Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O PS merece ter maioria absoluta nas eleições legislativas?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 123 Director: Mário Lopes Segunda, 31 de Janeiro de 2011
26 de Janeiro de 2010
Rinoceronte-branco nasce no Jardim Zoológico
   O Jardim Zoológico começou o ano de 2011 em festa, com o nascimento de uma nova cria de Rinoceronte-branco com cerca de 50 quilos. O pai tem cerca de 24 anos e a mãe cerca de 9 anos. Para celebrar o nascimento da cria de Rinoceronte-branco, o Jardim Zoológico irá lançar no dia 1 de Fevereiro o passatempo 'Dá um nome ao Rino bebé do Zoo'. O participante que sugira o nome mais original e criativo receberá um KIT Padrinho, tornando-se padrinho oficial do Rinoceronte-branco bebé, o nome do padrinho será ainda publicado no site zoo.pt. Para tal, basta enviar o seu nome completo e a sugestão do nome para a nova cria de Rinoceronte-branco, até dia 28 de Fevereiro, para o email promocao@zoolisboa.pt.

   Mas as atracções não ficam por aqui, aproveite e surpreenda um amigo com artigo deste divertido animal, entre outros produtos espectaculares que poderá encontrar na loja do Zoo. Na compra destes produtos específicos, 10% do valor reverte para o Fundo de Conservação do Jardim Zoológico.

   O nascimento desta cria vem reforçar o compromisso e o desempenho do Jardim Zoológico na conservação das espécies, fortalecendo o seu índice de reprodução, um dos mais elevados da Europa. Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, esta é uma espécie em perigo, muito ameaçada pela caça para o comércio do corno e pela destruição do habitat. 
   
   O Jardim Zoológico orgulha-se ainda de ter desenvolvido uma estratégia de conservação do Rinoceronte-de-bornéu, conduzindo um técnico do Zoo à ilha de Bornéu, no âmbito do projecto de conservação in-situ (no habitat natural) da Fundação SOS-Rhino (inserida na campanha da EAZA 2005/2006 dedicada aos rinocerontes). 

   O Rinoceronte-de-bornéu é uma subespécie do Rinoceronte-da-sumatra e é o mais pequeno do mundo. É também uma das espécies de grandes mamíferos mais ameaçados, com uma população de menos de 100 indivíduos (estima-se que existam apenas cerca de 30 animais em estado selvagem, todos na Ilha de Bornéu). 

   De salientar, também, a reintrodução de uma fêmea de Rinoceronte-preto, a Shibula, numa reserva protegida na África do Sul em 1990. Hoje, a Shibula tem várias crias e subsiste em terras africanas, no seu habitat natural.

   O Jardim Zoológico convida todos os amantes dos animais e curiosos a visitar esta nova cria de rinoceronte-branco e ficar, assim, a conhecer melhor as suas características e particularidades.

Para mais informação, visite o site do Jardim Zoológico, em www.zoo.pt.

Sobre o Rinoceronte-branco:
A sua distribuição nunca foi muito vasta mas é o maior e o mais numeroso dos rinocerontes. Difere do Rinoceronte-preto não exactamente pela cor da pele (pois ambas espécies são acinzentadas) mas sim pelo formato de seus lábios.
O Rinoceronte-branco é pacato e inofensivo e é, depois do elefante, o maior mamífero terrestre, atingindo cerca de 2 metros de altura, 4 metros de comprimento e 4 toneladas de peso. Possui dois chifres na região frontal da cabeça, o maior dos quais na zona anterior e que pode atingir 1,5 metros de comprimento. Geralmente os cornos das fêmeas são menores que os dos machos. São conhecidos pela sua fraca visão, mas reagem a qualquer ruído ou odor que não lhes seja familiar, porque a sua audição e olfacto são muito apurados.
O Rinoceronte-branco habita nas zonas descampadas e planas da África, sobretudo em savanas, entre o rio Orange (África do Sul) e o rio Zambeze (entre o Zimbabwe e a Zâmbia), no Noroeste do Uganda, no Sul do Sudão e no Nordeste da República Democrática do Congo (ex-Zaire). Contudo, devido à exploração agressiva de minérios em África, esse habitat tem vindo a desaparecer, colocando em risco a sobrevivência da espécie. A sua conservação não é possível actualmente fora de áreas protegidas. Neste momento deverão existir apenas cerca de 3500 indivíduos em estado selvagem. 

   Sobre o Kit Apadrinhamento:

Ao apadrinhar um dos 2000 animais do Jardim Zoológico, estará a contribuir para a alimentação e maneio do animal escolhido, mas acima de tudo estará a contribuir para um projecto mundial de conservação.
Actualmente, os Zoos cooperam entre si e a sua actividade é bastante variada, tendo sempre em vista a conservação da Biodiversidade do nosso planeta. Graças a este trabalho, muitos animais já foram reintroduzidos na Natureza, em regiões onde tinham sido dados como extintos.

   Além de receberem um diploma de padrinho e o BI do afilhado, os padrinhos terão ainda uma série de vantagens no Jardim Zoológico:
- Nome na pérgola dos Padrinhos, na avenida principal do Jardim Zoológico
- 15% de desconto no bilhete de entrada
- 10% de desconto na inscrição do ATL (Actividades de Tempos Livres)
- 10% de desconto nas festas de aniversário
- 20% de desconto nas lojas oficiais do Jardim Zoológico
… E muitas outras surpresas ao longo ano ano!

   Sobre o Jardim Zoológico:

A principal missão do Jardim Zoológico é desenvolver um parque, tanto zoológico como botânico, como um centro de conservação, reprodução e reintrodução de espécies em vias de extinção, através da investigação científica e de programas de enriquecimento ambiental. Aliados a estes factores estão as vertentes pedagógica e lúdica. O Jardim Zoológico foi o primeiro parque com fauna e flora da Península Ibérica e, actualmente, acolhe cerca de 2000 animais pertencentes a cerca de 360 espécies. A 28 de Maio de 2011, o Jardim Zoológico celebrará 127 anos.

   Fonte: YoungNetwork Communication Senior Consultant
31-01-2011
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Notas da campanha
Mário Lopes
OPINIÃO
Um Candidato a Presidente da República e Dois Candidatos à Segunda Volta
Jorge Esteves de Carvalho
Cavaco Silva: uma candidatura por Portugal
Paulo Batista Santos
Com Fernando Nobre a Presidente, Portugal será Diferente
Henrique Pinto
A candidatura de Francisco Lopes
Ricardo Miguel
Apoiar Manuel Alegre: Uma questão de dignidade e coerência
José Peixoto
A Carne do Bacalhau é Amarelada
Valdemar Rodrigues
Inauguração da Casa da Cultura de Mira de Aire: uma prioridade ou um elefante branco?
Por Aires de Miro
O Turismo no actual contexto económico
David Catarino
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o