Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem foi o principal vencedor das eleições para o Parlamento Europeu?
PS
Bloco de Esquerda
PAN
Outro
Edição Nº 218 Director: Mário Lopes Sexta, 11 de Janeiro de 2019
De cinco escolas
.Município de Leiria promove projeto que leva musicoterapia a 37 alunos do concelho
   O Município de Leiria está a promover o projeto “O som das Emoções”, no âmbito do Projeto Educativo Municipal, que leva a musicoterapia a 37 alunos do pré-escolar e 1.º ciclo que frequentam a salas dos Centros de Apoio à Aprendizagem da EB Dr. Correia Mateus, EB Cruz D’Areia, EB Coimbrão, EB Colmeias e EB Maceira.

   As sessões decorrem em contexto não verbal, em que a música, a dança e as expressões serão os mediadores das diversas técnicas a implementar durante cada sessão: canção de boas vindas, audição/entoação com ou sem mímica de cantos rítmicos e melódico com reprodução vocal e instrumental, estimulação individualização de cada criança, canção de despedida.
Segundo o relatório de avaliação do 1.º período letivo, é notório o envolvimento, reação aos estímulos e felicidade que as crianças demonstram no decorrer da sessão.

   “O balanço deste primeiro período é bastante positivo, pelo que a musicoterapia se revela um importante recurso terapêutico coadjuvante do processo global que visa contribuir para a estimulação e desenvolvimento de competências cognitivas, motoras, sociais, emocionais, abrindo canais de comunicação quer do ponto de vista do contexto pedagógico quer da promoção de bem-estar e qualidade de vida, dado o âmbito de alguns alunos se situar mais neste registo do que propriamente na aprendizagem”, refere o documento.

   A intervenção é realizada em grupo, apoiada pelas docentes e assistentes operacionais, semanalmente, com a duração de 45 minutos.
“A música tem sido utilizada, desde sempre, para comunicar e despertar sentimentos, influenciando profundamente os seres humanos. É uma forma de arte à qual poucos conseguem ficar indiferentes”, destaca Helena Brites, coordenadora do projeto.

   Para além dos efeitos fisiológicos, a música tem a função de organizar o pensamento, a componente emocional, revelando uma influência na função psíquica e na memória. Desencadeia respostas emocionais (prazer, excitação, tristeza, medo…) relacionando-as com significados simbólicos.

   De acordo com a definição da Federação Mundial De Musicoterapia (WFMT), “a musicoterapia procura, desenvolver e/ou restabelecer potenciais funções do individuo para que este alcance uma melhor organização intra e/ou interpessoal e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida através da prevenção, reabilitação ou tratamento.”
 
   Fonte: GRPGCML
11-01-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
O Governo do descaso
Mário Lopes
OPINIÃO
A Hipoteca do Futuro pelos Foguetes do Presente
Tiago Carrão
O novo Programa Estratégico de Reabilitação Urbano (PERU)
Carlos Bonifácio
Mudar Alcobaça, mas para melhor
Luís Guerra Rosa
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o