Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Lei deve proibir parentes de serem membros do mesmo Governo?
Sim, sempre
Não, critério deve ser a competênca
Não, mas deve haver limites
Não sei / talvez
Edição Nº 221 Director: Mário Lopes Domingo, 14 de Abril de 2019
Região Oeste é integralmente abrangida
Programa da Orla Costeira de Alcobaça-Cabo Espichel aprovado em Conselho de Ministros
    
  Foz do Sizandro é uma das “Áreas Críticas – Relocalização”
O Programa da Orla Costeira de Alcobaça-Cabo Espichel (POC-ACE), aprovado em Conselho de Ministros a 14 de março, foi publicado esta quinta-feira, dia 11 de abril, em Diário da República. A costa do concelho de Torres Vedras passa, assim, a ser abrangida por este programa, que compreende um total de 224 km de orla costeira. O POC-ACE assume-se como um único programa especial que resulta da fusão dos Planos de Ordenamento da Orla Costeira de Alcobaça-Mafra, Cidadela-Forte de São Julião da Barra e Sintra-Sado.

   Abrangidos por este programa estão, ainda, as áreas de circunscrição territorial da Administração da Região Hidrográfica do Tejo e Oeste, da Agência Portuguesa do Ambiente, I. P., dos concelhos de Alcobaça, Nazaré, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Lourinhã, Mafra, Sintra, Cascais, Almada e Sesimbra, assim como o arquipélago das Berlengas e as lagoas de Óbidos e de Albufeira.

   Programa aponta para Tores Vedras a Foz do Sizandro como uma das “Áreas Críticas – Relocalização”

   Desta forma, ficam abrangidas as águas marítimas costeiras e interiores e respetivos leitos e margens, assim como as faixas de proteção marítimas e terrestres inseridas na área de circunscrição territorial de Torres Vedras.

   O POC-ACE estabelece a promoção da criação de uma reserva marinha local no Concelho, que decorre no âmbito da proteção e conservação do património natural e paisagístico.

   Com o objetivo de mitigar riscos nesta orla costeira, o programa aponta a Foz do Sizandro como uma das “Áreas Críticas – Relocalização”. Nestes casos, o programa estabelece que devem ser desenvolvidas “intervenções prioritárias de retirada e renaturalização das áreas edificadas em faixa de salvaguarda que revelam maior perigosidade”, onde deverão ser retirados os edifícios que se encontram abrangidos em mais de 50 % por Faixa de Salvaguarda.

    A área Peniche/Santa Cruz, englobada na Rede Natura 2000, é definida como Área com Especial Interesse para a Conservação da Natureza e Biodiversidade, enquanto Porto Novo e o Porto da Assenta são identificados enquanto Núcleos de Pesca Local.
 
     Fonte: AC|CMTV
14-04-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o