medidas que anulem ou minimizem os seus efeitos. Assim, o Serviço Municipal de Protecção Civil apela à atenção e recomenda a todos os responsáveis e munícipes do concelho para a prevenção antecipada das situações acima enunciadas. No terreno, vão continuar acções de divulgação com vista à diminuição dos riscos descritos, com o objectivo de salvaguardar a protecção dos cidadãos, do património e do ambiente.

                           Medidas preventivas
 
    Os detritos vegetais e outros materiais inertes, que durante a estação seca se depositaram ao longo das bermas ou valetas das vias de comunicação, também contribuem para situações de obstrução dos canais de escoamento. As primeiras chuvas de Outono são geralmente responsáveis pelo arrastamento destes resíduos sólidos até locais adequados (sarjetas, sumidouros, valetas) originando acumulações de águas pluviais que poderão provocar cortes de vias de comunicação ou mesmo inundações nos pisos mais baixos de edifícios.

      Assim, o Serviço Municipal de Protecção Civil de Alcobaça recomenda a limpeza e desobstrução dos sumidouros, valetas e outros canais de drenagem, removendo folhas caídas das árvores, areias e pedras que ali se depositaram previamente à época das chuvas. A verificação da funcionalidade dos sistemas de drenagem urbana é, por isso, essencial. Cada cidadão deve também tomar uma atitude pró-activa, nomeadamente assegurando a desobstrução dos sistemas de escoamento
das águas pluviais dos quintais ou varandas e a limpeza de bueiros, algerozes e caleiras dos telhados de habitações.

      Nas zonas mais vulneráveis a situações de cheia, recomenda-se também a adopção das seguintes medidas preventivas:
·      Desobstrução de linhas de água principalmente junto a pontes, aquedutos e outros estrangulamentos do escoamento;
·      Limpeza de linhas de água assoreadas;
·      Limpeza dos resíduos sólidos urbanos (muitos deles de grandes dimensões) depositados ilegalmente nos troços marginais dos cursos de água;
·      Verificação (e eventual reparação) de possíveis situações de desmoronamentos das margens das linhas de água, de modo a evitar obstruções ou estrangulamentos;
·      Inspecção visual de diques ou outros aterros longitudinais às linhas de água destinados a resguardar os terrenos marginais.

      O Serviço Municipal de Protecção Civil de Alcobaça chama a atenção de todos os responsáveis para a observância das situações acima descritas, de modo a salvaguardar a protecção dos cidadãos e seus bens, adoptando as acções apropriadas com vista à mitigação destes riscos. A Protecção Civil é uma tarefa de todos para todos.

      Fonte: Gabinete de Informação e Relações Públicas

 

08-10-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A escola da Calçada de Carriche
Mário Lopes
OPINIÃO
Portugal e as Migrações: “Novos e Velhos Desafios”
Henrique Tigo
O Arquitecto Eugénio dos Santos
Luís Rosa
A nova cruz alta de Fátima
D. Serafim Ferreira e Silva
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o