Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 233 Director: Mário Lopes Domingo, 21 de Junho de 2020
Cartaxo
Reforço de fiscalização da GNR irá permitir reabrir o trânsito na área da Fluvina de Valada
· 
                              Parque de Merendas de Valada
A Câmara Municipal do Cartaxo começou a executar, a partir de 20 de junho, o Plano de Contingência dedicado exclusivamente a regular o uso do espaço público na zona ribeirinha da freguesia de Valada.

· As áreas da fluvina e de estacionamento irão estar abertas este fim de semana assegurado que está o reforço da fiscalização por parte da GNR. Pedro Magalhães Ribeiro afirma que “o reforço do patrulhamento era condição essencial para colocar no terreno este Plano de Contingência. A fiscalização permite abrir o espaço a mais pessoas em melhores condições de segurança.”

· A decisão foi tomada no âmbito do briefing de proteção civil, no decurso do qual foram ouvidas as forças de segurança, a presidente da Junta de Freguesia de Valada e a Autoridade de Saúde Pública.

· Para Pedro Magalhães Ribeiro “a defesa da saúde pública constitui a principal preocupação da Câmara Municipal. O combate à Covid-19 não terminou e todas as decisões tomadas são reversíveis a qualquer momento. Nos dias que vivemos é necessário entender que as regras criadas não são para incomodar ninguém, são antes para defender e promover a saúde pública de todos”.

· O Plano de Contingência contém recomendações, mas também proibições explícitas que “o reforço de patrulhamento, que nos foi assegurado pela GNR, permitirá reforçar a fiscalização, de modo a dissuadir comportamentos de risco”. Todos queremos ter este espaço disponível para as famílias, para aqueles que cá vivem e para todos aqueles que nos visitam”.

   O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro decidiu, para este fim-de-semana, a reabertura do acesso rodoviário à fluvina e ao Parque de estacionamento. O acesso esteve encerrado durante os últimos fins-de semana, com o objetivo de condicionar e reduzir o afluxo de visitantes a Valada, freguesia com população de risco elevado ao contágio por novo coronavírus e mais suscetível à doença COVID-19.

   O Plano de Contingência agora definido, para além do reforço de fiscalização por parte da GNR, prevê o aumento das ações de sensibilização tendo em vista o escrupuloso cumprimento das recomendações das autoridades de saúde.

    “Reiteramos que confiamos na ação pedagógica da GNR, assim como no sentido de responsabilidade de todos aqueles que irão escolher Valada como seu destino deste fim de semana. Apelamos, por isso, a todos ao cumprimento das regras afixadas neste espaço público. O plano de contingência será objeto de permanente avaliação e atualização sempre que se justifique a adoção de novas medidas”, afirmou o autarca.

    Nas semanas anteriores o presidente da Câmara já tinha dado nota de que o encerramento seria temporário, destacando que Valada é a freguesia com a população mais idosa do concelho e que, por isso, “se constitui como população de risco no âmbito da doença Covid-19”, acrescentando que muitas pessoas “que procuram a freguesia de Valada e os seus espaços de lazer são oriundas da área metropolitana de Lisboa, que ainda regista o maior número de novos casos positivos no nosso país”.
A vigilância que o Serviço Municipal de Proteção Civil – em parceria com a junta de freguesia, as forças de segurança e a autoridade de saúde pública – tem dedicado a esta zona, “a que muitas pessoas ocorrem para estar em família, entre amigos e para usufruir da natureza, levou-nos a decidir pela necessidade de criar um Plano de Contingência dedicado que agora nos permita reabrir o acesso rodoviário”.

    Pedro Magalhães Ribeiro reafirma que “os sacrifícios efetuados por todos nos últimos meses, no âmbito das medidas do confinamento, não se podem perder por comportamentos de risco de alguns”, lembrando que a Situação de Calamidade se mantém em vigor até ao dia 28 de junho e que “continuamos a ter um número elevado de casos positivos no concelho”. O autarca apela a cada uma das pessoas que “usufruem deste nosso espaço ribeirinho, para se manterem alerta, porque é no comportamento de cada um, que reside não só a sua saúde, mas também a saúde de muitas outras pessoas”.

    Fluvina, zona de areal e Parque de Merendas com regras para cumprir


   Usar máscara facial sempre que possível, apesar de ser um espaço aberto, lavar as mãos frequentemente e bem, tapar a boca e o nariz com o braço quando espirrar ou tossir, são os gestos que o Plano de Contingência e as mensagens afixadas e sonoras vão continuar a lembrar a todos.

   A Câmara Municipal recomenda ainda que cada grupo de pessoas – seja de família ou amigos, que forem juntos –, se mantenha a uma distância de pelo menos dois metros de outros grupos de pessoas. No Parque de Merendas as mesas foram reorganizadas no espaço e em cada uma delas apenas se poderá manter um grupo de pessoas, pelo que, não será também permitido alterar a disposição das mesas.

   Em todo o espaço estão disponíveis dispensadores de gel desinfetante, que os utilizadores devem usar sempre que tocarem em objetos de utilização comum. O plano de contingência define que a recolha e acondicionamento de todos os resíduos são obrigatórios, reforçando a necessidade de especial atenção a beatas de cigarro, copos, pratos ou talheres descartáveis, luvas e máscaras usadas.

     Na zona de areia junto à margem do rio não serão permitidas motos de água, nem as atividades desportivas entre duas ou mais pessoas. O acesso de carros à areia está encerrado. É recomendado que se cumpram dois metros de distanciamento entre grupos, para além de três metros de distanciamento entre guarda-sóis. A circulação na fluvina e na zona de areia, deverá ser sempre feita pela direita, impedido que quem deixa o espaço e quem chega, se cruze.

   O Plano de Contingência indica também que se mantêm encerrados alguns equipamentos – as instalações sanitárias, o parque infantil e os equipamentos de ginástica.

   O Plano de Contingência estará disponível no local e será publicado no site da câmara Municipal, sendo atualizado sempre que as condições de cumprimento das regras estabelecidas ou a evolução da situação epidemiológica, o determinem.
 
    Fonte: GIC|CMC
21-06-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o