Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 234 Director: Mário Lopes Sexta, 17 de Julho de 2020
Ourém
Diocese de Leiria-Fátima vai ter novo diácono no dia 26 de julho
  
  Jorge Fernandes e Micael Ferreira vão ser, respetivamente,
                                             diácono e leitor
No dia 26 de julho, a diocese de Leiria-Fátima contará com mais um membro no seu clero. Às 16h00, na Sé de Leiria, iniciará a celebração em que Jorge Manuel Pombo Fernandes será ordenado no ministério do diaconado. Também na mesma cerimónia, o Micael Ferreira vai ser instituído leitor.

    Se o Micael Ferreira é natural da Diocese, da paróquia de Monte Redondo, já o Jorge Fernandes, vem do Crato, um lugar do Alentejo. Oportunamente, será dado a conhecer mais alguns pormenores da vida do futuro diácono.

   O que é o leitorado?

Segundo a Carta Apostólica “Ministeria Quaedam”, do Papa Paulo VI, “o Leitor é instituído para a função que lhe é própria, de ler a palavra de Deus nas assembleias litúrgicas. Por isso mesmo, na Missa e nas demais acções sagradas, será ele a fazer as leituras da Sagrada Escritura (com excepção, porém, do Evangelho); na falta do salmista, será ele a recitar o salmo entre as leituras; quando não houver diácono ou cantor, será ele a enunciar as intenções da oração universal; a dirigir o canto e a orientar a participação do povo fiel; a preparar os fiéis para a recepção digna dos Sacramentos. Poderá, além disso, na medida em que for necessário, ocupar-se da preparação de outros fiéis que, por encargo temporário, devam ler a Sagrada Escritura nas acções litúrgicas. Para poder desempenhar-se destas funções, cada vez com maior aptidão e perfeição, procure meditar com assiduidade a Sagrada Escritura.”.

    O que é o diaconado?

“O ministério eclesiástico, instituído por Deus, é exercido em ordens diversas por aqueles que, desde a antiguidade, são chamados bispos, presbíteros e diáconos”, lê-se no Catecismo da Igreja Católica. O diaconado é o “grau de serviço”. “Entre outros serviços, pertence aos diáconos assistir o bispo e os sacerdotes na celebração dos divinos mistérios, sobretudo da Eucaristia, distribuí-la, assistir ao Matrimónio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir aos funerais e consagrar-se aos diversos serviços da caridade”.
Os diáconos, ao contrário dos sacerdotes, não podem celebrar a Eucaristia. No entanto, com todo o serviço que lhes pertence, constituem-se como uma ajuda preciosa à missão daqueles. Outra diferença prende-se com a questão do celibato. Enquanto aos sacerdotes são celibatários, os diáconos podem casar.
 
    Fonte: GIC|RTLF
17-07-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o