Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Os espectadores de futebol devem poder regressar aos estádios?
Sim, com restrições
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 132 Director: Mário Lopes Sexta, 21 de Outubro de 2011
De 2 de Novembro até 1 de Abril
Santarém abre II Ciclo para dar a ouvir órgãos históricos da cidade restaurados em 2009
   


Apresentação do II Ciclo de Órgão

A cidade de Santarém inicia no dia 2 de Novembro, um novo ciclo de música para dar a ouvir novamente o som dos seis órgãos históricos restaurados em 2009, que envolveram um milhão de euros de investimento e cujas obras tinham sido iniciadas há onze anos pelo mestre Dinarte Machado, especialista em organaria portuguesa do século XVIII, que este ano comemora 25 anos de carreira. Trata-se do II Ciclo de órgão de Santarém organizado pela Cul.Tur, Empresa Municipal de Cultura e Turismo de Santarém com o apoio da Diocese de Santarém, da Santa Casa da Misericórdia de Santarém e do Conservatório de Música de Santarém. 

   O evento que decorre até 1 de Abril de 2012 em várias igrejas do Centro Histórico tem como grande mecenas, a Servilusa - agências funerárias e apresenta uma programação diversificada, procurando sobretudo mostrar as várias funções que o Rei dos instrumentos pode assumir numa actuação musical: o solo, como instrumento principal num conjunto, como acompanhador, ou como membro interpares. 
   
   Ao todo são 18 concertos que este ano apresenta como novidade duas estreias que já não eram ouvidas há 200 anos. São elas: “Os Salmos de Natal”, no concerto de Ano Novo marcado para o dia 8 de Janeiro e “Responsórios de Semana Santa”, no concerto de encerramento do ciclo, no dia 1 de Abril.
   
   O programa foi apresentado no dia 20 de Outubro, em conferência de imprensa e contou com a presença do director-geral da Servilusa, António Balha e Melo e do director-geral -adjunto, Paulo Carreira, do vereador da Cultura da Câmara de Santarém, Vitor Gaspar, do administrador executivo da Cul.Tur e do director artístico do II Ciclo de Órgão de Santarém, David Paccetti.
      O evento totalmente pago pela Servilusa vai custar 37 mil e 500 euros e é sem dúvida para o director da Servilusa, António Balha e Melo, “ um projecto de grande envergadura que esperamos que envolva não só o turismo nacional como também o internacional”.
   António Balha e Melo referiu ainda que “a Servilusa tem apoiado várias acções desde a música à educação, passando pelo desporto até à cultura. Daí que um dos próximos passos será apoiar a recuperação de um órgão existente no Panteão Nacional”.
   
   A iniciativa arranca dia de 2 de Novembro, na Igreja Catedral de Santarém, às 21h00, com a Missa de Requiem de Lorenzo Perosi (1872-1956), para coro masculino e órgão,- Comemoração de Todos os Fiéis Defuntos. Uma versão acrescentada com quarteto de cordas. Intérpretes Coro Lisboa Cantat; Quarteto Arabesco; David Paccetti Correia, órgão; Jorge Carvalho Alves, direcção. Duração aprox. 60’.

   O II Ciclo de Órgão de Santarém, sempre com entradas livres, prossegue no dia 19 de Novembro, às 18 horas, na Igreja da Misericórdia, com uma conferência-recital intitulada “Os Órgãos Históricos de Santarém e a sua música”.

