Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o número de turistas estrangeiros em Portugal?
Excessivo
Bom
Insuficiente
Não sei
Edição Nº 210 Director: Mário Lopes Sexta, 18 de Maio de 2018
António Sales, Margarida Marques e José Miguel Medeiros
Deputados do PS eleitos por Leiria fazem balanço positivo do mandato
  
  António Sales, Margarida Marques e José Miguel Medeiros
Os deputados do PS – Partido Socialista eleitos por Leiria, António Sales, Margarida Marques e José Miguel Medeiros fizeram no dia 14 de maio, em conferência de imprensa, o balanço da sua actividade como deputados na primeira metade da legislatura e a apresentação das prioridades para a 2ª fase do mandato que terminará em Outubro de 2019. Educação, Saúde, Infraestruturas, Ambiente e Cultura foram os temas mais abordados, com a Linha do Oeste, o Aeroporto de Monte Real, a requalificação do IC8 e do IC2, IP6 e a necessidade de colocar mais meios humanos nos centros de saúde em principal destaque.

   Margarida Marques que integra a Comissão Assuntos Europeus e a Comissão Eventual de Acompanhamento do Processo de Definição da “Estratégia Portugal 2030” que acompanha a negociação do próximo Quadro Financeiro Plurianual pós 2020 (2021-2027) revelou as iniciativas e programas europeus aos quais os municípios pdem aceder diretamente junto das instituições europeias, tais como as candidaturas para financiamento da União Europeia para criar pontos de acesso sem fios à Internet públicos e gratuitos.

   Margarida Marques foi também a deputada responsável por reunir com os autarcas do sul do distrito de Leiria, onde assuntos culturais foram abordados nos municípios de Alcobaça, com o Mosteiro de Cós e o futuro da Casa-Museu Vieira Natividade; de Peniche, com o acompanhamento da requalificação do Forte de Peniche, ou em Caldas da Rainha, com a valorização do Parque, dado que há vários projectos de investimento em carteira, defendendo que “estes não devem desvalorizar o parque mas sim serem um valor acrescentado”, referiu a deputada.

   Margarida Marques aponta ainda como questões para resolver, na educação e no concelho de Alcobaça, a necessidade de requalificação e retirada de amianto da Escola D. Pedro I. No que se refere a infraestruturas, a deputada aponta para a importância da requalificação do IP6 e da Linha do Oeste. Segundo Margarida Marques “o Oeste é cada vez mais uma região sub-residencial de Lisboa e a aposta passaria por uma linha férrea mais moderna, mais efectiva e que melhor sirva as pessoas”.

   A finalizar a sua intervenção, Margarida Marques abordou ainda a problemática da poluição da Bacia Hidrográfica do Rio Lis, “um problema que se arrasta” e ainda a aprovação pelo Governo do Centro Hospitalar do Oeste como uma entidade pública empresarial, o que, segundo a deputada, “irá tornar mais eficiente a gestão das unidades hospitalares envolvidas”.

   António Sales garantiu que os deputados do PS têm mantido ao longo da sua legislatura um “trabalho de proximidade com os autarcas”. O deputado que integra a Comissão de Saúde tem acompanhado a resolução de problemas e insuficiências nos serviços de saúde, na educação, com especial destaque para o centro do distrito.

   António Sales recordou aos jornalistas que “saúde e educação são áreas que dizem muito às pessoas”. O deputado informou que em relação à Nazaré irá ser iniciado brevemente a construção do novo centro de saúde, tendo avançado que “entre 10 e 15 de junho será demolido o antigo centro e um mês depois será iniciada a construção do novo”. Ainda na Nazaré o deputado referiu que o Centro Escolar de Famalicão da Nazaré será começado a construir ainda este ano.

   Já no concelho da Batalha, António Sales aponta como principais preocupações a requalificação da Escola Básica e Secundária da Batalha e a criação da Unidade de Cuidados Continuados, nas antigas Brancas. Já em Porto de Mós, a preocupação é na área da Educação com o destaque para o IEJ – Instituto Educativo do Juncal, uma vez que, com a renegociação dos contratos com o Governo, se viu forçado a ter menos oferta, podendo a solução de viabilidade da instituição passar pela criação de oferta de formação profissional.

   Na Marinha Grande, a luta dos autarcas tem sido na área da Saúde, uma luta de mais de 30 anos que viu agora a USF Vitrius entrar em funcionamento, estando o processo de requalificação do centro de saúde bem encaminhado. O custo da obra é de 1,150 milhões de euros, financiados a 85% por fundos comunitários e os restantes 15% repartidos entre Município da Marinha Grande e Governo.

   No concelho de Leiria, as preocupações passam pela abertura da Base Aérea de Monte Real à aviação civil, processo que se encontra em fase de estudos e na procura de investidores. Também a modernização da Linha do Oeste e a reabilitação de todo o parque escolar, com a exceção da Escola José Saraiva, são prioridades.

   Já o deputado José Miguel Medeiros, ex-secretário de Estado da Proteção Civil, integra a Comissão de Defesa e tem acompanhado todo o processo de reposição das condições de vida das pessoas e das empresas no pós-incêndio e contribuído para a definição da estratégia para este ano para a época de incêndios.

   Segundo o deputado responsável por acompanhar mais de perto o Norte do distrito de Leiria, “os incêndios que ocorreram em 2017 alteraram um bocadinho muitos dos problemas e das prioridades daqueles concelhos, em que as anteriores prioridades que se relacionavam com o posto da GNR ou a falta de médicos, estão agora integradas na requalificação de um território”.

   José Miguel Medeiros garantiu que “tem avançado a reconstrução de habitações e de empresas sendo que o problema reside em residências de segunda habitação, que muitas vezes são primeira habitação e que é necessário equacionar o apoio a alguns tipos de segunda habitação”. O deputado refere também a necessidade de “apoio às diferentes áreas por forma a diversificar a economia da região”, mas ressalvou que “o resultado do que está a ser feito só se verá daqui a alguns anos”.

   A finalizar a sua intervenção, José Miguel Medeiros salientou a necessidade de requalificação do IC8, sobretudo na zona de Pontão, onde “o percurso não tem perfil de IC e a sinalética não é adequada”. O deputado destacou também a requalificação do IC2, onde quase diariamente ocorrem acidentes.

   Questionados pelos jornalistas sobre a importância dos deputados eleitos por Leiria, independentemente da sua cor política se unirem em torno do lóbi do distrito, Margarida Marques assegurou que, “apesar de não haver uma reunião regular entre deputados, há um lóbi no sentido em que quando há uma proposta que beneficie o distrito, independentemente do partido que apresenta, a votação é favorável, mesmo que não sigamos a linha do partido”.

   Mónica Alexandre
18-05-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Das "crises" do estado-empresa e da empresa-estado
Valdemar J. Rodrigues
O pólen e o Centro de “Boas Vindas” no Mercado Municipal
Carlos Bonifácio
Não gosto de “certa” linguagem…
Fleming de Oliveira
Doença mental aumenta dependência do tabaco
Drª Tânia Silva
Pressão arterial alta é fator de risco para o enfarte
Dr. Pedro Farto e Abreu
Fumadores têm maior risco de desenvolver demência
Manuela Morais
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o