Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 214 Director: Mário Lopes Quinta, 8 de Novembro de 2018
Investimento de cerca de 400 mil euros
Câmara Municipal de Ourém aprova expansão do Parque da Cidade António Teixeira
  
                        Parque da Cidade António Teixeira
O projeto de execução referente à 1ª fase de expansão do Parque da Cidade António Teixeira foi aprovado na reunião de Câmara de 5 de novembro e vai permitir a requalificação da zona ribeirinha existente entre as Piscinas Municipais de Ourém e a Rua Marquês de Valencia.

   A 1ª fase de expansão do Parque da Cidade António Teixeira corresponde a uma área de intervenção de cerca de 7000 m2, com uma extensão de 250 metros. Para o efeito foram efetuadas negociações com os proprietários dos terrenos para a sua aquisição e foi concluído o projeto de execução.

   O projeto contempla as especialidades de arquitetura paisagística, fundações e estruturas, drenagem de águas residuais, rede elétrica e iluminação pública, além da limpeza, valorização e consolidação dos taludes da Ribeira de Seiça e o prolongamento da rede de percursos e da estrutura verde.

   O projeto foi submetido à análise dos vários serviços camarários intervenientes, da Be Water, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, da Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo e da Agência Portuguesa do Ambiente. A intervenção tem um valor estimado de 373 mil euros, acrescida do valor da taxa de IVA em vigor, e o projeto será agora integrado no processo de candidatura PEDU.

   O Parque da Cidade António Teixeira foi construído com a intenção de criar um espaço urbano capaz de responder a um conjunto de necessidades, nomeadamente a disponibilização de espaços de fruição lúdica e desportiva, espaços para a realização da feira, entre outras iniciativas, e também para dar resposta a preocupações ambientais com a recuperação das margens da Ribeira de Seiça e uma correta articulação entre o tecido urbano adjacente e o espaço natural da ribeira.
 
   Fonte: EMICEP|CMO
08-11-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o