Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 226 Director: Mário Lopes Segunda, 21 de Outubro de 2019
Acusando o Conselho Estratégico da Rede Cultura 2027 de “censura e cobardia”
PróToiro repudia exclusão da tauromaquia
de Leiria - Capital Europeia da Cultura 2027
    
          PróToiro acusa Conselho Estratégico de renegar
                         parte da Cultura Portuguesa
A PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia criticou esta segunda-feira, 20 de outubro, o Conselho Estratégico da Rede Cultura 2027, órgão que apoia a candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura 2027, por recomendar “que os programadores da Rede Cultura 2027 se abstenham de incluir na programação (…) quaisquer atividades em torno da celebração ou evocação da tradição tauromáquica”. Embora reconheça que a Tauromaquia tem uma importância significativa para os concelhos do distrito de Leiria, o Conselho Estratégico justifica esta ação com “a viva condenação por parte de organizações cívicas e de defesa dos direitos dos animais”.

   A Protoiro considera a recomendação “um ato de censura, revelador de uma cobardia e de um servilismo surpreendentes e inaceitáveis num País livre, democrático e respeitador dos valores da diversidade e da liberdade.”

   “Isto significa que o Conselho Estratégico renega a parte da Cultura Portuguesa, definida pelo Estado como parte integrante do nosso Património, devidamente regulada e tutelada pelo ministério da Cultura, com medo do barulho e das críticas de que pode ser alvo por parte de uma minoria ruidosa nas redes sociais. Ignora que a Tauromaquia Portuguesa é uma arte única no mundo, um dos ativos mais importantes das comunidades, pilar fundamental nos desenvolvimentos social, económico e cultural”, alega a PróToiro, recordando tratar-se de uma candidatura de dimensão multimunicipal, pelo que acusa o o Conselho Estratégico de “secundarizar a obrigatoriedade constitucional dos poderes local e central de valorizarem todas as formas de Cultura sem discriminação.”

   Segundo a Federação Portuguesa de Tauromaquia, “esta visão medrosa e acanhada contrasta, aliás, com o que outras cidades candidatas à Capital Europeia da Cultura estão, neste momento, a fazer. Eslovénia, que apresenta a capital Liubliana a Capital Europeia da Cultura em 2025, promove este ano um dos maiores festivais de fotografia da Europa para o qual o Grupo de Forcados de Coruche será o Embaixador Oficial do evento.”

     A Prótoiro que considera que o Conselho Estratégico, “ao revelar uma cobardia e permeabilidade inaceitáveis, ao desrespeitar parte da Cultura Portuguesa, ao censurar a diversidade cultural da região que está a representar, comete uma censura cultural inadmissível e o seu posicionamento deve ser amplamente repudiado.”
21-10-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O POOC e os excessos de alarmismo!!
Carlos Bonifácio
Ex-fumadores: vencedores incontestáveis
Dr. Alfredo Martins
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o