Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual será o melhor presidente do PSD?
Rui Rio
Santana Lopes
Outro
Edição Nº 203 Director: Mário Lopes Sexta, 22 de Setembro de 2017
Com ação de campanha que incluiu candidatos da região centro
Bloco de Esquerda realiza viagem de comboio para reclamar a revitalização da Linha do Oeste
  
      António Delgado, Luís Maduro e Adelino Granja junto
                               a um cartaz do BE vandalizado
O Bloco de Esquerda promoveu no dia 17 de setembro, uma viagem de comboio na Linha do Oeste com os candidatos autárquicos dos concelhos ao longo da linha Coimbra-Lisboa. Em defesa da Linha do Oeste e pela sua requalificação integral, o BE mobilizou os candidatos autárquicos de diversos concelhos ao longo da linha, onde se destacam António Delgado (Alcobaça) e Telma Ferreira (Nazaré). Participaram nesta iniciativa, que culminou no Campo Pequeno, Ricardo Robles, Mariana Mortágua, Heitor de Sousa, José Manuel Pureza e Catarina Martins.

   António Delgado, candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Alcobaça, defendeu que a Linha do Oeste é uma infraestrutura que “mostra a desestruturação que é feita no desenvolvimento de Alcobaça” e, portanto, é necessário “revitalizar a linha do Oeste”. Segundo o candidato, a requalificação daquela via “interessa não só à região como também a Lisboa” que “necessita que os seus turistas cheguem a esta região” e “que os daqui cheguem a Lisboa”.

   Segundo António Delgado, “nós queremos revitalizar a Linha do Oeste porque é uma mais-valia em termos estruturais para as pessoas chegarem facilmente daqui a Lisboa e vice-versa”, além de que “este meio de transporte é muito mais barato, muito menos poluente e muito mais dinâmico que as deslocações rodoviárias”.

   BE condena destruição de material de campanha


   O Bloco de Esquerda de Alcobaça, através dos candidatos António Delgado, Adelino Granja e do mandatário Luís Maduro, condenou no dia 18 de setembro a destruição de algum do seu material de campanha. Segundo o BE “a destruição de propaganda do BE é um sinal inequívoco da diferença que constituímos no panorama da diversidade política” e “atos de vandalismo são um sinal de desespero”. Luís Maduro classificou ainda este ato de “um ataque brutal aos mais elementares princípios democráticos” e um “ato desesperado de quem não sabe o que é a política”.

   Mónica Alexandre
22-09-2017
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o