Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
A Linha do Oeste deve ser requalificada?
Até Caldas da Rainha
Até Leiria
Em toda a extensão
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Sábado, 15 de Setembro de 2018
Obras no edifício em Torres Vedras avançam em breve
Museu Joaquim Agostinho vai ser edificado no antigo refeitório da Casa Hipólito

  
                        Carlos Bernardes e Mário Correia
Foi assinado, no dia 12 de Setembro, o Contrato de Empreitada para Reabilitação de Edifício para o Museu Joaquim Agostinho. O contrato, assinado por Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, e Mário Correia, presidente do Conselho de Administração da Secal – Engenharia e Construções, SA, contempla a reabilitação e adaptação do antigo refeitório da Casa Hipólito, em Torres Vedras, para albergar as instalações do museu.

   Rui Brás, chefe da Divisão da Cultura, Património Cultural e Turismo da Câmara Municipal de Torres Vedras, deu início à cerimónia de assinatura, que se realizou nas futuras instalações do museu, com a apresentação do programa funcional. Seguiu-se a apresentação do projeto da intervenção a realizar, por João Carriço, arquiteto da Câmara Municipal de Torres Vedras.

   Delmino Pereira, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, demostrou disponibilidade por parte da Federação para “colaborar na dinamização do museu” com o objetivo de dar a conhecer a modalidade e o legado deixado por Joaquim Agostinho. Também Carlos Bernardes falou na importância de relembrar “a figura maior que foi Joaquim Agostinho” de um ponto de vista pedagógico e educativo.

   O autarca está convicto que o “museu irá ao longo da sua história trazer muitas personalidades do ciclismo internacional até Torres Vedras”, sendo por isso uma mais-valia para o desenvolvimento local. Carlos Bernardes relembrou também que as "Agostinhas" têm cada vez mais utilizadores e importância de, em associação com o museu, continuar a promover a utilização da bicicleta.

   Recorde-se que, desde 2014, a Câmara Municipal de Torres Vedras encontra-se a reunir informações e objetos relacionados com o trajeto desportivo de Joaquim Agostinho, tendo já adquirido o espólio de Francisco Araújo, mecânico do atleta, e chegado a acordo para a cedência em rotatividade do espólio detido pela família de Joaquim Agostinho.

   A obra vai ter um custo de 576.801,70 euros e prevê-se que a execução da empreitada esteja concluída em 2020.

   Fonte: AC|CMTV
15-09-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
De que matéria se faz esta cidade?
Jorge Mangorrinha
A Guida fugiu com um rapazola ou o pé da Luizinha Carneiro
Fleming de Oliveira
Peso das mochilas não provoca escoliose
Dr. Nuno Neves
Explosão tecnológica abre a porta à inteligência artificial
Joaquim Vitorino
Não se esforce em demasia: dores nos pés podem ser sinal de fasceíte plantar
Drª Fátima Carvalho
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o