Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O Governo deve fazer mais para combater as alterações climáticas?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 80 Director: Mário Lopes Quarta, 13 de Junho de 2007
XV Festival de Música de Alcobaça
Schubert no seu esplendor no Cistermúsica

     


Michael Zilm e a Orquestra Metropolitana

A Orquestra Metropolitana de Lisboa e a  Orquestra Académica Metropolitana juntaram os seus músicos para uma actuação conjunta (das cordas) de “A Grande” 8ª Sinfonia de Schubert. No palco do Cine-Teatro de Alcobaça esteve, no dia 10 de Junho, uma centena de músicos interpretando uma das mais vigorosas obras da música clássica, exigindo especial preparação física para uma actuação ininterrupta de hora e meia. Sob direcção de Michael Zilm, a sinfonia do génio de Viena foi um momento de grande exaltação musical, sublinhado no final pelo público com uma longa salva de palmas. O Cistermúsica prossegue a 16 e 17 de Junho, com Sérgio Carolino e os britânicos The Orlando Consort. 

      A primeira parte do concerto foi dedicada a Nicolay Rimsky-Korsakov e ao seu "Capricho Espanhol" opus 34 (Alvorada, variações e fandango asturiano), em substituição de “O Chapéu de Três Bicos”, Suite nº2, do compositor espanhol Manuel de Falla (1876-1946), devido ao insuficiente número de violinos disponíveis para actuar neste dia. Jean Marc Burfin dirigiu a interpretação da exótica obra do compositor nacionalista romântico, militar e professor russo (1844-1908).

     


Cistermúsica celebrou Schubert

No dia anterior, foi a vez do Carducci Quartet interpretar obras de Joseph Haydn, Maurice Ravel e Antonin Dvorák, no Convento de Cós, nu concerto intitulado “A Europa do Quarteto de Cordas”. Uma vez mais, casa cheia, circunstância que enche de regozijo o director artístico do Cistermúsica. Alexandre Delgado lembra que só o primeiro espectáculo registou menor afluência, por causa da final da Taça de Portugal em futebol, apesar de ter registado também uma boa casa. 

      A redução do preço dos bilhetes para 5 euros tem sido assim uma aposta ganha nesta 15ª edição, a pensar, sobretudo, na bolsa das famílias. Estas tiveram o seu dia na manhã de 11 de Junho, com uma sessão dedicada, sobretudo, às crianças com a presença dos “Pequenos Violinos da Metropolitana”, sob a direcção de Inês Saraiva. 

      No dia 16 de Junho (sábado) às 21h30, Sérgio Carolino, acompanhado pelos Saxofínia, apresenta um programa completamente novo, com obras de estreia de Elizabeth Raum, Jim Self, Carlos Azevedo e  músicas de Mico Nissim. No dia 17 (domingo) às 18 horas, na Nave Central do Mosteiro de Alcobaça, é a vez dos consagrados Orlando Consort apresentarem um concerto que se espera transcendente com um repertório da Idade Média de Inglaterra que, miraculosamente. O Festival de Música de Alcobaça prolonga-se este ano até 19 de Agosto, por iniciativa da autarquia, que pretende tirar assim partido da época turística.

      Mário Lopes

13-06-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A Linha do Oeste, o TGV e o Aeroporto da Ota
Mário Lopes
OPINIÃO
Perpetuum mobile - Celebrar a Continuidade
Miguel Sobral Cid
XV Cistermúsica - Festival de Música de Alcobaça
Alexandre Delgado
Óbidos já é uma “Maravilha de Portugal”, mas...
Carlos Orlando Rodrigues
A importância da arquitectura nas cidades com património histórico
Carlos Bonifácio
“Ao Menino e ao Borracho mete Deus a mão por baixo…”
Isabel Ferreira e Margarida Batalha
De novo a diáspora?! Ou multilocalidade?
Alzira Simões
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o