   Oradores: Comendador Manuel Dinarte Machado (mestre organeiro); Prof. Doutor João Vaz (organista); Eng.º Mário Augusto Henriques Rebelo (Santa Casa da Misericórdia de Santarém); Pe. Dr. Joaquim Augusto Nunes Ganhão (Sec. Gab. Catedral); Dr. Vítor Gaspar (Vereador da Cultura da Câmara de Santarém). Organista: Sérgio Silva; Apresentador: David Paccetti Correia, director artístico do Ciclo de Órgão de Santarém. Duração aprox. 60’

   E no dia seguinte, dia 20, realiza-se das 14h30 às 18h30, uma peregrinação musical pelos Órgãos Históricos de Santarém, em 7 Mini-Concertos, nas igrejas do Centro Histórico.
   A peregrinação inicia-se em São Francisco e culmina na igreja de Nossa Senhora de Jesus do Sítio. Ao todo, oito organistas, Rui Paiva, Daniela Moreira, Diogo Pombo, Margarida Oliveira, Isabel Albergaria e João Vaz, Daniel Oliveira e António Esteireiro, as sopranos Ana Leonor Pereira e Raquel Alão, e o Grupo Vocal Olissipo sob a direcção de Armando Possante.
   Dia 8 de Dezembro, pelas 16h30, na Igreja Catedral de Santarém, terá lugar um concerto a Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Santarém, pelo Conservatório de Música de Santarém, e no dia 10, às 16 horas, a Igreja de Nossa Senhora da Piedade, recebe música germânica e italiana do séc. XVIII, com Gustav Auzinger ao órgão (Áustria).
 
   Os concertos continuam no dia 17 de Dezembro. Desta vez, com um Concerto de Natal (canções tradicionais portuguesas e Christmas carols), pela Schola Cantorum da Basílica da Estrela (Pequenos Cantores & Grupo Vocal), às 16 horas, na Igreja da Misericórdia. Este concerto conta com David Paccetti Correia ao órgão e Pedro Rollin Rodrigues na direcção.
 
   Dia 8 de Janeiro de 2012, pelas 16 horas, na Igreja de S. Nicolau, há recital de Ano Novo - João Rodrigues Esteves (ca.1700-ca.1755) - Salmos de Natal - (estreia moderna absoluta) com os Pequenos Cantores de São Francisco (1737.pt): Nicholas McNair, no órgão e Diogo Pombo, na direcção.
 
   Ainda em Janeiro (dia 14), a Igreja Nossa Senhora de Jesus do Sítio, às 18h30, é palco de um concerto música barroca europeia (coro e órgão), com o Coro do Instituto Gregoriano de Lisboa. No órgão vai estar António Esteireiro e na direcção, Armando Possante. (Sujeito a confirmação) .
 
   Em Fevereiro (dia 11), o II Ciclo de Órgão de Santarém continua na Igreja de S. Nicolau, às 16 horas, com música espanhola do final do séc. XVIII (Saskia Roures Navarro (Espanha) ao órgão e no dia 25, na Igreja Catedral de Santarém, com música romântica europeia, às 16 horas. O concerto conta com Patrycja Gabrel, soprano, Carolina Figueiredo, meio-soprano e Sérgio Silva, órgão.
 
   Mais música romântica europeia, na Igreja Catedral de Santarém em Março (dia 17), às 16 horas, com Armando Possante (barítono) e António Esteireiro (órgão).
   O concerto de encerramento deste II Ciclo está previsto para 1 de Abril de 2012, pelas 16h00, na Igreja da Misericórdia, num concerto de comemoração dos 25 anos de carreira do mestre organeiro, Dinarte Machado – Frei José Marques e Silva (1780-1837 | Responsórios de Semana Santa ( estreia moderna), pela Capella Patriarchal, João Vaz, órgão e direcção.
      Fonte: Comunicação e Imagem da cul•tur - Empresa Municipal de Cultura e Turismo de Santarém. EEM.
21-10-2011
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Os Municípios e o Orçamento de Estado 2012
António Lucas
Rejeitar o colapso de Portugal
João Paulo Costa
A política da terra queimada – o caso da venda do Estádio Municipal de Leiria
Micael Sousa
O que nós não temos mas podemos ser
António Honório
Matematim ou Latinática?
Luís Reis
A Reforma da Administração Local e o concelho de Alcobaça
Luís Félix Castelhano
A Escolha
Valdemar Rodrigues
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o