Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 226 Director: Mário Lopes Domingo, 3 de Novembro de 2019
Cidade integrou a Rede de Cidades Criativas desta organização da ONU
Unesco distingue artesanato e artes populares de Caldas da Rainha
   
               Peça da Rota Bordaliana das Caldas da Rainha
Caldas da Rainha já faz parte da rede mundial de Cidades Criativas da Unesco pelo seu Artesanato e Artes Populares, anunciou esta quinta-feira, 31 de outubro, à noite esta organização da ONU para a Educação Ciência e Cultura.

   “O reconhecimento de Caldas da Rainha como Cidade Criativa de Artesanato e Artes Populares é mais uma etapa na afirmação da cidade no contexto mundial e que reconhece séculos de evolução histórica neste contexto, graças ao valioso e insubstituível contributo dos artesãos, ceramistas e todos os artistas das Caldas da Rainha do passado e do presente”, afirma Fernando Tinta Ferreira, presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha.

   “Esta nomeação irá implicar uma maior responsabilidade”, acrescenta Tinta Ferreira, no trabalho internacional em parceria com a rede UNESCO e em colaboração com as outras cidades criativas, afirmando o seu potencial social, cultural e turístico “para o qual temos vindo a trabalhar em parceria com as entidades do sector nomeadamente a ESAD (Escola Superior de Arte e Design)”.
A UNESCO anunciou 66 novas cidades que passam a integrar esta rede mundial de Cidades Criativas, entre as quais Caldas da Rainha e Leiria. A rede conta agora com 246 cidades em todo o Mundo e com um total de sete cidades em Portugal.

   O objectivo deste organismo da ONU é colocar a cultura no centro do desenvolvimento urbano. Criada em 2004, a iniciativa promove a cooperação internacional dentro e entre municípios de zonas urbanas que investem na cultura e na criatividade como aceleradoras do desenvolvimento sustentável.

    As Cidades Criativas da UNESCO têm uma missão em comum: colocar as indústrias culturais e criativas no centro de suas estratégias de desenvolvimento, a fim de transformar as cidades em locais mais inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

   Funcionando como um laboratório de ideias e de práticas inovadoras, o projecto traz contribuições concretas para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas. As cidades integrantes promovem a criação de políticas públicas e de projetos de base, com a participação de todos os cidadãos, incluindo mulheres, jovens e grupos vulneráveis.

   Fonte: ABDB
03-11-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O POOC e os excessos de alarmismo!!
Carlos Bonifácio
Ex-fumadores: vencedores incontestáveis
Dr. Alfredo Martins
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o