Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é responsável pelo conflito entre os motoristas e as empresas transportadoras?
Os motoristas
As empresas
O Governo
Outros
Não sei
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Quinta, 21 de Março de 2019
António Costa homenageou fundador do Serviço Nacional de Saúde
Primeiro-ministro inaugurou no Cadaval
o novo Centro de Saúde António Arnaut
    
             Rui Soares, António Costa, José Bernardo Nunes,
                             Marta Temido e Pedro Folgado
Uma parceria de sucesso entre Governo e Município foi como António Costa definiu a concretização do novo Centro de Saúde do Cadaval, inaugurado a 12 de março. Já a funcionar, a nova unidade rondou os 770 mil euros e vem servir um universo de 13 200 utentes inscritos. José Bernardo Nunes espera que as novas condições sejam um atrativo para que mais médicos queiram vir para o Cadaval.

    A recém-inaugurada infraestrutura conta com uma equipa de sete médicos de família, nove enfermeiros, cinco assistentes técnicos, um assistente operacional e um higienista oral. O novo Centro de Saúde António Arnaut dispõe de nove gabinetes de consulta médica, três de enfermagem, duas salas de tratamento, um gabinete de saúde oral, uma sala de movimentos e seis gabinetes de trabalho.

    José Bernardo Nunes revelou, na ocasião, ter a Câmara unanimemente aprovado, a 5 de junho de 2018, atribuir o nome de António Arnaut (logo após a sua morte) ao novo Centro de Saúde do Cadaval, que estava, na altura, em construção. «Uma forma de a Câmara reconhecer, entre muitos outros factos da sua vida, a dedicação à constituição do Serviço Nacional de Saúde», explicou o presidente da Câmara.

   O autarca recordou ter a primeira cedência de terreno, por parte da Câmara à ARSLVT, ocorrido no ano de 1998. O edifício previsto não chegaria, contudo, a ser construído, por alegada dificuldade técnica, identificada pelo então empreiteiro, na implantação do projeto no terreno.

    «A 22 junho de 2015, foi assinado este protocolo, que cede, por 50 anos, os 3 227 m2 onde o edifício está implantado», relata o chefe do executivo camarário. «A 20 de agosto, foi assinado o contrato-programa e chegou-se a uma obra que tem um total de investimento de 770 mil euros, que são comparticipados em 480 mil por fundos comunitários e 284 pela ARS», prossegue.

    A Câmara Municipal, para além de ceder o terreno, efetuou o acompanhamento técnico da obra e comparticipou, ao nível das especialidades, o projeto de arquitetura elaborado pela ARSLVT.

    «Vamos, posteriormente, proceder aos arranjos urbanísticos, e também já está lançado o concurso para asfaltagens, na ordem de 120 mil euros», adiantou o autarca cadavalense na ocasião, referindo-se, neste último caso, à conclusão da rede viária de acesso ao novo centro de saúde.

   O edil referiu a importância da parceria entre poder local e Governo em prol da concretização do Centro de Saúde, realçando o «acompanhamento próximo», em termos de fiscalização da obra, efetuado por parte dos serviços técnicos camarários.

   «Entendemos, junto com a ARS, que esta obra poderá ajudar a que haja médicos a concorrer para o Cadaval», afirmou José Bernardo, beneficiando aqueles de instalações novas e melhores condições de trabalho. Isto porque é «ainda significativo» o número de pessoas sem médico de família no Concelho, atestou o presidente. «Já foi colocado um médico, neste último concurso, sendo que mais um médico resolveria o problema dos médicos de família», considera o edil. «O Cadaval teve, durante muitos anos, uma situação completamente contrária. Tínhamos profissionais de saúde naturais e residentes no Concelho. Nos últimos anos, uns reformaram-se, outros faleceram», explicou.

    ACES Oeste Sul elogiou empenho camarário

   António Martins, diretor executivo do ACES Oeste Sul, agradeceu à Câmara do Cadaval «todo o empenho e colaboração na área da Saúde» para com a entidade que superintende. O responsável dava como exemplo não só a obra agora inaugurada, mas outro tipo de parcerias firmadas, tais como a Unidade Móvel de Saúde (UMS) ou o mais recente projeto de criação de uma Academia de Mobilidade. «O projeto da UMS permitiu-nos partir para outros projetos de nível nacional, como o SNS24 para a Proximidade Sénior», realçou o dirigente.

   O responsável da ACES Oeste Sul enalteceu, ainda, o papel de Luís Pisco, presidente da ARSLVT, «pela visão estratégica para a rede de cuidados de saúde na região e pelo incansável apoio, acompanhamento e desenvolvimento dos cuidados de saúde primários».

    Marta Temido, ministra da Saúde, declarou «particular satisfação» na inauguração da unidade de saúde do Cadaval, que integra, segundo a própria, os cinco centros de saúde do ACES Oeste Sul, que, por seu turno, servem 223 mil utentes.

   «Esta unidade, em concreto, vai servir 13 200 utentes e vai permitir integrar, num mesmo edifício, quatro unidades distintas – uma Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (que antigamente designávamos por Centro de Saúde), uma Unidade de Cuidados na Comunidade, uma Unidade de Saúde Pública e uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados», avançou a governante. Marta Temido vê com bons olhos esta integração, por permitir ganhos muito grandes ao nível da qualidade de trabalho dos profissionais e da funcionalidade do serviço que prestam à população».

     António Costa agradeceu parceria alcançada

    Para o primeiro-ministro, António Costa, esta constitui a melhor forma de celebrar os 40 anos do SNS. «Trabalhar para ser possível continuar a melhorar a qualidade da saúde dos portugueses e a qualidade dos serviços que o SNS presta, diariamente».

    O chefe do Governo considerou da maior importância o desenvolvimento dos Cuidados de Saúde Primários. «Se o sistema hospitalar é essencial para assegurar os tratamentos diferenciados a todos, os Cuidados de Saúde Primários ganham na proximidade, na prevenção, na resposta quotidiana e, cada vez mais, na urgência», referiu.

    António Costa enfatizou a aposta na qualidade das instalações, mas também em «melhores condições para um melhor atendimento dos utentes e para que os profissionais tenham melhores condições de trabalho». O primeiro-ministro mencionou, também, o intuito de diversificar, cada vez mais, a oferta dos recursos de saúde disponibilizados em cada centro de saúde. «Apostar na proximidade é intervir o mais cedo possível e prevenir situações de maior gravidade», disse, daí a declarada «clara prioridade» dada ao investimento nas Unidades de Cuidados de Saúde Primários, em Portugal.

    O líder do Governo agradeceu a José Bernardo, presidente da Câmara do Cadaval, a parceria alcançada. «É uma demonstração cabal de que o novo quadro legal de descentralização nas áreas da saúde para os municípios não só é possível como, sobretudo, demonstra bem a enorme mais-valia que esta cooperação entre a Administração Central e o Poder Local podem fazer, para que a qualidade de saúde dos portugueses possa melhorar significativamente», apontou.

    «Estou certo de que, passando estes anos de implementação da descentralização, nós teremos, a partir de 2022, generalizado, a todo o país, esta realidade que o Senhor Presidente da Câmara já demonstrou ser a melhor forma de promover o desenvolvimento, que é trabalharmos em conjunto», acrescentou António Costa.
 
      Fonte: SCRP|CMC
21-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Festivais de Verão 2019 – Centro e Sul de Portugal
Liberdade para manifestar opinião
César Santos
A importância do Exame Médico Desportivo
Dr. Manuel Portela
Parque de auto caravanismo e passadiços de S. Martinho do Porto
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o