Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Domingo, 9 de Setembro de 2018
26 cursos de licenciatura completam todas as vagas disponíveis
Politécnico de Leiria coloca 1.566 estudantes
na 1ª fase do concurso nacional de acesso
  
                        Sede do Politécnico de Leiria
O Politécnico de Leiria coloca 1.566 novos estudantes nas suas licenciaturas, resultado da primeira fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) ao Ensino Superior. Rui Pedrosa, novo presidente do Politécnico de Leiria, salienta que «os resultados da primeira fase são globalmente muito positivos, e esperamos preencher a generalidade das vagas disponíveis nas restantes duas fases e nos concursos e regimes especiais. Apesar do número dos colocados este ano ser ligeiramente inferior a 2017 (1625 alunos), Rui Pedrosa acredita que com estes resultados, o IPL irá aumentar o número global de estudantes no ano letivo 2018/2019.

   Da oferta formativa do Politécnico de Leiria no que respeita a licenciaturas, 26 cursos preencheram já a totalidade das vagas disponíveis: Serviço Social, Educação Social, Relações Humanas e Comunicação Organizacional, Tradução e Interpretação: Português/Chinês - Chinês/Português, Desporto e Bem-Estar (diurno), e Comunicação e Media da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS); Administração Pública, Engenharia Informática (diurno), Gestão (diurno), Marketing, Solicitadoria, Biomecânica, Jogos Digitais e Multimédia da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG); Design Gráfico e Multimédia (diurno e pós-laboral), Design de Produto – Cerâmica e Vidro, Artes Plásticas, Design Industrial, Teatro, Som e Imagem, e Design de Ambientes da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR); Gestão Turística e Hoteleira, e Turismo, da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM); Dietética e Nutrição, Enfermagem, e Fisioterapia da Escola Superior de Saúde (ESSLei).

   A ESAD.CR preencheu 99,4% das vagas disponíveis, seguindo-se a ESSL e a ESECS, que ocuparam, respetivamente, 84,3% e 80,9% das suas vagas. Entre os cursos que completaram a totalidades das vagas colocadas a concurso, os que registaram a média de entrada mais alta – do último estudante colocado – foram: Design Gráfico e Multimédia (143,5), Tradução e Interpretação: Português/Chinês-Chinês/Português (140,9), Fisioterapia (141,6), Design Industrial (134,5) e Teatro (134,5).

   Fonte: Midlandcom
09-09-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o