Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 228 Director: Mário Lopes Segunda, 6 de Janeiro de 2020
Com Sara Brighenti, Sara Matos, Maria Francisca Almeida Gama e Leonardo Baptista
Alcobaça assinala Dia Municipal da Educação com debate sobre poder transformador da Arte
   
                                                 Cartaz
Que tipo de conhecimentos, capacidades, atitudes e valores necessitam os estudantes para ter sucesso e modelar o seu mundo? Como podem os sistemas educativos desenvolver esse conjunto de competências? Qual o papel das Artes no caminho a percorrer? São questões pertinentes que dão o mote para o Dia Municipal da Educação, assinalado no próximo sábado, 11 de janeiro, pelas 15h00, no Auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça, com um debate focado no tema “Arte e Educação – o poder transformador da Arte”.

    A iniciativa irá contar com a presença de Sara Brighenti (Subcomissária Plano Nacional das Artes 2019-2029, um projeto dos Ministérios da Cultura e da Educação); Sara Matos (Diretora do Atelier-Museu Júlio Pomar); Maria Francisca Almeida Gama (Autora); e Leonardo Baptista (Músico - Stone Dead / Fuzzil). Quatro personalidades ligadas à Cultura que irão partilhar a sua experiência e o seu contributo para fortalecimento do setor.

    “O Dia Municipal da Educação é uma celebração do papel fulcral de Alcobaça na fundação da Escola Pública em Portugal. Este contributo pioneiro do nosso concelho deve ser um motivo de orgulho para todos os alcobacenses, e é motivador para uma reflexão sobre a Escola que queremos ter no século XXI e qual o papel da Arte e da Cultura em todo este contexto. Sublinho a qualidade dos participantes neste debate que certamente irá abrir novas perspetivas sobre esta importante relação entre a Arte e a Educação, um dos pilares fundamentais da nossa democracia”, afirma a Vereadora da Cultura e Educação Inês Silva, que irá moderar o debate juntamente com João Mateus (Academia do SIM).

DIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO
11 DE JANEIRO 2019 | 15H
Debate - “ARTE E EDUCAÇÃO – o poder transformador da Arte”
Auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça, entrada livre

Participantes:

Sara Brighenti – Subcomissária Plano Nacional das Artes 2019-2019 (Ministérios da Cultura e da Educação)

Sara Matos – Diretora do Atelier-Museu Júlio Pomar

Maria Francisca Almeida Gama – Autora

Leonardo Baptista – Músico (Stone Dead / Fuzzil)

Moderadores:

Inês Silva (Vereadora da Educação, Cultura) João Mateus (Academia do SIM)
Biografias dos participantes:

    Sara Barriga Brighenti

      
                             Sara Brighenti
Licenciou-se em Artes Plásticas/Escultura (1997, FBAUL UL). Mestre em Artes Visuais (1999, École Sint Lukas, Bruxelas). Pós-graduada em Museologia e Património (2001, FCSH UNL). Profissionalizada em Didática das Artes (2007, FPUL). Programa Avançado de Liderança (2018, INDEG-ISCTE). Fez investigação em Museus de Arte Contemporânea no âmbito da Programação de Serviços Educativos e Experiência Museal, tendo realizados estágios em vários museus em Portugal e no Museu Peggy Guggenheim, em Veneza (1999-2002). Atualmente é subcomissária do Plano Nacional das Artes e membro do grupo de projeto para os «Museus no Futuro» - Ministério da Cultura. Até Fevereiro 2019 coordenou o Museu do Dinheiro do Banco de Portugal, tendo sido responsável pela instalação deste museu e do núcleo de interpretação da Muralha de D. Dinis (2011-2016), gestão de equipas, exposições, edições, projetos com a comunidade, programação cultural e educativa.

Entre 2010/11 coordenou o serviço educativo da Casa das Histórias Paula Rego, foi consultora de programação do Teatro Viriato (2003/06), concebeu e coordenou projetos de programação e gestão de públicos para o Instituto dos Museus e Conservação (2007/12). Foi assessora do Ministério da Educação para o desenvolvimento dos programas de ensino artístico especializado (2006), consultora para a DGARTES - avaliação dos estágios INOV ART (2009/11). Concebeu e realizou atividades e projetos educativos para o CCB, Museu Gulbenkian, Museu do Chiado (1998/08). Concebeu projeto educativo para a o Alto Comissariado para as Migrações (2012). Participou no projeto Piloto de Educação Artística - Fundação Calouste Gulbenkian e Clube Unesco para a Educação Artística (2008/2010). Entre 2001 e 2005 foi coordenadora de curso e docente no ensino artístico (Escola Artística António Arroio). Docente no ensino básico e secundário (1997 a 2009) e no ensino superior, Instituto Piaget (2002/04) e Instituto Superior de Ciências da Educação (2008/09). É autora de livros, artigos e manuais escolares de Educação Visual e de suportes didáticos de interpretação e mediação artística. É formadora certificada nas áreas da museologia, programação educativa e cultural e educação museal, tendo desenvolvido projetos de formação-ação e consultoria para várias entidades como a Rede Portuguesa de Museus, Fundação C. Gulbenkian, Autarquias, Artemrede, Museus e várias entidades privadas. Desde 2000 participa regularmente como oradora em conferências, seminários e encontros. Em 2008 fundou a Associação i.Muse - Educação e Mediação na Cultura.

    Sara Antónia Matos

    
                           Sara Matos
Diretora do Atelier-Museu Júlio Pomar, desde 2012, tendo acumulado também a direção e programação das Galerias Municipais de Lisboa, desde janeiro de 2017 a março de 2019. Presentemente faz parte da Comissão Instaladora do Banco de Arte Contemporânea – BAC. É formada em Escultura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Mestre em Estudos Curatoriais e Doutorada com a tese “Da Escultura à Espacialidade” na mesma Universidade. É curadora desde 2006 tendo apresentado exposições em várias instituições, desde o CAM da FCG, FCC, Museu Berardo, etc. Publica regularmente ensaios sobre arte, em catálogos e revistas da especialidade e é coordenadora da coleção Cadernos do Atelier-Museu Júlio Pomar.

    Maria Francisca Gama

     
                  Maria Francisca Gama
Jovem escritora de 22 anos. Iniciou o seu percurso no mundo literário aos 15 anos, com a edição do livro “Em Troca de Nada”, e continuou, aos 17, com a publicação de “Madalena”. Promete que 2020 será o seu ano, com a entrega do “Profeta” aos leitores. Já percorreu dezenas de escolas de norte a sul do país, e acredita que todos os sonhos são concretizáveis se forem encarados como metas.”

    Leonardo Baptista

    
                      Leonardo Baptista
Músico eclético, iniciou o seu percurso musical no Jazz e trilha, atualmente, os caminhos do Rock com Fuzzil (vocalista, guitarrista) e Stone Dead (baixista, vocalista), contando na bagagem com 4 registos fonográficos (2 EP’s e 2 Lp’s) amplamente elogiados pela crítica especializada. Freelancer em fotografia, vídeo e edição, estuda, atualmente, na Escola Superior de Artes e Design.
 
    Fonte: GRPP|CMA
06-01-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o