Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 215 Director: Mário Lopes Terça, 13 de Novembro de 2018
Santarém
Nuno Figueiredo recebe Prémio Nacional
de Poesia Actor Mário Viegas
  
                    Entrega do prémio a Nuno Figueiredo
O poeta e ficcionista Nuno Figueiredo, recebeu, no dia 10 de novembro, o Prémio Nacional de Poesia Actor Mário Viegas, atribuído pelo Centro Cultural Regional de Santarém, pela obra “Epifanias”, que mereceu a preferência do júri da quarta edição deste Prémio instituído para obras inéditas, no domínio da poesia, contou com 243 obras concorrentes, oriundas de Portugal, Brasil, França, Reino Unido e São Tomé e Príncipe. O júri, presidido por Tiago Torres da Silva, da Sociedade Portuguesa de Autores, e que conta ainda na sua constituição com Manuel Freire, Vicente Batalha, Domingos Lobo e Maria da Purificação, destaca o “estilo de escrita inovador” de Nuno Figueiredo.

   Ricardo Rato, vereador da Câmara de Santarém, com o Pelouro do Associativismo, e Carlos Marçal, Presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, participaram na cerimónia de entrega deste Prémio, que tem o valor pecuniário de 1.000 euros e publicação da primeira edição (300 exemplares, 50 dos quais para o autor), e que é entregue no dia em que Mário Viegas faria 70 anos.

   Nuno de Figueiredo, natural de Coimbra, e vencedor desta 4ª edição, publicou o seu primeiro livro de poesia em 1985 e estreou-se na ficção em 1997, tendo publicadas dezenas de obras.
Esta cerimónia marca o início das comemorações de homenagem ao Ator Mário Viegas, que também conta com a inauguração da Exposição itinerante Mário Viegas “O Sonho ao Poder”, da Associação LPV - Museu do Bem-Estar, e com momentos de poesia - leitura de quatro poemas da obra vencedora desta 4ª edição, em homenagem a Mário Viegas, por Manuel Freire, Gorete Neca e Maria da Purificação, acompanhada pelo músico Scalabitano, João Loureiro e música - piano e flauta, pelo Conservatório de Música de Santarém.

   O Prémio Nacional de Poesia Actor Mário Viegas, que foi instituído em 2003, com o objetivo de perpetuar o ilustre Scalabitano Mário Viegas, devia ter uma periodicidade bienal, mas apenas teve três edições (2003/2004, 2007/2008 e 2012/2013).

   Nascido a 10 de novembro de 1948 em Santarém, cidade onde passou a infância, Mário Viegas foi ator, encenador, “recitador e amante da poesia”, de que foram exemplo os programas televisivos “Palavras Ditas” e “Palavras Vivas” e as inúmeras gravações, tendo ainda fundado três companhias de teatro e participado em mais de 15 filmes.

   Ao longo do mês de novembro, o Fórum Actor Mário Viegas, acolhe a exibição de dois filmes: no dia 16 de novembro, às 21h30, “A Mulher do Próximo”, que tem como Intérpretes: Carmen Dolores, Virgílio Teixeira e Mário Viegas, realização de José Fonseca e Costa e autoria de Miguel Esteves Cardoso e José Fonseca e Costa. Ano1988, e no dia 24 de novembro, “Palavras Ditas e Palavras Vivas”, que pretendem mostrar o grande intérprete que foi Mário Viegas nos domínios da poesia, do teatro e do cinema”, numa iniciativa realizada em colaboração com o Cineclube de Santarém.

   O professor e escritor José Hugo Santos, de Torres Novas, venceu a primeira edição do prémio com a obra “Nossa Senhora do Homem”, tendo a segunda edição distinguido “O Livro da Casa”, do advogado e escritor Fernando Cabrita, residente em Olhão.

   “O Musgo dos Dias”, do historiador, escritor e jornalista Nuno Gomes dos Santos, foi o vencedor da terceira edição.

   O Centro Cultural Regional de Santarém, C.R.L (CCRS) foi criado em 1980 na consequência de um projeto de descentralização cultural da Secretaria de Estado da Cultura, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém e da Fundação Calouste Gulbenkian, com escritura pública de constituição lavrada a 10 de julho de 1980.

   Formado com a preocupação da formação de agentes culturais e da divulgação do produto artístico dos núcleos culturais espalhados pelo distrito, hoje em dia o CCRS propõe-se acolher, propor e dinamizar manifestações culturais, constituindo um polo ativo de debate da cultura e da cidadania.

   Fonte: GRPC|CMS
13-11-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o