Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 43 Director: Mário Lopes Terça, 4 de Maio de 2004
Peniche
Jorge Sampaio homenageou ex-presos políticos

Forte de Peniche 

O Presidente da República Jorge Sampaio visitou a Fortaleza de Peniche no dia 23 de Abril, acompanhado por ex-presos políticos. Entre estes, contavam-se Edmundo Pedro, Jaime Serra, Domingos Abrantes e Saldanha Sanches, e familiares dos mesmos, além do presidente da Câmara Municipal Jorge Gonçalves e outros autarcas. Acompanharam também a visita muitas crianças do concelho e a Tuna Académica da Escola Superior de Tecnologia do Mar.

 Jorge Sampaio visitou as antigas celas da Fortaleza de Peniche 

A comitiva efectuou uma visita às antigas celas da Fortaleza, que, durante o fascismo, receberam muitos presos políticos. Um dos mais famosos foi o antigo secretário-geral do Partido Comunista Português Álvaro Cunhal, cuja cela foi também visitada pelo Presidente da República. Seguiu-se uma visita ao antigo parlatório, onde se encontra patente uma exposição permanente que retrata o dia-a-dia da antiga prisão política. Houve ainda lugar à exibição do filme "Caves de Abril", de Ricardo Costa, realizador natural de Peniche.

 

Jorge Sampaio sublinhou que não podia deixar passar o 30.º aniversário do 25 de Abril sem homenagear os resistentes e as resistências à ditadura: "Essa resistência foi a prova e o testemunho de que podia haver uma outra forma de viver, de estar nas nossas ruas, nas nossas casas, nas instituições do mundo. E não há resistência sem resistentes. Estou aqui para dizer, em nome da República, o quanto lhes devemos, quanto nos honramos do seu sacrifício, da sua abnegação, do seu heroísmo silencioso. Inclino-me perante a memória dos que já partiram", referiu o Chefe de Estado..

 Jaime Serra, um dos mais conhecidos ex-presos políticos de Peniche

"Os resistentes foram homens e mulheres de todas as condições, de todas as profissões, de todas as idades, de diferentes convicções ideológicas e religiosas e a liberdade é, graças a eles, um grande projecto colectivo. A revolução do 25 de Abril deu-nos a possibilidade de uma democracia. Graças à liberdade hoje as pessoas podem fazer as suas escolhas sociais, económicas e ideológicas, e sabem que a sua opinião conta e que o seu voto tem que continuar a contar", prosseguiu.

O presidente com as crianças de Peniche:
os rostos da liberdade

O Presidente da República referiu que um povo não pode ser livre se oprime outros povos e considerou a liberdade e a paz os bens colectivos mais preciosos: "Acredito no Portugal da liberdade e da paz que aconteceu depois do 25 de Abril, e os nossos filhos e netos terão o Portugal melhor com que nós sonhámos. Temos muito a aperfeiçoar na nossa vivência, mas o Estado de Direito permite corrigir o que está mal e que cada português defina as suas opções doutrinárias. A liberdade pode ser renovada no quadro de uma república democrática, na maior transparência", concluiu.

04-05-2004
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
As liberdades de Abril
OPINIÃO
Festival “Música em Leiria” 2004
O melhor da música culta mostra-se-nos em dois festivais desta região
Citar textos de outrem
As Leis e Outras Histórias
Cistermúsica 2004 - XII Festival de Música de Alcobaça
Os meandros da reciclagem em Portugal (1ª parte)
Iraque: um combate pela paz mundial
No Dia Internacional dos Museus (18 de Maio), algumas reflexões a propósito do já celebrado Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (18 de Abril)
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o