Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O Governo deve tomar medidas mais enérgicas para conter a pandemia?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 168 Director: Mário Lopes Terça, 21 de Outubro de 2014
Opinião
As Caldas numa Rede de Cidades Termais?
  
          Jorge Mangorrinha
Uma Rede de Cidades Termais foi iniciada em Ourense (Outubro de 2005), em cuja fundação se incorporou a cidade das Caldas da Rainha. Como proponente dessa rede, no quadro do exercício de vereador, trouxe para Portugal essa integração, o que aliás foi devidamente publicitada por órgãos de comunicação nacionais e regionais. Onde é que estão os resultados para as Caldas dessa rede?

   É que o processo devia ter seguido pela “nova” equipa camarária, mas não se concretizou, aliás, como quase todos os projectos lançados nesse mandato, como já várias vezes se denunciou. Entretanto, outras cidades alargaram essa rede e mantenho uma participação regular em encontros técnicos e científicos, nacional e internacionalmente, por convite das organizações.

   Daí que a notícia publicada na semana passada pela imprensa local, sobre a integração das Caldas numa outra rede de Cidades Termais, merece o meu regozijo, mas a desconfiança quanto ao propósito, quando os protagonistas são os mesmos que nada fizeram pelos compromissos assumidos (nacional e internacionalmente), hoje deixam que o mais nobre largo da cidade (defronte do Hospital Termal) se mantenha há tanto tempo descuidado e vergonhoso, fazem uma gestão desnorteada das obras de “regeneração urbana” e se preparam para fazer do Parque e da Mata áreas de utilização à revelia das suas origens e características botânicas e paisagísticas.

   A cidade e os seus (agora) “sensíveis” responsáveis arriscam-se a ser criticados por outras que há muito trilham caminhos sustentáveis de desenvolvimento urbano e termal. Oxalá, porém, que vejam as boas práticas dessas outras realidades, para que um dia saiam da sua própria ignorância sobre o tema e do seu provincianismo político.

   20 de Outubro de 2014
   Jorge Mangorrinha
21-10-2014
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Sócrates, a Troika e os informáticos: não há governos maus!
Mário Lopes
OPINIÃO
Mulheres em idade avançada são mais afetadas pelo AVC
Dr.ª Maria Teresa Cardoso
As Caldas numa Rede de Cidades Termais?
Jorge Mangorrinha
Estenose lombar afeta 10% da população
Dr. Paulo Pereira
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o