Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 214 Director: Mário Lopes Sexta, 19 de Outubro de 2018
Estragos estimados em 5 milhões de euros
Tempestade Leslie causa na Marinha Grande mais prejuízos privados que públicos
  
            "Leslie" derrubou árvores de grande porte
A Câmara Municipal da Marinha Grande tem equipas a proceder a trabalhos de limpeza e remoção de escombros, devido aos estragos provocados pela tempestade Leslie, registada no passado fim de semana.

   O concelho da Marinha Grande sofreu danos em escolas, via pública, jardins e equipamentos, para além de muitos danos em propriedade privada. As zonas mais afetadas foram a Praia da Vieira e S. Pedro de Moel, onde há estragos em telhados, coberturas e hotelaria/restauração e no interior do pinhal com a queda de muitas árvores. Há também a informação de duas empresas industriais que sofreram danos.

   Os serviços municipais, divididos em várias equipas, estão a trabalhar para repor a normalidade em todo o concelho através da limpeza da via pública, remoção de resíduos verdes, abate e remoção de árvores, limpeza com varredora mecânica, reposição de mobiliário urbano, paliçadas e sinalização vertical, substituição de contentores e ecopontos, paliçadas, verificação de coberturas, substituição de instalações elétricas, reparação de muros de vedação, substituição dos vidros partidos e caixilharias, portas e portões.

   A presidente da Câmara, Cidália Ferreira, informa que “em parceria com Comando Territorial da GNR de Leiria, Comando Distrital de Operações de Socorro, ICNF e as Juntas de Freguesia do nosso concelho, estão a fazer um levantamento exaustivo de todas as situações, não só para as devolver à normalidade como também para, em estreita ligação com a CCDRC, se perceber quais as situações em que se poderá beneficiar de financiamentos públicos”. “Embora os danos públicos sejam muitos e muito variados, estimamos que os prejuízos privados sejam superiores”, refere a autarca.

   A presidente acrescenta que “o ICNF informou o Município que irá proceder ao encerramento de algumas estradas florestais em zonas que não foram afetadas pelo incêndio de 2017, pelo risco eminente de queda de árvores”.

   Cidália Ferreira salienta que “estamos totalmente solidários com as pessoas que sofreram perdas materiais durante esta tempestade e tudo faremos para os auxiliar na procura de soluções para os problemas."

   A Câmara Municipal da Marinha Grande apela à população para que adote as medidas preventivas adequadas para a salvaguarda de pessoas e bens. Alerta-se, ainda, que deve ser evitada a permanência ou circulação nas zonas mais afetadas pelo mau tempo, nomeadamente nas zonas costeiras e nas imediações de espaços florestais.

   Estragos da tempestade Leslie estimados em 5 milhões de euros

  
Cidália Ferreira visitou locais mais afetados pela tempestade
A presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande informou ainda que os danos públicos e de particulares provocados pela tempestade Leslie no concelho estão, neste momento, estimados em cerca de 5 milhões de euros.

   Cidália Ferreira esclarece que “os serviços municipais estão a fazer o levantamento exaustivo de todas as situações de prejuízo, para as comunicarmos à CCDRC, estimando-se, à data de hoje, que os danos ascendam aos 5 milhões de euros”.

   “Temos garantida a reabertura no dia de 18 de outubro da única escola sob a tutela do Município que ainda permanecia encerrada, depois da resolução das principais reparações na Escola do 1º CEB da Praia da Vieira”, garante a Presidente.

   Segundo Cidália Ferreira, “as nossas equipas continuam no terreno, a proceder às operações de limpeza e reparação dos estragos decorrentes da tempestade que assolou o nosso concelho, no último fim de semana”.

   Câmara aprova autorização excecional devido à tempestade Leslie

  
      Execução de obras ficam isentas de controlo prévio
   para reparação dos danos provocados pela tempestade
A Câmara Municipal da Marinha Grande aprovou, por unanimidade, na sua reunião de 17 de outubro, autorizar excecionalmente a ocupação da via pública e execução de obras isentas de controlo prévio, para reparação dos danos decorrentes da passagem do furacão Leslie, na área do concelho.

   A autorização vigora para o período de um mês e abrange “todos os munícipes afetados pela intempérie ocorrida entre 13 e 14 de outubro de 2018, com necessidade de intervenção urgente para reparação dos danos causados pela passagem do furacão Leslie, a ocupar a via pública com andaimes, contentores, vedações, coberturas provisórias, gruas, guindastes e similares, ou outros elementos necessários à execução da obra, sem prévia solicitação de autorização à Câmara, e consequente obtenção de alvará de licença de ocupação de via pública, não sendo, também, necessária a comunicação de início dos trabalhos respeitantes a obras de conservação e reparação dos referidos danos”.

   Para a presidente da Câmara Municipal, Cidália Ferreira, “especialmente numa situação como esta, consideramos que o município deve ser um órgão facilitador do processo de reconstrução do nosso concelho”.

   A deliberação foi tomada considerando que “a área do concelho da Marinha Grande foi fortemente fustigada pela passagem do furacão Leslie, que atingiu o nosso território entre os dias 13 e 14 de outubro de 2018” e que se “verifica a existência de uma área bastante significativa com danos e elevados prejuízos em habitações e edifícios destinados a exercício das mais diversas atividades económicas”.

   “As condições climatéricas atuais exigem a rápida intervenção nas edificações afetadas pela intempérie, por forma a não aumentar os prejuízos já bastante graves” e a segurança de pessoas e bens “depende da reposição célere dos danos provocados”.

   Fonte: AI|CMMG
19-10-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o