Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 84 Director: Mário Lopes Quinta, 11 de Outubro de 2007
Marinha Grande
PS e PSD pedem eleições para a Câmara Municipal

    As concelhias do PS e PSD da Marinha Grande pedem eleições para a Câmara Municipal, por considerem o actual projecto autárquico esgotado, após o anúncio da renúncia do presidente da Câmara, até agora não concretizado.

    O Secretariado da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Marinha Grande critica, em comunicado datado de 4 de Outubro, a situação de impasse na Câmara Municipal, com “um presidente a quem mandam renunciar que não renuncia”, “um ex-sindicalista à espera da mesma  vaga para confirmar que a experiência de gerir um pequenos sindicato só poderá continuar a servir para aumentar a agitação nos conflitos de rua” e “um vereador que suporta a maioria, sem apoio do PSD, partido por quem foi eleito e onde milita.”

    O PS marinhense censura, também “a negociata entre partidos” para a substituição do actual vereador do PSD pelo 4º candidato da lista. “Tudo isto se passa no seio da coligação como se não estivessem obrigados a responder  pelos actos praticados perante  todos os marinhenses. Tudo isto existe, tudo isto se trata nos bastidores dos partidos da coligação PCP/PSD, tudo isto descredibiliza a politica local, tudo isto vai fazendo com que este Concelho vá ficando cada vez mais pobre, cada vez mais adiado”, refere a nota de imprensa.

    Para o Partido Socialista, “a autarquia está paralisada na sua forma de executar as politicas que o Concelho espera desde há praticamente dois anos. O PCP tem que dizer urgentemente qual a solução para este impasse na governação da Autarquia. A  Marinha Grande não pode continuar a pôr em risco o seu desenvolvimento. A Marinha Grande não pode continuar a ser um concelho adiado como o está a ser desde a entrada do executivo que agora se desfez”, pelo que “só  resta uma alternativa e essa passa necessariamente, por voltar a dar voz ao eleitorado marinhense para que seja ele a decidir nas urnas, por quem deseja ser governado.”

Concelhia do PSD demissionária faz balanço negativo do trabalho do Executivo

    A Comissão Política de Secção do Partido Social Democrata da Marinha Grande, reunida a 24 de Setembro, decidiu por maioria, apresentar ao presidente da Mesa do Plenário a sua demissão por considerar esgotado o esforço e empenhamento desta estrutura e dos seus autarcas eleitos, no sentido de que as propostas apresentadas ao eleitorado em 2005 fossem tidas em conta por parte do actual executivo Marinhense, liderado por João Barros Duarte.

       O PSD marinhense entende que “o PSD da Marinha Grande não pode continuar a sustentar políticas desastrosas como as que recentemente têm vindo a público, sem que se tenha em linha de conta os reais interesses da população. Esta estrutura sempre afirmou e demonstrou abertura ao diálogo, mas que seria exigente, na estrita medida em que não confundimos apoio com omissão, nem solidariedade activa com subordinação, nem lealdade com ausência de sentido crítico.”

      De acordo com estes princípios, esta Comissão Política entendeu que, ano e meio após a sua eleição interna, fazer uma avaliação e assumir publicamente que tem pontos de vista totalmente opostos em relação ao rumo traçado pelo actual executivo. O PSD marinhense faz um ponto de situação de algumas das propostas por si defendidas e a análise feita hoje:

”Mercado Municipal - defendemos a sua requalificação em 2005
Situação actual: obras paradas e decisões avulso
Consequência: encerrado pela ASAE

Mercado Novo- procura de soluções para reutilização para outros fins
Situação actual: encerrado, sem destino definido

TUMG- defendemos a reestruturação Situação actual: proposta de extinção
Consequência: recurso ao sector privado

SIMLIS - defendemos a total adesão
Situação actual: discordância por parte do actual presidente da CMMG
Consequências: arrastar no tempo a conclusão da cobertura total do saneamento

Variantes/Transito - defendemos o inicio dos processos/projectos
Situação actual: primeiro projecto em elaboração
Consequências:  arrastar por tempo indeterminado a solução dos problemas do transito no centro da cidade.

Parque da Cerca - defendemos o empenhamento do Município no sentido de se avaliar o grau da contaminação efectiva
Situação actual: nada foi feito desde o inicio do mandato
Consequências: preocupação/desconfiança junto da população

    Obras no centro Histórico - defendemos a reavaliação do impacto que a intervenção em curso podia trazer ao Comércio tradicional
Situação actual: concluídas as obras
Consequências: queixas dos comerciantes e da população em geral”

       Face ao exposto, a Comissão Política de Secção do Partido Social Democrata da Marinha Grande entende que “os marinhenses merecem mais e melhor, achamos por bem deixar que os militantes decidam, sem que seja posto em causa o espaço de liberdade/critica, que sempre existiu no PSD, o rumo a seguir no futuro.”

       No que concerne ao anúncio de renúncia por parte do PCP e à não apresentação dessa renúncia por parte de João Barros Duarte, o PSD entende que, “caso se venha a confirmar a ingovernabilidade no seio do Executivo, sugerimos que os vereadores da CDU, PSD e PS entreguem os seus Pelouros ao presidente, no intuito de provocar eleições intercalares para a Câmara Municipal.

       O PSD marinhense demarca-se ainda de notícias vindo a público em que destacados membros do PSD estariam a organizar um jantar com o intuito de homenagear e mostrar apoio ao ainda presidente da autarquia, referindo que “quem pretende estar com o PSD para se servir e não para servir de forma desinteressada a população, está a mais e desde já dispensamos a sua colaboração.”

11-10-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A escola da Calçada de Carriche
Mário Lopes
OPINIÃO
Portugal e as Migrações: “Novos e Velhos Desafios”
Henrique Tigo
O Arquitecto Eugénio dos Santos
Luís Rosa
A nova cruz alta de Fátima
D. Serafim Ferreira e Silva
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o