Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Os espectadores de futebol devem poder regressar aos estádios?
Sim, com restrições
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 236 Director: Mário Lopes Terça, 8 de Setembro de 2020
Atividades letivas têm início no dia 17 de setembro
Orfeão de Leiria aluga sala gigante no Estádio Municipal para garantir distanciamento social
   
 Sede do Orfeão de Leiria Conservatório
                             de Artes
O Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OLCA) prepara-se para regressar às atividades letivas presenciais, seis meses depois de ter sido decretado o primeiro estado de emergência em Portugal, que obrigou à suspensão das aulas em regime presencial e a uma adaptação dos docentes e estudantes ao ensino à distância.

    O início das aulas de música e dança, agendado para o próximo dia 17 de setembro, marca o regresso de alunos e professores à instituição, estando garantido o cumprimento de todas as normas de segurança da Direção-Geral de Saúde (DGS). «O nosso plano de contingência já está aprovado e temos implementadas todas as normas de segurança necessárias para um início seguro do ano letivo 2020/2021. Apesar de estarmos ainda a tentar minimizar os problemas dos cortes significativos nas vagas de ingresso nos cursos básico e secundário do regime articulado em música, estamos todos a postos para iniciarmos as aulas em regime presencial», assegura o Presidente do Orfeão de Leiria, Vítor Lourenço.

   Para garantir a segurança de alunos, docentes e colaboradores não docentes, além do reforço do pessoal auxiliar e da limpeza dos espaços comuns, o OLCA tem agora à disposição uma sala no Estádio Municipal de Leiria que assegura as devidas distâncias de segurança: «Com esta sala espaçosa, todas as aulas de conjunto e orquestra, que envolvem mais instrumentos e alunos, podem decorrer naturalmente e com a devida segurança. Nas nossas instalações não tínhamos espaços suficientemente amplos para podermos ter todos os alunos a ensaiar em conjunto, pelo que esta solução é uma conquista importante», explica Vítor Lourenço.

   Recorde-se que, após ter sido decretado pelo Governo o estado de emergência em Portugal devido à pandemia de Covid-19, a 19 de março de 2020, todas as atividades presenciais no OLCA foram suspensas, tendo a instituição apostado na modalidade de ensino à distância até ao final do ano letivo 2019/2020. «Após a interrupção letiva da Páscoa, estabeleceu-se que a plataforma Teams da Microsoft seria a plataforma preferencial para a realização de todas as aulas do Orfeão. A escolha desta ferramenta deveu-se, sobretudo, ao facto de funcionar em articulação com a plataforma Musa, usada na gestão das atividades por todos os colaboradores», refere o Presidente da Instituição, que, após o término das atividades letivas, realizou um inquérito junto dos encarregados de educação (EE) sobre a implementação da modalidade de ensino à distância.

    No inquérito foram obtidas 297 respostas de um universo de 707 alunos, excluindo aqueles que frequentam o CSOL (Conservatório Sénior de Leiria) e o Curso de Jazz, ou seja, cerca de 42% da população em estudo. No total das 297 respostas, 248 são relativas a alunos da Escola de Música, e 49 são de alunos da Escola de Dança.

    “Conseguiu ter acesso a computador e ligação à internet sempre que foi necessário?”, “O professor conseguiu fazer o acompanhamento à distância da aprendizagem?”, e “As tarefas/atividades atribuídas pela professora foram em número excessivo?”, foram algumas das questões do inquérito, que continha ainda uma pergunta de resposta aberta que solicitava aos EE comentários ou sugestões que pudessem melhorar as metodologias/atividades no âmbito do ensino à distância no Orfeão de Leiria.

    «Com este feedback dos encarregados de educação conseguimos estar mais preparados para uma eventual segunda vaga, uma vez que já sabemos os aspetos positivos e negativos da modalidade de ensino à distância que foi implementada no final do ano letivo anterior no Orfeão. Obviamente que a modalidade de ensino à distância não é, de todo, a mais indicada para o ensino de música e dança. No entanto, face ao contexto que estamos a atravessar, e apesar de todos os constrangimentos inerentes a esta modalidade, é de realçar a forma eficaz e célere com que os professores conseguiram chegar aos alunos e o modo como estes também se envolveram em todo o processo”, realça Vítor Lourenço.

   Esta foi precisamente a opinião da generalidade dos encarregados de educação que responderam ao inquérito realizado pelo OLCA, que elogiaram a atuação da instituição e o trabalho dos professores. «Dadas as contingências atuais em que todos vivemos, considero que o Orfeão de Leiria atuou rapidamente e de acordo com a expectativa dos pais e alunos. Os professores conseguiram motivar os alunos, o que é muito importante para qualquer aluno», referiu um encarregado de educação no inquérito. Na mesma linha de pensamento, um outro EE defendeu que, «apesar de não serem as condições ideais de aprendizagem, pois o ensino presencial é extremamente importante, o ensino à distância funcionou bastante bem. Parabéns Orfeão!».

    No inquérito os encarregados de educação não deixaram também de elogiar a realização do evento “Festival Beira Rio”, que anualmente encerra o período letivo, e que este ano decorreu num formato distinto. «É um festival muito importante para toda a instituição que não quisemos deixar de realizar. Perante o cenário deste ano, e tendo em conta os constrangimentos da situação vivida, o evento teve uma nova roupagem, passando a designar-se “Beira Rio, em tua casa 2020”, e consistiu em quase 12 horas de emissão em direto na Internet, com vídeos das várias performances dos alunos e entrevistas com docentes e convidados», explica o presidente do OLCA, que se mostra expectante para o início do novo ano letivo: «Vamos, como sempre, receber entusiasticamente os nossos alunos, pois acreditamos no contributo das Artes para a educação”.

    Fonte: Midlandcom
08-09-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Dia Mundial do Coração
Dr. Luís Negrão
Como se preparar para as pandemias pós-pandemia: riscos para a saúde da visão
Dr. Raúl de Sousa
Hepatites crónicas e a importância do diagnóstico precoce
DR. Arsénio Santos
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o