Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o número de turistas estrangeiros em Portugal?
Excessivo
Bom
Insuficiente
Não sei
Edição Nº 210 Director: Mário Lopes Quinta, 7 de Junho de 2018
Pombal
PCP saúda luta dos trabalhadores da empresa Sumol + Compal
   O Partido Comunista Português saudou, em comunicado, os trabalhadores da Sumol+Compal que realizaram esta quarta-feira, dia 6 de junho, com grande êxito, uma importante jornada de luta com uma greve que paralisou a unidade de produção de Pombal e uma manifestação nas ruas daquela cidade em que participaram cerca de uma centena de trabalhadores.

   Uma delegação da Direcção da Organização Regional de Leiria do PCP composta por: Ângelo Alves, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP e responsável pela Organização Regional de Leiria; Filipe Rodrigues, membro do Comité Central e do Secretariado da DORLEI do PCP e Fernando Domingues, membro do Executivo da DORLEI e da Comissão Concelhia de Pombal do PCP, esteve presente na jornada de luta, tendo expressado a solidariedade e apoio ao trabalhadores e confirmado a justeza da sua luta pelo aumento dos salários, a melhoria das condições de trabalho, o combate à precariedade e à desregulação dos horários de trabalho.

   Valorizando as recentes vitórias da luta destes trabalhadores, o PCP considera que a Sumol-Compal tem todas as condições económicas e financeiras para garantir uma mais justa distribuição da riqueza criada naquela empresa, nomeadamente por via do aumento dos salários e da diminuição dos horários de trabalho para as 35h semanais, para todos os trabalhadores.

   Para o PCP, “a luta dos trabalhadores da Sumol-Compal deve ter uma resposta não só da Administração, mas também do Governo PS que, invertendo as suas recentes decisões de convergência com o patronato, a UGT e o PSD, deve tomar medidas efectivas de combate à precariedade e de respeito pelos direitos laborais dos trabalhadores.”

   Saudando a “unidade, firmeza e determinação que os trabalhadores da Sumol-Compal têm demonstrado nas lutas que vêm travando e que vão continuar a travar”, o PCP comprometeu-se nos contactos realizados com os trabalhadores em luta e os seus representantes a “tudo fazer para que os direitos a um salário digno, ao fim da discriminação salarial, a vínculos laborais estáveis e a um horário de trabalho que permita o descanso e a atenção à família, sejam reconhecidos e efectivados.”

   Fonte: GI|DORLEI|PCP
07-06-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Das "crises" do estado-empresa e da empresa-estado
Valdemar J. Rodrigues
O pólen e o Centro de “Boas Vindas” no Mercado Municipal
Carlos Bonifácio
Não gosto de “certa” linguagem…
Fleming de Oliveira
Doença mental aumenta dependência do tabaco
Drª Tânia Silva
Pressão arterial alta é fator de risco para o enfarte
Dr. Pedro Farto e Abreu
Fumadores têm maior risco de desenvolver demência
Manuela Morais
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o