Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Lei deve proibir parentes de serem membros do mesmo Governo?
Sim, sempre
Não, critério deve ser a competênca
Não, mas deve haver limites
Não sei / talvez
Edição Nº 80 Director: Mário Lopes Domingo, 10 de Junho de 2007
Estação Florestal Nacional descura Mata do Gaio
Assembleia Municipal promove visita de alerta
a pulmão verde do concelho de Alcobaça

      


Mata do Gaio

A Assembleia Municipal de Alcobaça promoveu, no dia 9 de Junho, uma visita à Mata do Gaio, na Freguesia do Vimeiro. São 267 hectares de floresta, incluindo pinheiros (150 hectares) e quercinius (70 hectares), sobretudo, carvalhos e sobreiros. Apesar do valioso património florestal em causa, o Estado tem descurado por completo este verdadeiro pulmão verde do concelho de Alcobaça, de que é proprietário. Um dos tesouros desta mata reside nas cerca de 80 subespécies de sobreiro, oriundas de várias partes do mundo, plantadas há cerca de meio século pelo ilustre engenheiro agrónomo Joaquim Vieira Natividade.

      


Paulo Inácio deu início à visita

No entanto, se a Estação Florestal Nacional nada fez para preservar este valioso património florestal, decidiu, há cerca de cinco anos, levar para a sua sede, em Oeiras, a Estação de Subericultura criada em Alcobaça pelo agrónomo alcobacense, uma das maiores autoridades portuguesas no âmbito da silvicultura.

       Vítor Ramalho, que serviu de cícerone aos convidados, conjuntamente com o engenheiro Raul Duarte, explicou que a região de origem do sobreiro é a Estremadura e não o Alentejo, atingindo por isso um porte bastante maior no primeiro caso. O engenheiro, actualmente reformado, contou ainda que o professor Joaquim Vieira Natividade descobriu uma forma extrair cortiça dos sobreiros, através de um método de enxertia, logo que as árvores completassem 15 anos, ao contrário dos 25 anos habituais.

     


Na fotografia pode ver-se o pulmão verde
correspondente a 1/3 do Vimeiro

Segundo Vítor Ramalho, conta-se mesmo que o então primeiro-ministro Oliveira Salazar terá pedido a Vieira Natividade para não divulgar este novo método de enxertia, de forma a não cair nas mãos dos comunistas. O agrónomo terá respondido ironicamente: “Realmente, se cada comunista levar uma bolota para a Rússia, dentro de algum tempo esta estará cheia de sobreiros”...

      A extensão de carvalhos da Mata do Gaio é uma das maiores da Europa, fazendo mesmo parte da Rede Natura 2000. Contudo, há muitos anos que não é limpa, proliferando muita vegetação rasteira. A humidade do local terá contribuído para a inexistência de incêndios no local nos últimos anos, mas nada garante que o futuro reserve a mesma sorte para o local, que inclui ainda alguns escassos hectares de castanheiros e aveleiras.

     


Parque de Merendas do Gaio

Participaram na visita os presidentes da Assembleia Municipal e Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio e Gonçalves Sapinho, respectivamente, os vereadores Carlos Bonifácio, Hermínio Rodrigues, José Vinagre e Dulce Bagagem, o presidente dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça, Mário Cerol, o presidente da Associação de Agricultores da Região de Alcobaça, Pedro Calado, presidentes de Junta e deputados municipais, entre outros. A visita terminou com um almoço ao ar livre no Parque de Merendas do Gaio.

       Mário Lopes

10-06-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A Linha do Oeste, o TGV e o Aeroporto da Ota
Mário Lopes
OPINIÃO
Perpetuum mobile - Celebrar a Continuidade
Miguel Sobral Cid
XV Cistermúsica - Festival de Música de Alcobaça
Alexandre Delgado
Óbidos já é uma “Maravilha de Portugal”, mas...
Carlos Orlando Rodrigues
A importância da arquitectura nas cidades com património histórico
Carlos Bonifácio
“Ao Menino e ao Borracho mete Deus a mão por baixo…”
Isabel Ferreira e Margarida Batalha
De novo a diáspora?! Ou multilocalidade?
Alzira Simões
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o