Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 232 Director: Mário Lopes Quarta, 20 de Maio de 2020
No âmbito da transferência para a administração local dos imóveis públicos do Estado sem utilização
Município de Leiria quer gerir instalações
do Instituto da Vinha e do Vinho
    
     Imóvel localiza-se nas proximidades
               da estação ferroviária
O Município de Leiria formalizou junto do Governo a intenção de ficar na posse das instalações do Instituto da Vinha e do Vinho, na União de Freguesias de Marrazes e Barosa, no âmbito da transferência para a administração local dos imóveis públicos sem utilização que integrem o domínio privado do Estado, o domínio privado dos Institutos Públicos ou o domínio público do Estado.

   Neste contexto, o Município de Leiria pronunciou-se sobre a sua intenção de exercer o direito de preferência na gestão deste imóvel, propriedade do Instituto da Vinha e do Vinho, I.P. (IVV), localizado na Rua Olímpio Duarte Alves, na União de Freguesias de Marrazes e Barosa, tendo a comunicação prévia sido enviada aos Ministérios de Estado e das Finanças e da Agricultura, que exerce a superintendência e tutela sobre o Instituto da Vinha e do Vinho.

   Gonçalo Lopes, presidente da Câmara Municipal de Leiria, considera que se trata de “um imóvel de grande interesse que será alvo de uma intervenção de modo a devolver a dignidade o espaço, garantindo a preservação do património e a convivência harmoniosa entre as funções a que venha a ser alocado e a sua memória”.

   Depois da avaliação do imóvel em 290 mil euros, o Município optou pela solução de transferência de competências, em comparação com a possibilidade de aquisição do mesmo, podendo este valor ser aplicado na reabilitação e refuncionalização das antigas instalações do IVV.

   Refira-se que o edifício é composto por um conjunto de edifícios térreos, cuja construção data dos anos 50, destinados à armazenagem, arrecadação, destilaria e apoios diversos à vitivinicultura. Com uma área coberta de 2.293,55 m2 e área descoberta de 2.745,45 m2, o imóvel localiza-se nas proximidades da Estação de Comboios, encontrando-se devoluto e em mau estado de conservação.

    O imóvel permanecerá no domínio municipal pelo prazo desejado de 50 anos, preservando o existente e permitindo a sua colocação ao serviço do concelho.
 
   Fonte: GRPG|CML
20-05-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Cuidados a ter com a postura em situação de teletrabalho
Dr. Francisco Oliveira Freitas
A importância do uso racional dos antibióticos
Dr. Ricardo Jorge Silva
Entrar na primavera com bons olhos
Dr. Raúl Sousa
Sugestões de viagem pela nossa região no verão
Por Andrew Balza
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o