Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Domingo, 14 de Outubro de 2018
Rajadas de vento derrubaram a vedação de proteção da Base Aérea de Monte Real
Tempestade “Leslie” provoca danos materiais avultados em toda a região
  
                        Queda de árvore na Martingança
O balanço do Leslie da Autoridade Nacional da Proteção Civil aponta para 2495 ocorrências, das quais 1218 se deveram a quedas de árvores, 28 feridos e 61 desalojados, um dos quais em Leiria. O distrito de Coimbra foi o mais afetado, seguido de Aveiro, Leiria e Viseu, com danos materiais relevantes em muitos edifícios e na rede elétrica, devido às rajadas de vento que se fizeram sentir ao final desde o início da noite de sábado até meio da madrugada de domingo. De referir que a Guarda Nacional Republicana foi obrigada a garantir a segurança ao perímetro da Base Aérea de Monte Real, no concelho de Leiria, devido à queda da sua vedação de proteção.

   Considerando as condições meteorológicas adversas causadas pela passagem da tempestade “Leslie”, a Guarda Nacional Republicana, entre as 20h de sábado e as 8h de domingo, em todo o território nacional, a GNR levou a efeito um conjunto de medidas preventivas e de intervenção operacional, através da intensificação do patrulhamento rodoviário, vigilância da orla costeira e de infraestruturas críticas, que visaram garantir a tranquilidade pública e a segurança e proteção das pessoas e dos seus bens,

   Nestas ações de prevenção e de intervenção de primeira linha, a GNR registou dezenas de ocorrências, das quais se destacam 11 cortes e/ou condicionamentos de trânsito de vido à queda de árvores, cabos elétricos, placas de sinalização, entre outros, em autoestradas, itinerários principais e estradas nacionais.

   Destaque ainda para a queda da torre de observação do Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo (SIVICC), na praia da Leirosa – Figueira da Foz, da qual resultaram danos em habitações circundantes e a evacuação de quatro moradores (sem quaisquer ferimentos), estando o seu realojamento a ser processado junto da Cruz Vermelha Portuguesa.

   No âmbito das atividades relacionadas com a passagem da tempestade “Leslie”, e no período referido, a GNR empenhou um total de 442 viaturas e 962 militares, dois dos quais sofrerem ferimentos ligeiros, tendo recebido tratamento hospitalar.
14-10-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
De que matéria se faz esta cidade?
Jorge Mangorrinha
Peso das mochilas não provoca escoliose
Dr. Nuno Neves
Explosão tecnológica abre a porta à inteligência artificial
Joaquim Vitorino
A Guida fugiu com um rapazola ou o pé da Luizinha Carneiro
Fleming de Oliveira
Não se esforce em demasia: dores nos pés podem ser sinal de fasceíte plantar
Drª Fátima Carvalho
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o