Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 80 Director: Mário Lopes Sexta, 22 de Junho de 2007
Associação de Amigos do Mosteiro de Alcobaça (AMA)
AMA aposta no turismo cultural em Alcobaça para atrair famílias de todo o País

     


Cartaz da primeira iniciativa

A Associação de Amigos do Mosteiro de Alcobaça (AMA) divulgou, no dia 14 de Junho, um ambicioso programa de turismo cultural para a cidade de Alcobaça, orientado para o segmento familiar. Tendo o Mosteiro de Santa Maria como âncora fundamental, o programa idealizado pelo empresário Carlos Gomes pretende valorizar as componente emotiva (amor eterno), artístico- (momentos musicais e de dança), gastronómica (doces conventuais e roteiro gastronómico dos Coutos de Alcobaça) e lúdica (teatro de marionetas e provas de licores). O arranque começa com o espectáculo “Venha Jantar com Mozart”, no dia 22 de Junho, no Refeitório do Mosteiro de Alcobaça.

       Estiveram na conferência de imprensa de apresentação, na sede da Associação Comercial, de Serviços e Industrial de Alcobaça (ACSIA), além de Carlos Gomes, estiveram presentes Jorge Vasco, presidente da AMA e da ACSIA, José Salgueiro e José Eduardo Reis Oliveira. O programa foi elaborado para um horizonte temporal de três anos, embora a sua continuidade dependa da obtenção de resultados positivos nos próximos seis meses.

      Carlos Gomes, gestor do balcão do Deutsche Bank em Alcobaça, é peremptório e assegura que o projecto terá de ter sustentabilidade económica por si próprio. Para a sua implementação, conta com a formação de uma rede de empresas e associações aderentes, como a SPAL, a Associação de Produtores da Maçã de Alcobaça, Relgráfica, Cisterviagens, Deutsche Bank, a Caixa Agrícola de Alcobaça e empresas de restauração da cidade.

     


José Eduardo Reis Oliveira, Carlos Gomes
e Jorge Vasco

A proposta da AMA passa pela criação de um roteiro turístico flexível de um dia, adaptado aos gostos de cada cliente. O cliente pagará apenas os serviços que contratar, sendo sempre oferecido graciosamente a visita guiada ao Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, um momento musical e uma prova de ginja. O almoço e o jantar irá incluir  sempre ingredientes da região, como a maçã de Alcobaça, a ginja, os sumos ou os doces conventuais.

       Os agentes culturais fazem também parte deste pacote turístico, estando previstas actuações diárias dos SA Marionetas, da Companhia de Dança Contemporânea (CeDeCe) e do contratenor Luís Peças, acomanhado da soprano Luiza Sawaya e pela pianista Paule Grimaldi. Do cartaz fazem ainda parte outros eventos como o Cistermúsica (a decorrer até Agosto), o espectáculo “Venha Jantar com Mozart”, uma Ceia Medieval em honra de Pedro e Inês e a Mostra de Doces e Licores Conventuais a realizar em Novembro.

      Para a divulgação deste programa, a ACSIA conta com a rede de lojas dos seus associados espalhadas pelo País e com a entrega de 300 mil folhetos em sessões de animação cultural pontual nos maiores centros comerciais do País. Carlos Gomes garante que o público-alvo deste programa são as famílias da classe média e média-alta de todo o País e não só. Em estudo está a possibilidade da vinda de excursões de turistas estrangeiros, estando por isso a decorrer contactos com um operador turístico da cidade.

      Os objectivos da ACSIA passam por comunicar, com o País, o Mosteiro de Alcobaça como oferta de turismo cultural, orientado para a família; construir programa de um dia para visitar Mosteiro Alcobaça com oferta global (desde a chegada até à partida); Mosteiro de Alcobaça como factor crítico do desenvolvimento da região Oeste; construção de plano de comunicação plurianual (3 anos); criar rede de parceiros associados – AMA parceiros. Adesão da SPAL à AMA parceiros; eleger o Mosteiro Alcobaça como uma das 7 Maravilhas de Portugal; potenciar o crescimento do número de visitantes do Mosteiro (+ 20%) em 2007; construir o conceito Terra de Paixão, associado à mais arrebatadora história de amor de sempre. Amor Eterno de Pedro e Inês; divulgar e vender produtos e serviços locais a turistas internos e externos.

      A estratégia de Carlos Gomes passa pelo Mosteiro Alcobaça como factor crítico de sucesso, uma vez que está ligado à fundação de Portugal, aloja no seu coração uma das mais arrebatadoras histórias de amor em termos universais – Amor Eterno de Pedro e Inês de Castro, beneficia da herança dos monges artistas tantas vezes pioneiros no saber e nas artes, o que permite a ligação histórica a um conjunto de actividades artesanais, industriais e culturais e mantém características únicas em termos universais na Ordem Cisterciense.

      Mário Lopes

 


 

22-06-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A Linha do Oeste, o TGV e o Aeroporto da Ota
Mário Lopes
OPINIÃO
Perpetuum mobile - Celebrar a Continuidade
Miguel Sobral Cid
XV Cistermúsica - Festival de Música de Alcobaça
Alexandre Delgado
Óbidos já é uma “Maravilha de Portugal”, mas...
Carlos Orlando Rodrigues
A importância da arquitectura nas cidades com património histórico
Carlos Bonifácio
“Ao Menino e ao Borracho mete Deus a mão por baixo…”
Isabel Ferreira e Margarida Batalha
De novo a diáspora?! Ou multilocalidade?
Alzira Simões
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o