Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual será o melhor presidente do PSD?
Rui Rio
Santana Lopes
Outro
Edição Nº 203 Director: Mário Lopes Sábado, 16 de Setembro de 2017
Despacho conjunto para concretização da obra foi assinado
Câmaras do Cadaval e Bombarral constroem Centro de Recolha Intermunicipal de animais
  
                José Manuel Vieira e José Bernardo Nunes
Os Municípios do Cadaval e Bombarral assinaram esta sexta-feira, dia 15 de setembro, um despacho conjunto que visa concretizar, a breve trecho, a edificação de um Centro de Recolha Oficial Intermunicipal, previamente protocolado pelas duas entidades. O dito equipamento funcionará como centro de recolha animal (canil e gatil) e alojamento de animais para adoção.

   O despacho conjunto para a constituição de agrupamento de entidades adjudicantes foi assinado pelo presidente da Câmara do Cadaval, José Bernardo Nunes, e pelo presidente da Câmara do Bombarral, José Manuel Vieira.

   Na prática, constitui uma formalidade que permitirá, legalmente, cumprir o protocolo de colaboração previamente outorgado pelos dois municípios a 21 de julho de 2010. Nessa ocasião, as duas autarquias definiam as competências primárias de recolha e encaminhamento dos animais domésticos de companhia abandonados. Acordavam ainda a realização dos atos de profilaxia médica necessários à saúde e bem-estar dos mesmos.

   A decisão de construção conjunta do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI) visa, segundo o despacho ora assinado, «uma redução de custos e de meios», destinando-se o mesmo à recolha e alojamento de animais para adoção.

   O CROI será composto de cinco edifícios, um edifício central de utilização conjunta e dois edifícios iguais a atribuir a cada município, sendo um destinado a canil e outro a gatil.

   Todos os custos decorrentes da conceção, construção e edificação do equipamento serão suportados, na proporção de 50 por cento, por cada um dos municípios outorgantes.

   Ao abrigo do despacho assinado, os dois municípios tomam a decisão de celebrar um contrato de empreitada, por intermédio de concurso público, estabelecendo, para o efeito, o preço base de 311 mil euros.

   Fonte: SC|CMB
16-09-2017
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o