Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O PS merece ter maioria absoluta nas eleições legislativas?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 84 Director: Mário Lopes Domingo, 30 de Setembro de 2007
Alcobaça
António Trindade inaugura exposição de pintura na Galeria Conventual

            


António Trindade junto a um dos quadros

António Trindade inaugurou, no dia 22 de Setembro, uma exposição de pintura na Galeria Conventual, em Alcobaça. Natural desta cidade, o professor da Escola Nacional de Belas Artes caracteriza-se por apresentar nos seus quadros imagens desfocadas, algo que tem a ver com a efemeridade das coisas, mostrando assim a realidade em mutação. Gosta de provocar uma certa tensão e um certo mistério nas suas obras e de mostrar as variações da existência humana e os seus estados de alma. A exposição irá estar patente ao público até ao dia 7 de Outubro.  

            


Os quadros  monocromáticos são uma
das opções do artista

Vive em Lisboa, mas regressa a Alcobaça com alguma frequência. Filho do alfarrabista Tarcísio Trindade, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça aquando do 25 de Abril, António Trindade diz que Alcobaça não o inspirou em termos de formação estética, embora admita que a infância o marcou pelo lado obscuro. Por isso, o medo, o suspense e a surpresa são temas recorrentes na sua pintura. Gosta de cinema e dos filmes de Alfred Hitchcock, mas prefere congelar momentos, mais do que representar um aparato cénico. Os pintores clássicos fascinam-no, mas o erotismo também sobressai na sua obra.

            


O erotismo é um dos temas recorrentes
do pintor

António Trindade confessa-se um pintor realizado, tanto do ponto de vista artístico como comercial, embora admita um dia partir de malas e bagagens para uma grande cidade europeia. Trabalha com as galerias Arte Periférica, de Lisboa e Sala Maior, do Porto. Esta é a sua quinta exposição individual em Alcobaça, onde já não expunha desde 2001. Por isso, optou por fazer uma mostra retrospectiva dos seus trabalhos de 2002 a 2007.

   


"Lurdes depois de Rembrandt":
os medos retratados na tela

Para assinalar os 14 anos da Galeria Conventual, Jorge Pereira de Sampaio irá organizar em Novembro uma exposição do pintor Assis Cordeiro, inteiramente dedicada ao Mosteiro de Alcobaça. O galerista promete ainda outra exposição este ano, por altura do Natal, desta vez uma mostra colectiva dedicada a Alcobaça.

Mário Lopes
30-09-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A escola da Calçada de Carriche
Mário Lopes
OPINIÃO
Portugal e as Migrações: “Novos e Velhos Desafios”
Henrique Tigo
O Arquitecto Eugénio dos Santos
Luís Rosa
A nova cruz alta de Fátima
D. Serafim Ferreira e Silva
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o