Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
A Linha do Oeste deve ser requalificada?
Até Caldas da Rainha
Até Leiria
Em toda a extensão
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 210 Director: Mário Lopes Domingo, 27 de Maio de 2018
Iniciativa foi promovida pela Conferência Vicentina S. Salvador do Mundo, do Bombarral
Pastelaria “Arcadas do Jardim” vence concurso “Doce Vicentino”
  
Pastelaria Arcadas do Jardim esteve representada na sessão
                                  por Laura Ganhão
A pastelaria “Arcadas do Jardim”, concelho de Peniche, venceu o concurso de criação do “Doce Vicentino”, promovido pela Conferência Vicentina S. Salvador do Mundo, do Bombarral.

   A apresentação do doce vencedor, escolhido entre os seis que se apresentaram a concurso, aconteceu no dia 19 de maio de 2018, no Auditório Municipal do Bombarral.

   A difícil tarefa de escolher o bolo que irá ter a “missão” de representar as Conferências de São Vicente de Paulo coube a Catarina Saraiva (Atelier do Doce - Alfeizerão), Paulo Santos (Forno do Beco - Caldas da Rainha) e Nuno Correia (Fábrica Côroa (pastel de feijão) - Torres Vedras).

   No que diz respeito ao bolo vencedor, este tem como principal característica o facto de conter na sua composição a uvada, uma compota muito antiga preparada essencialmente nas regiões vinhateiras durante a época das vindimas. É feita com a redução do mosto da uva, antes deste fermentar, ao qual se junta fruta, canela e casca de limão.

   Segundo o vice-presidente da Conferência Vicentina S. Salvador do Mundo, Nuno Ferreira, o lançamento deste concurso teve como primeiro objetivo “a divulgação das Conferências de São Vicente de Paulo e do seu papel enquanto imagem da caridade cristã através do apoio a famílias carenciadas”.

   Como frisou o dirigente, “neste momento, na área da paróquia do Bombarral, estamos a apoiar quase 80 famílias”.

   Por outro lado, com esta iniciativa pretendeu-se dar um contributo positivo “para a comunidade”, promovendo “a criação de um produto que se pretende vir a conseguir firmar como um doce típico da nossa doçaria”.

   Depois de dirigir um agradecimento aos elementos do júri e aos concorrentes, Nuno Ferreira desejou que se possam dar agora “os passos necessários e firmar as parcerias para que em breve o vencedor seja reconhecido como um doce típico da nossa região”.

   A sessão prosseguiu com a entrega dos certificados aos seis concorrentes por parte da presidente da Conferência Vicentina S. Salvador do Mundo, Laura Rodrigues.

   Quanto ao resultado final do concurso, como já foi referido, em primeiro lugar ficou a pastelaria “Arcadas do Jardim”, representada na sessão por Laura Ganhão, na segunda posição ficou Sónia Eustáquio, enquanto a terceira classificada foi a pastelaria “Travessa dos Sabores” (Caldas da Rainha), que esteve representada por Isabel Augusto.

   Na quarta posição ficou o Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, do Bombarral, enquanto os doces apresentados por Amélia Fortuna e Telma Perdigão foram os 5º e 6º classificados.

   No final, todos os presentes, entre os quais a vereadora Patrícia Pereira, o vereador Vitor Fonseca, o diretor do AEFP, Emanuel Vilaça e o Padre Sérgio Bruno, tiveram oportunidade de degustar o novo e delicioso “Doce Vicentino”.

   Fonte: GAPOM|SRPCI|CMB
27-05-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
De que matéria se faz esta cidade?
Jorge Mangorrinha
A Guida fugiu com um rapazola ou o pé da Luizinha Carneiro
Fleming de Oliveira
Peso das mochilas não provoca escoliose
Dr. Nuno Neves
Explosão tecnológica abre a porta à inteligência artificial
Joaquim Vitorino
Não se esforce em demasia: dores nos pés podem ser sinal de fasceíte plantar
Drª Fátima Carvalho
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o