Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O Governo deve reconsiderar a construção do Aeroporto da Ota?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 156 Director: Mário Lopes Domingo, 27 de Outubro de 2013
III Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça decorre até 1 de novembro
Vencedor do Escalão Sénior do CIMCA 2013 vai atuar na África do Sul
       


Júri do CIMCA2013

   O III Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça (CIMCA), iniciou-se no dia 27 de outubro, com a apresentação do concurso e o sorteio das provas eliminatórias. O CIMCA tem como objetivo a divulgação da Música de Câmara, premiando o esforço, o talento e a criatividade dos participantes, conta na sua edição de 2013 com a presença de 24 grupos e instrumentistas oriundos de 12 países diferentes. O concurso é uma organização da Câmara Municipal de Alcobaça (CMA) e da Banda de Alcobaça (BA), com produção da Academia de Música de Alcobaça (AMA). 

   Entre os participantes contam-se na sua maioria grupos e instrumentistas oriundos de Portugal, mas também de países como Espanha, Alemanha, França, Itália, Holanda, Polónia, Grécia, Letónia, Lituânia, Rússia e Japão, num total de cerca de 24 formações a concurso e com a presença de perto de 70 músicos, divididos entre as duas categorias (Júnior e Sénior).

   Os vencedores na Categoria Júnior receberão um prémio de 2500 euros (patrocinado pela Fundação Inatel) e a oportunidade de se apresentarem em concerto no Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça (2014). Para a Categoria Sénior, o prémio será de 4 mil euros, também com concertos no Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça (2014), Festival Internacional de Música de Câmara de Stellenbosch (África do Sul, 2014) e Centro Cultural de Belém (2014).

      


Apresentação dos concorrentes seniores

   Na apresentação do CIMCA 2013, presidente da direção da Academia de Música de Alcobaça, salientou o objetivo do festival em “divulgar a música de câmara premiando o esforço, talento e a criatividade dos participantes”. Rui Morais realçou que o III Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça é o “festival mais internacional de sempre”.

   Por seu turno, o diretor artístico do Concurso agradeceu a todos os patrocinadores do festival o seu inestimável apoio e destacou que, “apesar dos constrangimentos inerentes à atual situação do País e do Mundo subimos mais um degrau nesta caminhada, apresentando uma parceria internacional da maior relevância.” António Rosa referia-se ao Festival Internacional de Música de Câmara em Sttellenbosch – África do Sul, que recebeu de braços abertos a proposta da organização e se prontificou a receber o vencedor do Escalão Sénior durante o certame de 2014.

   António Rosa referiu ainda que “uma vez mais conseguimos reunir condições excelentes para que todos, sem exceção, possam participar neste Concurso”, além da parceria internacional com o Festival Internacional de Música de Câmara em Sttellenbosch permitir “que o intercâmbio cultural internacional seja uma realidade e uma constante para aqueles que decidem participar no CIMCA.”
   
   


Apresentação dos concorrentes juniores

   O Júri do CIMCA 2013 é composto por António Rosa (Presidente do Júri e Diretor Artístico), Abel Pereira (Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e ESMAE), Aníbal Lima (Academia Nacional Superior de Orquestra), Antonio Pompa-Baldi (Cleveland Institute of Music), Jean-François Lézé (Escola Profissional de Viana do Castelo) e Luiz Fernando Pérez Herrero (Escuela Superior Reina Sofia, Madrid).

   Lista dos participantes do III Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça – CIMCA.

   Categoria Sénior
(grupos que não excedam em média os 30 anos de idade)

Dryads Duo – Duo de Violino e Piano (Portugal)
Vitaly Vatulya & Maria Nemtsova Duo – Duo de Saxofone e Piano (Rússia)
Hiller Sieber Duo – Duo de Piano e Violoncelo (Alemanha)
R2T2 – Duo de Guitarras (França)
Quinteto Argo Navis – Quinteto de Flauta, Oboé, Clarinete, Trompa e Fagote (Portugal)
Duo Beitan Sarti – Duo de Violoncelo e Piano (Letónia e Itália)
Marina Pacheco & Olga Amaro – Duo de Canto e Piano (Portugal)
Pulsat Percussion Group – Quarteto de Percussão (Portugal)
Trio Rodin – Trio de Violino, Violoncelo e Piano (Holanda)
Duo Jota – Duo de Flauta e Guitarra (Portugal)
Daniels´Satyre – Duo de Percussão e Flauta (Portugal)
Trio Ímpar – Trio de Saxofone, Violino e Piano (Portugal)
Quarteto de Cordas de Sintra – Quarteto de Violino, Viola e Violoncelo (Portugal)
Quarteto Contratempus – Quarteto de Canto, Clarinete, Violoncelo e Piano (Portugal)
Trio 92 – Trio de Piano, Violino e Violoncelo (Grécia e Polónia)
Fussion Percussion Duo – Duo de Percussão (Espanha)
Trio Météore – Trio de Violino, Saxofone e Piano (Japão)
Baltic Duo – Duo de Violino e Piano (Lituânia)
Duo “8 e 15” – Duo de Piano e Saxofone (Itália)
 
   Categoria Júnior
(grupos que não excedam em média os 20 anos de idade)

Stravinstrio – Trio de Piano, Violino e Clarinete (Portugal)
Trio Púrpura – Trio de Clarinete, Violino e Piano (Portugal)
Opus 3 – Trio de Piano, Violino e Violoncelo (Portugal)
Éclatant Ensemble – Sexteto de Flauta, Oboé, Fagote, Trompa, Clarinete e Piano (Portugal)
Incertus Trio – Trio de Flautas (Portugal)
 
   Mónica Alexandre
27-10-2013
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
O Governo do descaso
Mário Lopes
OPINIÃO
Mudar Alcobaça, mas para melhor
Luís Guerra Rosa
A Hipoteca do Futuro pelos Foguetes do Presente
Tiago Carrão
O novo Programa Estratégico de Reabilitação Urbano (PERU)
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o