Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual será o melhor presidente do PSD?
Rui Rio
Santana Lopes
Outro
Edição Nº 62 Director: Mário Lopes Quarta, 14 de Dezembro de 2005
Leiria
Cavaco Silva ausente na inauguração da sede distrital de candidatura

Maria  Helena da Bernarda

Apesar de anunciado pela sua candidatura, Cavaco Silva não esteve presente, no dia 12 de Dezembro, na inauguração da sede distrital de Leiria. Assim, a inauguração, que juntou cerca de uma centena de pessoas, esteve a cargo da sua mandatária distrital. Muito crítica com a situação actual na comunicação social, Maria Helena da Bernarda comparou o actual período de pré-campanha eleitoral a "um período de espectáculo" e classificou os debates televisivos como "uma espécie de massacre pelo qual todos os candidatos têm de passar". A gestora de Alcobaça aposta num bom entendimento entre Cavaco e Sócrates para resolver os problemas do País.

A cerimónia de inauguração da sede de candidatura de Cavaco Silva, contou com a presença de muitos autarcas do distrito de Leiria, sobretudo, do PSD. Destaque ainda para as presenças do presidente da Região de Turismo de Leiria-Fátima, Miguel Sousinha, do ex-governador Civil de Leiria, José Leitão, e do empresário Ribeiro Vieira, apoiante de Ferro Rodrigues e José Sócrates nas duas últimas eleições legislativas e ex-presidente da Liga de Amigos da Casa-Museu João Soares.

Helena da Bernarda começou por afirmar que "a maioria da população do distrito de Leiria revê-se claramente no pensamento do Professor Cavaco Silva e na sua forma diferente de estar na política. Quando ele assumiu a liderança de um partido e, posteriormente, de um Governo, alguma coisa mudou na forma de se fazer política em Portugal. A prosa deu lugar à acção, o ataque político deu lugar ao respeito, a demagogia deu lugar à seriedade e muitas mais expressões a que não estávamos habituados, foram introduzidas no léxico político - rigor, estudo, reflexão, objectividade, eficácia, ética".

José Sócrates e Ribeiro Vieira: apoiante do actual primeiro-ministro e mandatário do PS em Leiria nas duas últimas legislativas apoia Cavaco Silva

De acordo com a mandatária distrital de Leiria, "na política, a palavra deve ser um instrumento e não um fim em si próprio (...). Em política, poucas vezes tive as ideias tão claras. Neste período de pré-campanha eleitoral, assiste-se a um ruído cada vez maior dos ataques que alguns candidatos se fazem mutuamente, dos entrevistadores que querem sobressair nas audiências, dos comentadores que às vezes dão a vitória de um debate, não a quem apresenta um conteúdo mais credível, mas a quem desferiu um golpe mais habilidoso".

A gestora de Alcobaça frisa que "neste período de espectáculo, sublinham-se as gaffes, nivelam-se os candidatos pela fasquia inferior, acentuam-se as falhas e reduz-se o valor de um curriculum ao desempenho de meia hora televisiva, como se a forma fosse mais importante que o conteúdo. No meio desta espécie de massacre pelo qual todos os candidatos têm de passar, distingue-se a postura vertical do Prof. Cavaco Silva - uma postura de grande seriedade, lucidez e sentido de Estado, que tem merecido o respeito de todos, mesmo até dos seus adversários políticos nestas eleições".

Na opinião de Helena da Bernarda, "Cavaco Silva não prepara ataques pessoais, prepara-se ele próprio; não revela as fraquezas dos adversários, só fala do que sabe, do que interessa e do que pode fazer pelo País, porque essa é a sua missão pessoal, a única razão por que exerce actividade política".

A mandatária de Leiria destaca a credibilidade do seu candidato ao afirmar que "ninguém acusa Cavaco Silva de ser um vendedor de promessas. Pelo contrário, reconhece-se nele um político que promete o que pode e faz o que promete. Esse capital de credibilidade é, hoje, essencial para o país retomar um clima de confiança junto dos portugueses e agentes económicos, seja para aceitarmos com mais compreensão os sacrifícios que nos são pedidos, seja para desenvolvermos projectos de investimento privado geradores de riqueza".

A gestora acredita num bom entendimento entre Cavaco Silva e José Sócrates: "Com Cavaco Silva como Presidente da República, teremos alguns anos de
estabilidade política fundamentais para a implementação de reformas estruturais. Não tenho dúvida de que haverá um bom entendimento entre o Executivo e Cavaco Silva, porque a sua experiência governativa lhe permite entender uma linguagem que lhe é familiar e o seu sentido de Estado lhe ditará que o interesse de Portugal prevalece, sempre, sobre todos os outros", defende.

"Estou tão empenhada nesta eleição quanto Cavaco Silva está empenhado em devolver a esperança aos jovens portugueses. Tal como ele não se resigna perante o actual Estado de desânimo do País, também eu não me resigno a que os nossos filhos tenham de pensar em emigrar para poderem evoluir profissionalmente ou, tão simplesmente, arranjar o primeiro emprego. Esta é uma preocupação legítima e comum a muitos pais da minha geração. Mas acredito que Portugal tem soluções, oportunidades de se relançar, pontes culturais e económicas a estabelecer num mundo em desequilíbrio mas que fala o Português como 5ª língua", argumenta.

A terminar Helena da Bernarda lembra que "os portugueses sempre se mobilizaram em torno de projectos em que acreditam, mesmo quando estes exigem grandes esforços e determinação. Mas precisam de ter um líder, um homem com superior visão estratégica, alguém a quem o tempo acaba sempre por dar razão, capaz de combinar observação e intervenção, ambição e bom senso, capaz de definir um rumo no qual caminharemos a passo mais firme e confiante. Num mundo mais global, num mundo que nos está cada vez mais perto, Cavaco Silva luta por um Portugal Maior".

Currículo da mandatária distrital de Leiria

Maria Helena de Soveral Ferreira da Bernarda é natural de Alcobaça, tem 42 anos, dois filhos. Licenciou-se em Economia pela Universidade Católica Portuguesa, tendo iniciado a sua actividade profissional em Lisboa no Departamento Financeiro de uma Instituição Bancária.

Regressou a Alcobaça em 1987 para se dedicar, desde então, à actividade
empresarial no sector cerâmico.

Foi membro da Direcção da Nerlei - Associação Empresarial do Distrito de Leiria.

Integra actualmente a Administração das Empresas Raúl da Bernarda & Filhos -
fundou o Museu da Faiança desta Empresa no ano 2000 - a Sodecal, SPAL
Distribuidora e SPAL S.A, as quais empregam cerca de 1000 pessoas.

Foi condecorada pelo Presidente da República Dr. Jorge Sampaio com o grau de
Oficial da Ordem do Mérito em 1999.

É actualmente Presidente do Conselho de Administração da SPAL.

Nunca exerceu actividade política de âmbito partidário.


          Mário Lopes

14-12-2005
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Porque apoio Manuel Alegre
Uma segunda volta clarificadora
Voto Jerónimo de Sousa É precisa memória e não ser ingénuo! Ter confiança e muita determinação!
Não dou cavaco
Mensagem do Natal 2005
Porque é feriado dia 8 de Dezembro? Imaculada Conceição de Maria Santíssima
O Pesadelo do Pai Natal
Os Bancos Alimentares Contra a Fome e a Generosidade dos Portugueses
O "meu" Brasil
Restauração da Independência de Portugal
As eleições presidenciais
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o